casasdeapostasbrasil.com

Zezé Moreira, o "mestre dos mestres" na Seleção Brasileira

Com informações de A Memória do Esporte
Foto: arquivo

Zezé Moreira à frente com a Seleção que conquistou o Pan-Americano de 1952

Neste 16 de outubro, está completando 114 anos do nascimento de Alfredo Moreira Júnior, o Zezé Moreira, um dos maiores treinadores da história do futebol brasileiro. Entre vários de seus trabalhos, ele dirigiu a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1954, na Suíça. Sua fama era tão grande que ficou conhecido como o mestre dos mestres.

Em 1952, Zezé Moreira foi convidado a comandar a Seleção Brasileira, já se preparando para a Copa do Mundo de 1954, na Suíça. Neste mundial, o Brasil ficou em 6º lugar, disputando 3 partidas. Venceu o México por 5 a 0, empatou com a Iugoslávia em 1 a 1 e perdeu para a Hungria por 4 a 2. Marcou 8 gols e sofreu 5.

Os artilheiros brasileiros foram; Julinho, Didi e Pinga, com 2 gols cada. O jogo que nos tirou do mundial aconteceu dia 27 de junho, em Berna. Diante de um público de 40.000 espectadores, brasileiros e húngaros entravam em campo para decidir mais uma vaga para a semi-final da Copa de 54. Os brasileiros assim que ficaram sabendo que iriam enfrentar a poderosa seleção húngara, deixaram transparecer aos jornalistas muito claramente, que temiam a Hungria e preferiam outro adversário.

Chegava então o grande dia, um dia de muita chuva, onde duas grandes equipes de refinada técnica individual e de escolas muito parecidas iriam se enfrentar. Para sorte do Brasil, a seleção húngara não contava com o extraordinário jogador Puskas, que estava contundido. Por outro lado, o Brasil também estava bem modificado. Iria estrear três atacantes; Índio, Humberto Tozzi e Maurinho. Os observadores afirmavam que a ausência de alguns titulares na seleção canarinho, confirmava os boatos de que alguns jogadores pediram para não jogar alegando contusões.

Para esta partida o técnico Zezé Moreira mandou a campo os seguintes jogadores; Castilho, Djalma Santos, Pinheiro, Bauer e Nílton Santos; Brandãozinho e Didi; Julinho, Índio, Humberto Tozzi e Maurinho. Finalmente começou o jogo e a fama da seleção húngara de fazer 2 a 0 antes dos dez primeiros minutos se confirmou.

O Brasil diminuiu através de Djalma Santos cobrando pênalti, mas os húngaros logo em seguida marcaram mais um através de pênalti. Os brasileiros protestaram e estabeleceu-se um grande tumulto. Resultado, foram expulsos Nilton Santos e Humberto Tozzi do Brasil e Boszik da Hungria. Surpreendentemente um jovem passou por toda a segurança, invadiu o campo e foi até o juiz para agredi-lo. Famoso comentarista de rádio brasileiro deixou enfurecido seu local de transmissão para ir dar uma rasteira no árbitro, sob o espoucar dos flashes dos fotógrafos.

Os brasileiros com 9 homens em campo, ainda fizeram o segundo gol por intermédio de Julinho, aos 20 minutos. Mas a Hungria fez o quarto gol minutos depois, acabando assim, com a esperança brasileira. Final de jogo, vitória da Hungria por 4 a 2 sobre o Brasil, e com isto, estávamos eliminados de mais uma Copa do Mundo. Ao terminar a partida, quando as equipes retornavam aos seus vestiários, armou-se novo conflito, envolvendo brasileiros e húngaros, chamado pela imprensa de “Batalha de Berna”.


O treinador Zezé Moreira foi flagrado em fotos agredindo o ministro húngaro dos esportes. Foi realmente uma tarde cinzenta de chuva e triste para o futebol brasileiro. Zezé Moreira também trabalhou na Seleção Brasileira como espião e integrante da comissão técnica nas Copas do Mundo de 1958, 1962, 1966, 1970, 1982 e 1986 e foi campeão Pan-americano em 1952.

Fato interessante: na Copa do Mundo de 1962, realizada no Chile, com Zezé Moreira de olheiro, a Seleção Brasileira teve como treinador o seu irmão, Aymoré Moreira. E o time canarinho, que era o então campeão do mundo em 1958, não decepcionou e conquistou o bicampeonato.

Quartas do Brasileirão Sub-20 começam neste domingo


Na última quinta-feira, dia 14, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou as datas e os horários dos confrontos das quartas de final do Campeonato Brasileiro Sub-20 de 2021, que teve a primeira fase finalizada no feriado de 12 de outubro.

Porém, já há um problema. O primeiro embate será já neste domingo, dia 17, entre Botafogo e Atlético,  com mando do clube de General Severiano. Mas, até o fechamento desta matéria, às 11h55 do sábado, dia 16, o local da partida ainda não estava definido no site da CBF.

Confira os confrontos:

JOGOS DE IDA

Botafogo x Atlético-MG: 17/10 (domingo), 16h - Local a definir
Athletico-PR x São Paulo: 18/10 (segunda-feira), 11h - CT do Caju
Internacional x Palmeiras: 18/10 (segunda), 15h - Morada dos Quero-Queros
Vasco x Flamengo: 20/10 (quarta-feira), 17h - São Januário

JOGOS DE VOLTA

Atlético-MG x Botafogo: 22/10 (sexta-feira), 16h - Sesc Alterosas
Palmeiras x Internacional: 24/10 (domingo), 10h30 - Allianz Parque
Flamengo x Vasco: 26/10 (terça-feira), 15h15 - Gávea
São Paulo x Athletico: 25/10 (segunda-feira), 16h - Cotia


Na primeira fase, vale destacar que o Flamengo é quem ficou com a melhor campanha da primeira fase do Brasileirão Sub-20. Outra curiosidade do torneio, vencido pelo Galo na última edição, é que a artilharia pertence a Gabriel Silva, do Palmeiras, com 14 gols marcados.

Artilheiro da Série B faz gol e pega pênalti em jogo do Brusque contra o Remo

Com informações do Correio
Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

O artilheiro foi 'dublê' de goleiro por alguns minutos e pegou pênalti

Artilheiro do Brasileirão Série B, Edu teve uma tarde épica nesta sexta-feira, dia 15. Durante o jogo do Brusque contra o Remo, no estádio Augusto Bauer, pela 30ª rodada da Série B, o camisa 9 brilhou no ataque, ao marcar um gol... e foi protagonista também na defesa, defendendo um pênalti nos acréscimos. A partida terminou com vitória do Quadricolor, de virada, por 3 a 1.

O incrível lance começou a ser desenhado aos 50 minutos do segundo tempo. O goleiro Ruan Carneiro se chocou com Rafael Jansen e o árbitro marcou a penalidade máxima. Só que o arqueiro se sentiu mal e precisou ser retirado de ambulância do campo. Como já havia feito as cinco substituições, o técnico Waguinho Dias optou por colocar Edu para defender a meta.

Felipe Gedoz foi para a cobrança e mandou a bola no canto, mas o artilheiro foi buscar. Na sobra, Rafael Jansen chutou para o fundo da rede, mas o VAR anulou o gol por invasão na momento da cobrança.

"Falei para o Waguinho agora que não fiz um bom jogo, mas me entreguei. Perdi gols que não costumo perder. No fim, fiz o gol, deu tranquilidade para a nossa equipe. E, no final, com a expulsão do Ruan, conversei com o Claudinho, e optamos por mim. Fui feliz, esperei ele bater e fui no canto certo. Sempre gostei de ir para o gol. Confesso que sonhava com essa oportunidade para ver como seria. E deu tudo certo", comemorou Edu, em entrevista ao SporTV.

Edu, aliás, tinha perdido um pênalti na partida. Aos 26 minutos do segundo tempo, o árbitro, após consulta ao VAR, marcou a penalidade em um lance do atacante com Thiago Ennes. O artilheiro cobrou, mas Thiago Coelho foi na bola e impediu o gol.


Minutos depois, aos 48, Edu deixou o dele, dessa vez de cabeça. Foi o 16º gol do jogador na Série B, líder isolado na artilharia da competição. E, no fim, defendeu o pênalti.

Antes, ainda na primeira etapa, Pingo abriu o placar para o Remo. No segundo tempo, Luizão deixou tudo igual e Thiago Alagoano ampliou. Com o triunfo, o Brusque subiu para a 14ª colocação, com 35 pontos, abrindo seis de vantagem para o Vitória.

A uma vitória do acesso à Série C, Roger Bernardo ressalta preparação da Ferroviária

Foto: Tiago Pavani / Ferroviária SA

Roger Bernardo em treino

A Ferroviária está a um passo do acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. A equipe faz, neste final de semana, o segundo e decisivo jogo pelas quartas de final da Série D 2021, contra o Atlético Cearense, na Fonte Luminosa, em Araraquara.

Na ida, no Domingão, em Horizonte, no Ceará, no último domingo, dia 10, deu empate, 1 a 1. Agora, a Locomotiva tem a vantagem de decidir em seu estádio. Para o experiente Roger Bernardo, a partida será a mais importante do ano para o clube. 

"Nosso grande objetivo na temporada é o acesso e estamos muito próximos disso. Na minha visão é o nosso jogo mais importante do ano. Temos uma grande decisão pela frente e por isso a preparação para esse próximo jogo está sendo bem importante. O grupo está bem focado e ciente do que precisa fazer no domingo. Todos nós aqui sabemos o quanto vale esse acesso para a Ferroviária e queremos deixar nossos nomes na história do clube. Vamos lutar os 90 minutos para conquistar a vitória", revelou o atleta, que soma mais 360 jogos como profissional e disputa pela primeira vez a Série D do Brasileirão.

Para conquistar o acesso, a Ferroviária precisa vencer por qualquer placar. Em caso de empate, independente da quantidade de gols, o duelo será decidido nos pênaltis.

"Temos que fazer um grande jogo em todos os sentidos, tanto físico e técnico, quanto mental. É um jogo que vale muito e a responsabilidade é grande. Como eu falei, a nossa preparação está sendo muito boa e o grupo está preparado para entrar em campo e fazer o melhor", concluiu.


A partida entre Ferroviária e Atlético Cearense acontece neste domingo, dia 17, às 15 horas, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara. Quem vencer estará na Série C do Brasileirão de 2022 e na semfinal da competição. Em caso de empate, a definição da vaga será nas penalidades.

Carlos Augusto comemora consolidação pelo Monza na Itália

Foto: divulgação AC Monza

Carlos Augusto am ação pelo Monza

Próximo de completar 50 jogos com a camisa do Monza, Carlos Augusto vive nesta temporada de 2021-2022, um momento de consolidação no futebol da Itália. Se em 2020-2021 o brasileiro buscava conquistar o seu espaço na equipe, hoje, o jovem de 22 anos é titular e presença certa no time.

Tanto é verdade que nesta temporada Carlos Augusto é o único jogador de linha do Monza que atuou em todos os minutos das partidas até o momento. São oito jogos e 720 minutos, mesma minutagem que o goleiro da equipe. Além disso, o lateral-esquerdo já acumula dois gols na temporada.

“Eu fico muito feliz em poder realizar tudo que eu vim buscar aqui na Itália. Sei que eu tenho muito para evoluir ainda, mas aos poucos sei que estou crescendo e conquistando o meu espaço. Espero melhorar ainda mais todos esses números e ajudar o Monza na temporada. Me sinto em casa aqui no clube e quero retribuir tudo de bom que vem acontecendo na minha carreira”, revelou o atleta, que tornou o Monza o clube pelo qual mais vestiu a camisa, com 44 jogos disputados. Antes, no Corinthians, foram 40 partidas pelo profissional.

O brasileiro, que na última temporada atuou ao lado de nomes como Prince Boateng e Balotelli, terá dessa vez como adversário outro nome de peso do futebol mundial. No domingo, dia 17, pela Série B da Itália, o Monza enfrenta fora de casa o Parma, do goleiro Buffon.


“É sempre incrível e uma grande oportunidade jogar junto ou enfrentar atletas tão grandes do futebol, que fizeram história por onde passaram. Temos agora esse confronto com o Parma, do Buffon. Lembro de assistir os jogos dele pela televisão, de jogar com ele no videogame e, agora, poder enfrentar ele é muito legal. Espero que a gente consiga fazer um bom jogo e conquiste a vitória”, finalizou.

Técnico Renato Souza valoriza vitória do São Bernardo FC na abertura da segunda fase do Paulista Sub-20

Foto: divulgação São Bernardo FC

Renato assumiu o sub-20 após a promoção do treinador Marcio Zanardi para o elenco principal

O São Bernardo FC estreou na segunda fase do Campeonato Paulista Sub-20 vencendo a Ferroviária pelo placar de 1 a 0. Treinador da equipe do ABC, Renato Souza elogiou o desempenho do time e destacou a importância do resultado obtido nesta quinta-feira em Itatiba.

“Enfrentamos um adversário de muita qualidade e excelente estrutura, mas conseguimos impor o nosso ritmo e lutamos pelos três pontos o tempo todo. A disciplina e o empenho do time foram recompensados com essa grande vitória, que dá ainda mais confiança para a sequência da competição”, declarou o comandante do Tigre.

O próximo compromisso do São Bernardo no estadual está marcado para quinta-feira (21), diante do Juventus, na Rua Javari.

Trajetória do treinador - Paulista da Capital, Renato Souza da Silva nasceu no dia 13 de março de 1985. Sua trajetória como treinador teve início no Água Santa, onde atuou nas categorias sub-13 e sub-15.


Sua chegada ao Tigre do ABC aconteceu no início deste ano, inicialmente como auxiliar técnico do sub-20, time que assumiu após a promoção do treinador Márcio Zanardi para o elenco profissional. Renato é irmão de Ricardinho, ex-meia do São Paulo, Palmeiras, Inter de Porto Alegre, Vitória e outros importantes clubes do futebol brasileiro e do exterior.

Romário e Edmundo atuando juntos pela Seleção Brasileira

Por Fabio Rocha
Foto: Getty Images.com

As únicas vezes em que a dupla foi titular junta com a Seleção foram na Copa Ouro de 1998

Romário e Edmundo foram dois dos jogadores mais midiáticos e melhores dos anos 90 e início dos 2000. Amigos em alguns momentos e desafetos na maior parte do tempo, eles atuaram juntos no Flamengo, Vasco e Fluminense. Também formaram dupla na Seleção Brasileira, mas como a concorrência era grande, principalmente para o Animal, em apenas oito jogos eles estiveram no campo ao mesmo tempo com a amarelinha, sendo apenas quatro saindo ambos como titulares.

Mais velho, Romário estreou pela Seleção Brasileira em 1987 e Edmundo em 1992. Porém por questões de escolha e brigas com treinadores, os dois só foram jogar juntos pelo escrete canarinho apenas em 1997, na Copa América realizada na Bolívia. Porém, antes disso, em um amistoso contra o México, que terminou 4 a 0 para o Brasil, nos Estados Unidos, em 30 de abril de 1997, Edmundo entrou no segundo tempo no lugar exatamente de Romário.

A estreia dos dois juntos ocorreu contra a Costa Rica pela Copa América, em 13 de junho 1997, os dois ficaram em campo juntos por 11 minutos apenas. Edmundo entrou na partida no lugar de Djalminha, mas logo na sequência, Romário saiu para a entrada de Giovanni.

Na continuação da competição, no jogo contra a Colômbia, em 19 de junho, a dupla voltou a atuar juntos, mas agora com mais minutos em campo. O Animal entrou na segunda etapa no lugar de Ronaldo e marcou um gol.

Já contra o Peru, na semifinal da competição, em 26 de junho, a Seleção deu um baile e venceu por 7 a 0. O Baixinho deixou dois na partida e Edmundo entrou novamente na etapa final no lugar de Ronaldo. Porém, depois de mais alguns minutos com os dois junos em campo, Romário saiu lesionado e deixou a equipe com um a menos, pois todas as alterações já tinham acontecido.

Por causa dessa lesão, o Baixinho ficou fora da final contra a Bolívia e Edmundo ficou como titular. O Animal foi substituído no segundo tempo, quando o jogo estava 1 a 1, porque agrediu um jogador boliviano. Apesar de o árbitro não ter visto, Zagallo o substituiu, colocando Paulo Nunes, evitando reclamaões dos adversários. No fim, o Brasil venceu por 3 a 1 e ficou com a taça.

A dupla foi atuar junta como titular da Seleção na Copa Ouro da Concacaf, nos Estados Unidos, em janeiro de 1998, onde o Brasil jogava como convidado. A primeira partida foi contra a Jamaica, no dia 2 de fevereiro, e o jogo terminou com um empate por 0 a 0. Na segunda partida, em 5 de fevereiro, o Brasil empatou novamente, mas dessa vez contra a Guatemala por 1 a 1, Romário marcou o único gol da seleção.

Após o início ruim, o Brasil goleou e jogou muito bem contra o El Salvador, em 8 de fevereiro. A partida terminou em 4 a 0, com ambos deixando as suas marcas. Na semifinal, em 10 de fevereiro, o Brasil perdeu para os Estados Unidos, por 1 a 0, e na decisão de terceiro lugar, em 15 de fevereiro, venceu a Jamaica, por 1 a 0, com gol de Romário. Em todos esses jogos, a dupla saiu como titular.

Com o término da competição da Concacaf, a dupla voltou a jogar junta pela Seleção em 29 de abril, em um amistoso no Maracanã contra a Argentina. A partida estava 0 a 0 e no ataque estavam Romário e Ronaldo, mas a torcida começou a pedir pelo Animal. Zagallo atendeu o pedido e o colocou em campo no lugar de Denilson. Porém, mesmo com a Seleção Brasileira tendo três atacantes, quem marcou foi a Argentina, com Claudio López, que venceu o jogo por 1 a 0. Este seria o último jogo da Seleção com a dupla junta em campo.

Depois, os dois foram convocados para a Copa de 1998. Romário, já na França, acabou sendo cortado por contusão. Após a final do Mundial, Edmundo chegou a fazer mais dois jogos pela seleção, ambos em 2000, sem Romário. O segundo deles, contra Colômbia, com Leão no comando, em 15 de novembro, Romário estava convocado e foi cortado por contusão. O próprio Edmundo foi convocado para o seu lugar.


O último jogo de Romário pela Seleção, fora a despedida dele, em 2004, contra Honduras, no Pacaembu, foi a estreia de Felipão à frente dos canarinhos, em 2001, contra o Uruguai, no Centenário, pelas Eliminatórias. Há várias histórias de bastidores no pré-jogo desta partida. Em resumo, Luiz Felipe Scolari nunca mais convocou o Baixinho, que ficou de fora da Copa do Mundo de 2002, onde o Brasil conquistou o seu quinto título mundial.

No total, a dupla atuou junta na Seleção em oito oportunidade, sendo apenas em quatro delas com os dois titulares. Foram quatro vitórias, dois empates e duas derrotas. Romário encerrou sua passagem pela seleção brasileira com 55 gols feitos em 70 jogos. Já Edmundo foram 39 jogos e 10 gols com a Amarelinha, boa parte destas partidas sendo em amistosos ou em Copas América.

O início de Trezeguet no Platense

Por Lucas Paes
Foto: Arquivo

Trezeguet atuando pelo Platense

Completando 44 anos neste dia 15 de outubro, David Trezeguet foi dentro de campo um dos grandes atacantes formados pelo futebol francês durante os anos 1990. Dono de uma categoria única, o francês é filho de argentinos e cresceu no país albiceleste. Foi por lá que começou a atuar profissionalmente, depois de dar todos os passos de formação no mundo da bola, no ano de 1994.

Trezeguet chegou as categorias de base dos Calamares ainda muito novinho, com apenas oito anos de idade. Nas categorias de base já chamava atenção por seu ótimo futebol e era sem sombra de dúvidas uma das maiores promessas, se não a maior promessa, que o clube já havia tido em suas mãos. Nos diversos torneios locais foi aprimorando suas habilidades para poder chegar ao time profissional.

Foi alçado ao time principal do Platense ainda muito jovem, aos 16 anos e estreou pelo clube em 12 de junho de 1994, quando tinha apenas 16 anos, numa partida diante do Gimnasia y Esgrima. Jogou poucos minutos naquela partida, mas chamou atenção por sua boa movimentação e por um bom senso de posicionamento. 

Acabou durando pouco no Platense. Atuou apenas cinco jogos antes de ser arrematado pelo Mônaco, ainda em 1995. De lá, iria para a Juventus, onde se tornaria um ídolo histórico e viraria um dos grandes jogadores da trajetória bianconera. Conquistaria vários títulos, tanto no principado quanto em Turim, porém nunca conseguiu a conquista da Liga dos Campeões da Europa.


Retornaria ao futebol argentino já com mais idade, precisamente em 2011, quando chegou ao River Plate e ajudou os Millonarios a voltarem a primeira divisão. Ainda atuou por Newells Old Boys antes de ir ao Pune City, da Índia, último clube em que o "Trezegol" jogou antes de pendurar as chuteiras, no ano de 2014. 

São Caetano é goleado pelo Atibaia e se complica na Copa Paulista

Por Ricardo Pilotto
Foto: Luciano Luiz / AD São Caetano

São Caetano acabou goleado pelo Atibaia em São José dos Campos

Atibaia e São Caetano mediram forças no Estádio Municipal Martins Pereira, em São José dos Campos, na briga direta por uma das vagas do Grupo 4 que garantem passagem para a fase de mata mata da Copa Paulista 2021. Em partida válida pela 9ª rodada, nesta sexta-feira, dia 15, Luan, Felipe Menezes, Guilherme e Mascote foram os responsáveis pelos gols do Falcão na goleada pelo placar de 4 a 0.

O Falcão, que ocupava a 4ª colocação do grupo até o início desta partida, havia conseguido arrancar um empate em 2 a 2 com o Juventus jogando no Estádio Conde Rodolfo Crespi em São Paulo, após sair perdendo por 2 a 0 para o Moleque Travesso. Já o Azulão, que vinha logo acima na 3ª posição da chave, venceu o Taubaté por 2 a 1 no Estádio Municipal Anacleto Campanella na cidade de São Caetano do Sul, e quebrou um tabu de 359 dias sem vencer em seus domínios. No primeiro turno, essas duas equipes se encontraram no ABC Paulista e empataram em 1 a 1, com direito a gol de falta de Lucas Surcin, um dos filhos do ex-jogador Marcelinho Carioca.

Os minutos iniciais de partida foram marcados por muito equilíbrio e chances criadas pelos dois lados. Ambas as equipes tiveram pelo menos duas oportunidades de abrir o placar, mas os goleiros fizeram boas defesas quando exigidos. Em uma delas, Cristiano desperdiçou um gol inacreditável para o São Caetano aos 5'. Na terceira chegada mais perigosa do Atibaia, Luan aproveitou lançamento da direita e cabeceou consciente no ângulo direito do goleiro Luiz. Com o tento, o Falcão passou a ter mais o controle do jogo e assustou mais o Azulão, principalmente através de jogadas de bola parada. Os visitantes conseguiram descer para o ataque e aos 34', Damasceno recebeu lançamento de Portuga, saiu cara a cara com o goleiro e finalizou, mas a bola bateu na trave. Na sequência o auxiliar apontou impedimento com camisa 11.

Já nos minutos finais do primeiro tempo, o time do ABC partiu para cima da equipe mandante e mais uma vez exigiu grande defesa de Christofer em uma belíssima finalização de Cristiano de fora da área. No período de acréscimos os times ainda tentaram se impor mais no jogo, mas a etapa inicial terminou com uma vitória parcial do Atibaia por 1 a 0.

O segundo tempo começou agitado como terminou o primeiro. O São Caetano teve duas jogadas de real perigo mas não teve a eficiência necessária para igualar o marcador em nenhuma delas. Na primeira chegada do time do Atibaia, o Falcão ligou contra ataque em velocidade pela direita até o momento em que Felipe Menezes recebeu passe por cima e bateu rasteiro para bater o goleiro Luiz. Agora com a desvantagem de dois gols, o Azulão chegou a desperdiçar outro gol aos 14', mas dessa vez com Josué. Ainda na base do 'abafa', Portuga recebeu cruzamento e desviou de cabeça, mas a bola foi em cima do zagueiro do Falcão na marca dos 17'. 

Nos 24', Guilherme recebeu na entrada da área e girou batendo no canto direito do goleiro Luiz para fazer o terceiro do Atibaia na partida. Os visitantes não desistiram e tentaram o gol de honra, mas continuaram perdendo oportunidades que mais tarde custariam ainda mais caro. Aos 37' os mandantes tiveram uma grande chance de ampliar o marcador mas acabaram parando em Luiz. No lance seguinte, Mascote aproveitou cobrança de escanteio e subiu sozinho para desviar de cabeça, fechando o caixão do Azulão na marca dos 38'. Já nos acréscimos, Livinho fez grande jogada da esquerda para o meio tirando de três marcadores e finalizou forte, só que mais uma vez Christofer salvou a equipe mandante. Após 48' de bola rolando no segundo tempo, o jogo foi encerrado com uma goleada do Falcão por 4 a 0 sobre o time do ABC.


Na 10ª e última rodada da fase de grupos desta Copa Paulista, o Atibaia vai até a capital paulista para enfrentar a Portuguesa no estádio do Canindé na próxima terça-feira, às 15h. Já o São Caetano, terá mais um confronto direto para garantir a vaga para o mata mata, quando receberá o Juventus no Estádio Municipal Anacleto Campanella também na terça-feira, às 15h.

Portuguesa faz grande primeiro tempo, goleia o Taubaté e garante classificação antecipada na Copa Paulista

Por Victor de Andrade
Foto: divulgação Portuguesa

Portuguesa fez três no primeiro tempo e garantiu a classificação antecipada

A Portuguesa se garantiu antecipadamente na segunda fase da Copa Paulista de 2021, competição em que busca o bicampeonato. Na tarde desta sexta-feira, dia 15, no Estádio Joaquim de Moraes Filho, a Lusa encarou o Taubaté e goleou por 4 a 0, com três gols no primeiro tempo. O resultado classificou o time Rubro Verde.

Líder do Grupo 4, com 10 pontos, a Portuguesa vem de um empate em 1 a 1 com o São Caetano, no Canindé, na semana passada. Já o Taubaté jogou na terça, contra o próprio Azulão, e perdeu no Anacleto Campanella pelo placar de 2 a 1, sendo eliminado precocemente da competição.

A Portuguesa começou o jogo com tudo e abriu o marcador aos 3 minutos. Depois de longa de troca de passes no meio de campo, Marzagão, na esquerda, cruzou a bola na área, a defesa do Taubaté parou, pedindo impedimento e Lucas Douglas, com um leve desviou, marcou: 1 a 0 para a Lusa.

E o time Rubro Verde continuou em cima e fez o segundo aos 13'. Danilo Pereira lançou Lucas Douglas na esquerda, ele carregou a bola e cruzou rasteiro para Caio Mancha conferir: 2 a 0 para a Portuguesa em pleno Joaquinzão.

A Lusa fez o terceiro ainda no primeiro tempo. Aos 36 minutos, Danilo Pereira recebeu a bola pela esquerda e foi cruzar de canhota. A bola desviou no marcador do Taubaté e encobriu o goleiro Leandro, que chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol: 3 a 0 para a Portuguesa e assim terminou o primeiro tempo.

O Taubaté voltou melhor na segunda etapa e quase diminuiu aos 4', em jogada de Kauê. E do nada, o tempo, que estava ensolarado, mudou, e a chuva forte chegou no Joaquinzão. Com isso, o gramado ficou pesado e a partida caiu de ritmo.

Mesmo com a chuva e o campo pesado, a Lusa continuou melhor. Aos 23', Tito, que veio do banco, quase fez um belo gol. Aos 28', Anderson Magrão fez Thomazella trabalhar, quase fazendo o primeiro do Taubaté. Em seguida, no contra-ataque, Julinho perdeu gol feito para a Portuguesa.

E aos 35 minutos, a Portuguesa fez o quarto. Serafim boa jogada na direita, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola passou por vários jogadores, menos por Miguel Augusto, que mandou a bola para o fundo das redes: 4 a 0 para a Lusa e assim terminou o jogo.


Na última rodada da primeira fase, a Portuguesa encara o Atibaia no Canindé, em São Paulo, na próxima terça-feira, dia 19, às 15 horas. Já o Taubaté se despediu da competição nesta sexta-feira e volta agora suas atenções para a preparação para o Paulistão A2 2022.
Proxima  → Inicio

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações