casasdeapostasbrasil.com

Maracanã - 71 anos de sua inauguração

Com informações do UOL Esporte
Foto: arquivo O Globo

Placa que recorda a inauguração do estádio

Inaugurado oficialmente em 16 de junho de 1950, o Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, está completando 71 anos. O "maior do mundo" recebeu seu primeiro jogo um dia depois, em 17 de junho. Com a obra ainda inacabada e cheia de andaimes, a seleção de São Paulo venceu a do Rio de Janeiro por 3 a 1.

A imponência também ajuda a candidatura do estádio. Hoje reduzido, foi erguido sob olhares atônitos, incapazes de imaginar a magnitude de uma construção apta a abrigar mais de 190 mil torcedores. Ele tem um currículo com duas decisões de Copa do Mundo e uma abertura de Olimpíada.

Se um projeto de tal grandiosidade poderia ser desafiador em condições normais, esbarrou ainda em burocracia, disputas políticas e teve de ser tocado às pressas. O Maracanã começou a ser erguido em agosto de 1948, a apenas 22 meses da abertura da Copa do Mundo de 1950. Acabou entregue ao Rio e ao futebol em cerimônia com a participação do presidente Eurico Gaspar Dutra.

Sete dias depois, o Maracanã foi palco da abertura da Copa do Mundo de 1950, na partida entre Brasil e México. E, em 16 de julho, ficou marcado pela derrota do Brasil para o Uruguai, por 2 a 1, na final da Copa.


No local onde o Maracanã foi construído para receber os jogos da Copa do Mundo de 1950, funcionava o Derby Club do Rio de Janeiro, fundado em 1885. As provas de turfe foram transferidas para a Gávea em 1932, mas o espaço ainda era coalhado de ferraduras e abrigava restos de cocheiras até o início das obras do estádio.

Havia também o gramado que restara da pista de corrida, ideal para as peladas dos meninos da Tijuca, Vila Isabel e arredores. E foi nesse local que acabou virando um dos maiores templos da história do futebol mundial.

Federação Brasileira de Sports - A primeira a organizar a Seleção do país

Com informações da CBF


No dia 8 de junho de 1914, foi fundada a Federação Brasileira de Sports (FBS). A entidade, que não existe mais, foi importantíssima para o desenvolvimento do futebol no país, pois deu o pontapé inicial para a história da Seleção Brasileira.

Entidade fundamental para o crescimento do esporte brasileiro, a FBS foi responsável por organizar a primeira partida da história da Seleção Brasileira. No dia 21 de junho daquele mesmo ano, o Brasil enfrentou os ingleses do Exeter City, no campo da Rua Guanabara, conhecido hoje como Estádio das Laranjeiras, e venceu por 2 a 0.

A FBS convocou os melhores jogadores em atividade no Rio de Janeiro e São Paulo, os grandes centros do futebol brasileiro na época. Os europeus já eram profissionais, mas os amadores brasileiros, como Friedenreich, Marcos de Mendonça, Abelardo De Lamare, Rubens Salles e Sylvio Lagreca, surpreenderam e deram ao mundo um bom presságio do que se tornaria uma lenda centenária.

Em 21 de junho de 1916, a Federação Brasileira de Sports passou a se chamar Confederação Brasileira de Desportos. Como CBD, a Seleção Brasileira disputou todas as Copas do Mundo, que teve a primeira edição realizada em 1930, até a do ano de 1978. O Brasil venceu três edições com o brasão da CBD no uniforme: 1958, 1962 e 1970.


Para se adequar a um decreto da FIFA que determinava a obrigatoriedade de entidades nacionais terem dedicação exclusiva ao desenvolvimento do futebol, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi fundada em 24 de setembro de 1979. A entidade cresceu nesses 107 anos de história e hoje está posicionada entre as grandes empresas nacionais, líder de um segmento fundamental ao país. A CBF é responsável pela organização do futebol brasileiro, suas competições e todas as Seleções Brasileiras.

Contratado pelo Bahia para os Aspirantes, meia Ramon elogia novo clube

Foto: Jonatan Pinho

Ramon no Ba-Vi pelo Brasileirão de Aspirantes

De casa nova, Ramon fez  a sua estreia com a camisa do Bahia no dia 10 de junho. O jogador chega ao clube após defender por duas temporadas o Athletico Paranaense. Por lá, conquistou o Campeonato Paranaense e o vice do Brasileiro Sub-20, todos na temporada de 2020.

Já na primeira partida pelo tricolor, um confronto muito importante, nada mais nada menos que o Ba-Vi pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes.

“Estava um pouco ansioso antes do jogo, mas quando entrei e dei o primeiro toque na bola a ansiedade foi passando e fui me sentindo tranquilo para fazer uma boa estreia. Tive uma boa participação por ser o primeiro jogo com os meus novos companheiros de clube e, o fato de ter sido um clássico, me deu ainda mais motivação. Fizemos um bom jogo, criamos mais que o adversário e na minha opinião merecíamos ter saído com os três pontos. Agora é trabalhar durante esses dias, virar a chave e já pensar no jogo de quinta-feira contra a Ponte Preta”, avaliou o atleta, que completou 21 anos de idade no último mês.

Apesar do pouco tempo na equipe, menos de um mês, Ramon é só elogios ao novo clube.


“O sentimento é de felicidade em poder fazer parte de um clube tão grande como é o Bahia. As expectativas são as melhores possíveis, fui bem recebido pela comissão e pelos atletas, já posso dizer que estou me sentindo em casa. Agora quero retribuir tudo isso dentro de campo para que possamos atingir nossos objetivos”, concluiu.

A equipe de aspirantes do Bahia volta a campo na quinta-feira (17), às 15h, para enfrentar fora de casa a Ponte Preta.

FPF faz balanço do Paulistão Play nas Séries A2 e A3

Com informações da FPF


A Federação Paulista de Futebol (FPF) apresentou nesta terça-feira, dia 15, o balanço do Paulistão Play, plataforma de streaming lançado pela entidade nesta temporada e que, até o momento, transmitiu as Séries A2 e A3 do estadual.

O Paulistão Play, plataforma de streaming da FPF, alcançou a marca de 57 mil usuários cadastrados e 1.9 milhão de visualizações nas transmissões dos jogos do Paulistão A2 e Paulistão A3. A partida de maior audiência foi entre São José e Linense que aconteceu pelas quartas de final do Paulistão A3, com 39 mil visualizações. No total, foram 250 jogos transmitidos até o momento.

O aplicativo de streaming utiliza a ferramenta da Eleven Sports (antigo MyCujoo) como plataforma e usa a máscara da Federação Paulista de Futebol. No segundo semestre, o Paulistão Play deve transmitir a Copa Paulista, Segunda Divisão, Paulistão Feminino e os certames estaduais de base.

Paulistão Play - O Paulistão Play é uma plataforma própria de streaming via Android, iOS e website para transmissão ao vivo de jogos exclusivos, exibição de melhores momentos, conteúdos especiais e engajamento com o torcedor.


A nova plataforma está disponível para download de jogos ao vivo de competições paulistas que não estão com os direitos comercializados com exclusividade. O modelo segue ligas como NBA, NFL e La Liga. Para se inscrever no Paulistão Play, clique aqui.

Manuela fala sobre seu primeiro ano atuando pelo Palmeiras

Foto: divulgação Palmeiras

Manuela em ação pelo Palmeiras

Vice-líder do Brasileirão e apenas aguardando as duas últimas rodada spara saber quem será seu adversário das quartas de final da competição, o Palmeiras tem um elenco recheado de grandes e jovens jogadoras, uma delas é a lateral e meia Manuela, de apenas 18 anos, que está disputando seu primeiro brasileiro da carreira.

“Tive muito aprendizado e um ótimo desenvolvimento. Jogar na primeira divisão está sendo como se eu tivesse jogado futebol pela primeira vez na vida, é uma explosão de sentimentos. Espero sentir mais essa emoção e que outras garotas que sonham também em chegar na elite do futebol feminino, tenham o mesmo privilégio que eu tive e estou tendo”, disse.

Destaque do Fortaleza no ano passado, a jogadora foi contratada para disputar o Brasileirão sub-18 e após se destacar na competição foi incorporada ao elenco principal, onde já teve oportunidade de atuar em quatro partidas, podendo jogar com destaques do clube e da seleção brasileira.

“Muitas jogadoras que eu acompanhava pela TV, estão hoje dividindo campo comigo. Estou aprendendo muito, elas me ajudam bastante com as experiências delas e está sendo muito prazeroso está aqui, disputando as primeiras posições do campeonato e lutando pelo título”, afirmou.


Três pontos atrás do Corinthians, o Palmeiras enfrenta o Napoli e o Minas Brasília nas duas últimas rodadas da fase de pontos corridos da competição e a equipe espera um tropeço do rival, para conseguir a liderança geral do campeonato.

Ex-goleiro Aranha tem alta de hospital após se recuperar da Covid-19

Com informações do G1
Foto: arquivo

Aranha ficou 10 dias internado

O ex-goleiro Aranha, de 40 anos, recebeu alta do hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre (MG) e já está em casa. Ele estava internado desde o dia 5 desde mês se tratando contra a Covid-19 e chegou a ser levado para a UTI. Ele divulgou na tarde desta terça-feira, dia 15, um comunicado agradecendo aos fãs e à equipe médica que o atendeu.

"Eu gostaria de agradecer a todos que oraram e torceram por mim. Acabei de chegar em chegar em casa , conto com a compreensão e respeito de todos para o meu momento de isolamento e recuperação. Agradeço mais uma vez a toda Equipe Médica do Hospital Samuel Libânio que cuidaram de mim e que Deus abençoe a todos", disse Aranha.

A alta do ex-jogador acontece um dia após a esposa do ex-atleta, Juliana Aquino, ter confirmado que o jogador havia deixado a UTI e sido transferido para um quarto do hospital. A esposa de Aranha também chegou a ser hospitalizada devido a complicações da doença e já teve alta. O ex-jogador passou a apresentar os sintomas em seguida.

"Estamos muito felizes em saber que ele vai continuar se recuperando fora da UTI. Agradecemos, de coração, a todos que incluíram o Aranha em suas orações. Agradecemos a todas as pessoas que torceram por nossa família, neste momento tão difícil, e que oraram para que o Aranha se recuperasse o mais rápido possível", disse Juliana.


Carreira - O ex-goleiro, com passagens por Ponte Preta, Atlético-MG, Santos, Palmeiras e Joinville, encerrou a carreira no Avaí em 2018. Pelo Santos, foi campeão da Copa Libertadores em 2011 e da Recopa Sul-americana em 2012. Em 2015, conquistou a Copa do Brasil pelo Palmeiras.

Além dos títulos, a carreira de Aranha também ganhou um episódio em 2014, quando ainda era jogador do Santos. Ele foi vítima de racismo na Arena do Grêmio, em um jogo do Peixe como visitante no Sul. Os insultos foram flagrados pelas câmeras e repercutiram por todo o país.

Tore Andre Flo: o carrasco da Seleção Brasileira

Por Ricardo Pilotto
Foto: arquivo

Tore Andre Flo enfrentando Junior Baiano na Copa do Mundo de 1998

Tore Andre Flo, ex-jogador norueguês, completa 48 anos de idade neste dia 15 de junho de 2021. O atleta é muito lembrado pelos torcedores da Seleção Brasileira, já que em duas partidas diante da Amarelinha, o artilheiro escandinavo marcou três gols.

No primeiro encontro, o Brasil fez uma partida amistosa contra a Noruega que antecedia o Torneio da França e a Copa América, no dia 30 de maio de 1997, em Oslo. Nesta oportunidade, a seleção norueguesa venceu a brasileira pelo placar de 4 a 2, com dois tentos de Tore Flo.

Neste jogo, a Noruega abriu uma vantagem de 2 a 0 e o Brasil diminuiu com gol de Djalminha, mas ainda no primeiro tempo, Tore que já havia feito o segundo, apareceu novamente e fez o terceiro de cavadinha na saída de Taffarel. Na sequência, Romário faria um belo gol, mas os noruegueses ainda conseguiriam marcar o quarto gol na partida.

No final do ano de 1997, o sorteio para a Copa do Mundo de 1998 que seria realizada na França, colocou brasileiros e noruegueses no Grupo A da competição. Foi então, no dia 23 de junho de 1998, em partida válida pela última rodada da primeira fase do mundial, a Amarelinha jogou diante da Noruega no estádio Vélodrome, em Marselha, em 23 de junho.

Em uma partida de diversas oportunidades criadas durante todo o tempo regulamentar, o Brasil saiu na frente com gol de Bebeto aos 33 minutos de jogo do segundo tempo. Mas cinco minutos depois, Tore Flo apareceu para marcar o gol de empate da seleção norueguesa. E já aos 43 minutos, a Noruega ainda chegou a virada com gol de Rekdal de penâlti, dando números finais a mais uma vitória escandinava sobre o Brasil e a classificação para a segunda fase.


No geral de sua carreira na seleção da Noruega de 1995 a 2004, defendeu a seleção nórdica em 76 oportunidades e marcou 23 gols, atingindo o mesmo número de Ole Gunnar Solskjær, atual treinador e um dos maiores ídolos do Manchester United. Após nove anos de serviços prestados, Tore Andre Flo deixou de jogar pelos escandinavos no dia 11 de julho de 2004 em uma partida amistosa diante do Egito.

Tauã é o novo volante da Portuguesa de Desportos

Com informações da Portuguesa de Desportos
Foto: divulgação Portuguesa

Tauã foi apresentado nesta terça-feira

A Portuguesa de Desportos anunciou a contratação do volante Tauã, de 26 anos, para a sequência da disputa do Campeonato Brasileiro da Série D de 2021. O jogador, que foi apresentado nesta terça-feira, dia 15, foi um dos destaques do acesso do Água Santa no Paulistão A2.

Antes de defender o time de Diadema, Tauã somou passagens pelo EC São Bernardo, Comercial, Portuguesa Santista e Boa Esporte. Na Lusa ele reencontra o companheiro Marzagão, com quem formou dupla que conquistou o acesso no Campeonato Paulista deste ano.

Tauã já realizou todos os exames médicos e se apresentou à comissão técnica para iniciar os trabalhos sob comando de Fernando Marchiori. Com a documentação regularizada, ele fica à disposição para a partida do final de semana, contra o Santo André.

Ficha técnica - Nascido em Caraguatatuba, no Litoral Norte do Estado de São Paulo, Tauã Antunes é volante, tem 26 anos, 1m76m e 77 kg. Clubes: São José dos Campos FC (atual Joseense), Lemense, EC São Bernardo, São José EC, Comercial, Portuguesa Santista, Boa Esporte e agora Portuguesa de Desportos.


Série D - Com dois pontos ganhos nos empates contra Cianorte e Madureira, a Portuguesa de Desportos ocupa a quarta colocação do Grupo A07 do Brasileirão Série D 2021. O jogo contra o Santo André está marcado para o sábado, dia 19, às 15 horas, no Canindé, em São Paulo.

Há 10 anos, Santos segurava o zero contra o Peñarol no primeiro jogo da final da Libertadores

Por Lucas Paes
Foto: Reuters


Duelo ficou no zero no Uruguai

O dia 15 de junho de 2011 marcava o início da decisão da Copa Libertadores daquele ano. Rivais antigos com história na competição, Santos e Peñarol começaram naquela noite à decidir o dono da taça. Jogando no Uruguai, o Alvinegro Praiano segurou a pressão aurinegra, buscou alguns ataques e inclusive perdeu a melhor chance do jogo, mas garantiu um empate por 0 a 0 que abriu excelentes possibilidades para a quarta-feira seguinte no Pacaembu. O tri estava próximo.

O Santos vinha de classificação diante do Cerro Porteño na semifinal, depois de vencer no Pacaembu por 1 a 0 e empatar por 3 a 3 no Paraguai. O Peñarol, por sua vez, havia vencido o Vélez pelo placar mínimo no Centenário e garantido a vaga com uma derrota por 2 a 1 na Argentina, com o marcante pênalti perdido por Santiago Silva que daria a vaga ao Fortín. 


A primeira chance do jogo foi santista, num chute de Zé Eduardo para defesa de Sosa. Pouco depois, Oliveira dividiu com Rafael e a bola sobrou com a defesa santista, no primeiro lance agudo do aurinegro. Aos 19', numa linda jogada de Neymar, ele tocou para Alexsandro que obrigou Sosa à fazer uma excelente defesa. Na sequência, Bruno Rodrigo mandou uma cabeçada no travessão após cruzamento de Elano. Aos 23', Gonzalez perdeu ótima chance para o Peñarol, numa bola roubada na defesa, na sequência, Alexsandro teve outra boa finalização para defesa de Sosa. A melhor chance uruguaia foi perdida por Rodriguez, aos 44', num chute sozinho com Rafael que ele mandou por cima.

Na etapa final, logo aos três minutos, Zé Eduardo teve a melhor chance do jogo até ali, quando pegou sobra na cara de Sosa e chutou para ótima defesa do arqueiro carbonero. O jogo foi ficando mais travado, com poucas chances, até que aos 26', Zé Eduardo tentou de cabeça para fora. Na sequência, numa bola confusa, Oliveira teve boa chance na área, mas pegou mal e Rafael defendeu tranquilo. O atacante uruguaio perdeu outra boa chance pouco tempos, sendo travado por Arouca dentro da área. Aos 40', Alonso chegou a marcar o gol para o Peñarol num chute cruzado em que ele completou para o gol debaixo das traves, mas ele estava impedido. Com esse gol anulado, o placar ficou mesmo em zero a zero.


Com o resultado, o Santos precisava apenas de uma vitória simples para sair do Pacaembu campeão daquela edição da Copa Libertadores. Neymar, Ganso, Danilo, Rafael, Elano, Léo e todos os demais jogadores estavam muito perto de fazer história, o que seria confirmado uma semana depois, num dos dias mais felizes da história do Peixe.

Daniel Amorim comemora primeiro gol pelo Vasco e projeta reencontro com ex-clube

Foto: Rafael Ribeiro / Vasco

Daniel Amorim comemorando o primeiro gol pelo Vasco

O Vasco mostrou mesmo ser o time da virada. Jogando em Pelotas, diante do Brasil, pelo Brasileirão Série B, a equipe carioca acreditou até os minutos finais para buscar dois gols e sair com os três pontos, vencendo o duelo por 2 a 1.

O primeiro gol cruz-maltino também foi o primeiro de Daniel Amorim com as cores do Vasco. Contratado recentemente, o camisa 17 vibrou com o feito, mas principalmente com o triunfo vascaíno.

“Feliz demais de poder entrar e ajudar fazendo gol, que é minha função. Foi meu primeiro gol pelo Vasco, um clube gigante, de história maior ainda, então é claro que vai ficar marcado. O que me deixou ainda mais contente foi termos virado o jogo e conseguido a vitória. A gente já merecia todos lutaram muito para isso”, afirmou o centroavante, que chegou do Tombense, onde fez sete jogos e seis gols

O Vasco agora se prepara para mais um duelo na Série B do Brasileirão. E o adversário é um velho conhecido de Daniel Amorim. Pelo Avaí, se destacou e marcou 19 gols no total. Em 2019, por exemplo, atingiu média de 0,50 gols por jogo – com 28 partidas e 14 bolas na rede. Uma delas justamente contra o Vasco, em duelo pela Série A que acabou em 1 a 1.


“Estamos numa sequência boa, todos se doando muito. Passamos de fase na Copa do Brasil e fomos buscar essa vitória fora de casa pela Série B. Agora temos o Avaí. Já joguei lá, eles têm vários jogadores experientes, um time bom. Em 2019, eu tive a felicidade de marcar aqui contra o Vasco. Agora meu foco é estar preparado para aproveitar a oportunidade, se ela aparecer, e marcar com as cores do clube, ajudando na conquista de mais uma vitória”, finalizou Daniel Amorim.
Proxima  → Inicio

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações