sexta-feira, 15 de novembro de 2019

O Hespanha vice-campeão Paulista da LAF em 1927

Foto: arquivo pessoal Sérgio Silveira/A Tribuna

O time do Hespanha (hoje Jabaquara) vice-campeão Paulista de 1927 da LAF

Fundado em 15 de novembro de 1914, o Jabaquara Atlético Clube está completando 105 anos. O tradicional Leão da Caneleira, fundador da Federação Paulista de Futebol, tem algumas glórias em sua história, como os títulos da Terceira Divisão, em 1993, e da B-3, em 2002. Porém, poucos lembram que o Jabuca, em 1927, quando ainda era chamado de Hespanha, foi vice-campeão Paulista da Liga Amadora de Futebol, a LAF.

Era uma época em que se discutia a popularização do futebol e os clubes que eram a favor fundaram a Associação Paulista de Sports Athleticos (APSA, que depois, com a mudança da grafia, virou APEA). Já os que eram contra, liderados pelo Paulistano, criaram a Liga dos Amadores de Futebol (LAF). O primeiro campeonato da LAF foi em 1926 e o próprio Paulistano conquistou o título.

Em 1927, a competição da LAF teve, a princípio, 15 times. Um dos estreantes era o Hespanha, equipe de Santos, o segundo time da cidade na liga, que já contava com o Atlético. Ambas as equipes queriam seguir os passos do Santos FC, que jogava pela APSA e naquele mesmo ano seria vice-campeão.

O Campeonato Paulista da LAF de 1927 era disputado no sistema de pontos corridos, em turno único. O vencedor da partida somava dois pontos e em caso de empate, os dois times levavam um ponto cada. O favorito, mais uma vez, era o Paulistano, que já tinha nove títulos estaduais. Porém, cinco times abandonaram o torneio e foram para a APSA com os jogos em andamento (Corinthians, Independência, Taubaté, Sílex e Sírio) e, com isto, só as partidas contra os times que ficaram até o fim foram computados.


O Hespanha não começou bem a competição, já que estreou, em 17 de abril, com um empate em 2 a 2 com o Sílex. Uma semana depois, foi goleado pelo Paulistano por 4 a 0 e, em seguida, um empate em 2 a 2 no confronto citadino contra o Atlético Santista, e uma goleada sofrida para o Germânia por 6 a 2. Parecia que o rubro-amarelo iria mal na competição.

A situação começou a mudar a partir de 5 de junho, quando o Hespanha goleou o Paulista de Jundiaí por 4 a 1. O time embalou com a vitória, vindo outro 4 a 1 sobre o Antarctica, 2 a 0 na AA Palmeiras, 2 a 1 na AA São Bento, 2 a 1 no SC Internacional e 5 a 0 no Sant'Anna. No meio destes jogos houve uma goleada sofrida para o Independência, por 6 a 1, mas como o adversário foi um dos times que desistiram, o resultado não foi computado.

Ao fim, o Hespanha, nos nove jogos computados, somou 13 pontos em seis vitórias, um empate e duas derrotas, marcando 23 gols e sofrendo 16. O Rubro-Amarelo ficou apenas dois pontos atrás do Paulistano, que acabou conquistando o seu 10º e penúltimo título estadual de sua história. Mas o atual Leão da Caneleira ficou com aquele vice-campeonato.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações