casasdeapostasbrasil.com

Governo de São Paulo libera 30% de público nos estádios a partir de 4 de outubro

Com informações do GE
Foto: divulgação / Governo SP

O governador de São Paulo, João Doria

O Governo do Estado de São Paulo decidiu na noite desta quinta-feira, depois de orientação do Comitê Científico, autorizar o retorno do público aos estádios de futebol paulistas a partir do dia 4 de outubro. Anteriormente, a previsão de liberação era para 1º de novembro.

De acordo com comunicado do Governo, a capacidade será limitada para 30% do setor, com o cumprimento de todas as normas sanitárias e de prevenção contra a Covid-19. A previsão é que a capacidade seja ampliada para 50% depois de 16 de outubro. E para 100% em 1º de novembro.

Os clubes terão de exigir dos torcedores que forem aos estádios um comprovante com esquema vacinal completo (duas doses da vacina Coronavac, Astrazeneca e Pfizer ou dose única da Janssen).

Aqueles que tiverem apenas uma dose das vacinas de duas doses precisam apresentar um teste negativo com validade de 48 horas para o tipo PCR ou de 24 horas para os de antígeno. O uso de máscara, segundo o protocolo, será obrigatório em todo o estádio.


Até agora, no estado de São Paulo, 69% dos adultos estão com o esquema vacinal completo (53% da população geral). Na capital, onde estão os times de maior torcida, 74% da população adulta já tem duas doses ou a dose única.

No caso dos jogos da Série A do Campeonato Brasileiro, a CBF tem marcado para o próximo dia 28 um Conselho Técnico para debater entre todos os 20 clubes o retorno do público aos estádios.

Torcedores da Briosa protestam na Câmara de Santos contra possível ida do clube para a Praia Grande

Por Lucas Paes
Foto: Divulgação/Força Rubro Verde

Torcedores da Briosa na Câmara de Santos

Torcedores da Portuguesa Santista, entre membros da torcida organizada do clube (a Força Rubro Verde) e frequentadores mais antigos das arquibancadas de Ulrico Mursa se mobilizaram para se manifestar contra a possível mudança do estádio do clube para a Praia Grande, em plenário ocorrido no início da noite desta quinta, dia 23, na Câmara Municipal de Santos. Diversos vereadores falaram sobre o assunto, principalmente depois das considerações de Rui de Rossis (PSL), ex-jogador do clube e notório torcedor rubro-verde.

Resumindo rapidamente, os terrenos da Briosa, que ficam em volta do Estádio Ulrico Mursa, são de propriedade federal e foram a leilão recentemente, arrematados pelo Grupo Peralta, de Praia Grande, que pretende levar o estádio para a sua cidade de origem. Desde que a situação se expôs, torcedores tentam se mobilizar para evitar que a casa da Briosa não seja retirada de Santos.


A fala mais apaixonada sobre a questão envolvendo a Briosa veio do vereador Rui de Rossis, conhecido torcedor rubro-verde, que citou questões históricas, contando um pouco da trajetória do clube e fez um apelo para evitar que a cidade perdesse "um de seus maiores patrimônios". Já no finalzinho da sessão, ainda foi executado o hino da Portuguesa Santista, cantando a plenos pulmões pelos torcedores presentes.

A mobilização maior foi organizada pela torcida organizada do clube, a Força Rubro Verde, que compareceu e estendeu faixas e bandeiras, desde tradicionais, como a bandeira da torcida, até protestos, como uma faixa que citava "Em Santos desde 1917". A organizada também soltou nota nas redes sociais cobrando um posicionamento da diretoria do clube, citando que: "A cobrança é geral e será feita até o objetivo ser alcançado. Lembrando que não queremos notas oficiais e discursos", exigindo também "Ações por parte de todos". 


Na terça-feira, o conselho da Portuguesa Santista se reúne no clube a partir das 18h30 para votar a proposta do Grupo Peralta de mudança do estádio e reforma do clube. Será lá que o Grupo Peralta apresentará a proposta de parceria sobre a mudança do estádio para a Praia Grande.

FPF lança livro inédito com toda história do futebol paulista

Foto: Rodrigo Corsi / FPF

O livro foi lançado nesta quinta-feira, dia 23

A biblioteca do futebol nacional ganha uma obra definitiva, que abrange desde o nascimento do futebol em 1894, até as mais recentes decisões de Campeonato Paulista. A Federação Paulista de Futebol, em parceria com a Campo de Ação, do historiador Rodolfo Kussarev, e patrocínio da Kalunga, lança o livro "125 Anos de História - A Enciclopédia do Futebol Paulista", fruto de mais de cinco anos de pesquisas.

O projeto também contou com a participação de jornalistas e pesquisadores. Entre eles estão nomes conhecidos no futebol paulista, como Fernando Martinez, dos Jogos Perdidos, Raoni David, hoje na FPF, e Ruben Fontes Neto, que jpa trabalhou na FPF e hoje toca o 1902 Futebol.

A obra, com 556 páginas, reproduz todos os campeonatos oficiais das mais diversas divisões da FPF e de suas antecessoras na organização do futebol desde 1902, ano de disputa do primeiro Campeonato Paulista. A venda do livro, em tiragem limitada, estará disponível apenas para compra on-line em www.onzecultural.com.br a partir do dia 23 de setembro.

"Estipulamos uma pretensiosa missão de elaborar e oferecer uma obra definitiva e detalhada sobre o nosso futebol. O resultado é um livro completo, que resgata todos os clubes e competições organizadas pela FPF e suas antecessoras, além de contar histórias de grandes personagens da bola", diz Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF.

Os levantamentos que sustentam a obra mobilizaram também 20 pesquisadores e o Departamento de Comunicação da FPF. A obra ainda resgata e homologa competições que permaneceram "esquecidas" no passado, além de incluir dois novos campeões paulistas na galeria dos vencedores do maior Estadual do país e também homologar os títulos dos campeonatos das demais divisões de 1916 a 1946 e do Feminino, desde 1987.

“Foram mais de 4 anos de trabalho de pesquisa, produção de textos, imagens e finalização do livro mais completo da história do futebol paulista. Em tempos difíceis, lançar uma obra como esta só foi possível graças a dedicação de diversos profissionais que contribuíram para esta realização”, afirma Bernardo Itri, vice-presidente executivo de comunicação e marketing da FPF, que editou o livro.

"O resultado desse trabalho é um resumo detalhado não apenas dos campeonatos de Primeira Divisão, mas também os das Segunda, Terceira, Quarta, Municipal e do Interior que foram esquecidos pela história, mas que foram fundamentais para o desenvolvimento do nosso esporte", diz Kussarev.

A enciclopédia foi dividida em categorias, como a relação cronológica dos campeonatos, ano a ano, com todos os detalhes de participantes, campanhas, fotos e curiosidades. Na Seção dos Clubes, estão listadas mais de 800 agremiações, do passado e do presente, de centenas de cidades paulistas.

"125 Anos de História - A Enciclopédia do Futebol Paulista" foi editado com patrocínio da Kalunga. “A Kalunga tem em seu DNA o apoio ao esporte, pois acredita nele como objeto transformador e de inclusão. A Federação Paulista de Futebol tem grande importância para o esporte não só brasileiro, como mundial, e esse livro traduz todo o brilhante trabalho realizado até aqui, para nós motivo de muito orgulho contribuir com esse projeto”, afirma Paulo Garcia, Presidente do Conselho de Administração da Kalunga S.A.


Vendas - Lançada oficialmente nesta quinta-feira, 23 de setembro, o livro ‘125 anos de história – A Enciclopédia do Futebol Paulista’ está disponível para venda nos seguintes locais:





LIVRARIA PONTES
Rua Dr. Quirino, 1223 – Centro
Campinas-SP
CEP 1305-081
Telefone: (19) 3236-0943
WhatsApp: (19) 9-9850-4805
e-mail pontes.livraria@gmail.com

O Juventus campeão paulista de 1934

Com informações do CA Juventus e GE
Foto: arquivo

O Fiorentino, hoje Juventus, campeão paulista de 1934

Nesta quinta-feira, dia 23, a Federação Paulista de Futebol reconheceu o título Paulista da Primeira Divisão do Clube Atlético Juventus, conquistado no ano de 1934 sob a denominação de Clube Atlético Fiorentino, eternizando o Moleque Travesso na seletiva galeria dos grandes campeões paulistas de futebol.

O pedido para o reconhecimento desse título, anteriormente formulado, teve como base a documentação elaborada e juntada pelo historiador e membro do Conselho Deliberativo do Clube Atlético Juventus, Sr. Angelo Eduardo Agarelli. Ele se baseou no livro "Esquecidos", que contou com a pesquisa de vários jornalistas do Estado de São Paulo e que também elaboraram o livro dos 125 anos do futebol paulista, que confirma o título.

O presidente Antonio Ruiz Gonsalez, em nome do Clube Atlético Juventus, recebeu das mãos do presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, uma placa alusiva ao fato. No encontro dos dirigentes, na sede da FPF, foi apresentado o Troféu conquistado na época. O feito foi inserido na obra "125 Anos de História- A Enciclopédia do Futebol Paulista" - lançada nesta data.

Além do Moleque Travesso, o Albion, time que já foi extinto e hoje não tem qualquer resquício de sua existência, também passa a ser considerado campeão paulista de 1933, ao lado do Palestra Itália.

A campanha do título - O Clube Atlético Fiorentino teve uma campanha perfeita no Campeonato Paulista Amador de 1934. Foram sete vitórias e um empate, além de outras três vitórias por W.O. No jogo que garantiu o título, o Fiorentino venceu a Ponte Preta, por 5 a 3, na Rua Javari, com gols marcados Euvaldo, Euclydes, Raul, Bellacosa e Moacyr.

A conquista da competição credenciou a equipe a disputar a decisão do Campeonato Estadual contra a Ferroviária de Pindamonhangaba, campeã amadora do interior. O Fiorentino venceu a partida de ida, fora de casa, por 5 a 0, e sacramentou a conquista com mais uma vitória na Rua Javari, por 3 a 1. Já em 1935 o Juventus retomou o profissionalismo e passou a jogar novamente com o seu nome atual.


Pedido de reconhecimento - O Juventus lutava pelo reconhecimento do título paulista de 1934 há alguns anos. Em 2018 o então presidente do clube, Domingos Sanches, esteve na sede da Federação Paulista e pediu isso ao presidente Reinaldo Carneiro Bastos.

Na ocasião, o dirigente juventino entregou diversos documentos em dossiê elaborado por um conselheiro clube, na tentativa de comprovar que a conquista deveria ser considerada oficial, algo que passa a valer a partir de agora.

A história de Paulo Bonamigo com o Grêmio

Por Lucas Paes
Foto: Arquivo 

Paulo Bonamigo no Grêmio

O gaúcho Paulo Bonamigo,, atualmente treinador com passagem por diversos clubes, que completa 51 anos neste dia 23, foi durante vários anos um meia de boa qualidade que também rodou por vários clubes brasileiros. Ao longo de sua carreira dentro das quatro linhas, porém, em nenhum clube ele teve uma ligação tão forte quanto a que teve nos 11 anos em que atuou pelo Grêmio, num dos maiores momentos da história do tricolor gaúcho.

Paulo chegou a base do Grêmio já mais velho, estreando no time profissional em 1978, mais especificamente no dia 11 de setembro, numa partida diante do Inter, pelo Campeonato Gaúcho, que terminou com vitória do rival gremista pelo placar mínimo. Naquele período, atuou mais pela equipe aspirante, voltando a jogar pelo profissional pela segunda vez só no ano de 1980, em um amistoso diante do Bahia. 

Aos poucos começa a ganhar mais espaço no time e marca seu primeiro gol em uma partida contra o Juventude, no Campeonato Gaúcho, em 6 de setembro de 1981, as vésperas de completar 21 anos. Apesar de não ser exatamente um titular constante, entrava bastante nas campanhas dos maiores títulos da história do clube, fazendo parte do time campeão da Libertadores de 1983. Entrou inclusive na final do Mundial Interclubes diante do Hamburgo.

Ganha mais destaque principalmente a partir da metade final dos anos 1980, quando passa a ser mais vezes titular da equipe, se destacando principalmente nas quatro conquistas seguidas do Campeonato Gaúcho entre 1985 e 1988. Mesmo assim, não era um meia de características artilheiras, sendo mais um criador de jogadas e articulador da saída de bola do que propriamente dito um camisa 10. 


Marca seu último gol pelo Imortal curiosamente em 1988, já em dezembro, num jogo diante do Santos, válido pelo Brasileirão daquele ano, na Vila Belmiro, em que um dos gols santistas foi marcado pelo saudoso doutor Sócrates. Faz sua última partida pelo Tricolor em 2 de Abril de 1989, numa vitória diante do Esportivo de Bento Gonçalves pelo Campeonato Gaúcho. No total, atua em 489 partidas, marcando 44 gols. Foram cinco estaduais, um Brasileirão, uma Libertadores e um Mundial ganhos a serviço do clube. 

Deixou o Grêmio depois de 11 anos para jogar justamente pelo arquirrival Internacional, onde ficaria até 1992. Atuou profissionalmente até 1996, quando pendurou as chuteiras pelo Madureira antes de virar treinador. Ainda conquistou um Campeonato Gaúcho pelo Inter em sua trajetória como jogador profissional. 

São Caetano vence o Santos com gol do meio de campo - A rodada do Paulista Sub-20

Por Ricardo Pilotto
Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC

São Caetano venceu o Santos no CT Rei Pelé

Entre as tardes desta quarta-feira, dia 22 e quinta, dia 23, tivemos a realização da 8ª rodada do Paulistão Sub-20 de 2021. O destaque desta vez fica por conta do São Caetano que venceu o Santos pelo placar de 3 a 1 jogando no CT Rei Pelé. Com o triunfo, o Azulão segue forte na briga pela classificação para a próxima fase da competição.

No Grupo 1, o Mirassol goleou o Olímpia pelo placar de 4 a 1, em partida isolada das demais; o Fernandópolis bateu o Monte Azul por 1 a 0 no estádio Cláulio Rodante e América de São José do Rio Preto empatou com o líder Tanabi em 2 a 2. Na penúltima rodada, o América de Rio Preto receberá o Leão da Alta Araraquarense; o TEC terá de jogar diante do AMA em seus domínios e o OFC vai ter a visita do Fefecê.

Pelo Grupo 2, o Vocem perdeu para o Assisense por 2 a 1 em casa; XV de Jaú empatou com o Taquaritinga em 1 a 1 e o foi derrotado pela Penapolense pelo placar de 2 a 1. Na próxima rodada, o MAC receberá o Bellininho; a Pantera do Noroeste enfrentará o CAT no Estádio Municipal Tenente Carriço e o Falcão do Vale terá o Galo da Comarca em sua casa.

Na chave 3, a Ferroviária aproveitou os 100% de aproveitamento até aqui aplicando uma goleada de 6 a 0 para cima do Velo Clube; o XV de Piracicaba foi derrotado pelo Independente por 2 a 1 e a Inter de Limeira perdeu para o Grêmio São Carlense também pelo placar de 2 a 1. Na rodada seguinte, o Leão da Paulista receberá a Ferrinha no estádio Major Levy Sobrinho, o Lobo da Central retornará a sua casa para enfrentar o Galo da Vila Esteves e o Velão jogará em casa diante do Nhô Quim.

No Grupo 4, a Itapirense não conseguiu sair do 0 a 0 com a Ponte Preta; o Brasilis caiu derrotado diante do Rio Branco por 2 a 1 e o Amparo empatou em 2 a 2 com o time do Jaguariúna. Na próxima rodada, o Leão da Montanha recebe a Esportiva; o Jaguariúna jogará em casa com o Tigre de Americana e a Macaca enfrentará a Arara em Itapira.

Pelo Grupo 5, o Guarani empatou em 1 a 1 com o Ituano, São Bernardo FC perdeu para o Desportivo Brasil em casa por 1 a 0 e o Capivariano foi derrotado pelo Atibaia também pelo placar de 1 a 0. Na penúltima rodada desta fase, o Leão da Sorocabana receberá o Bugre; o Falcão jogará em casa com o DB e o Galo de Itu enfrentará o Tigre do ABC em seus domínios.

Na chave 6, o Corinthians conseguiu triunfo diante o Juventus por 3 a 0 em jogo isolado do grupo; a Portuguesa bateu o Nacional por 3 a 0 e o Red Bull Bragantino venceu o Ibrachina pelo placar de 1 a 0. Na próxima rodada, o Massa Bruta recebe o Coringão no CFA; o Ibrachina jogará em casa diante do Naça e o Moleque Travesso enfrentará a Lusa, na Rua Javari.

No Grupo 7, o Audax levou a melhor no clássico diante do Grêmio Osasco vencendo o embate por 4 a 2; o São Paulo ganhou do Oeste de 2 a 1 e o São Bento goleou o Sport Club Brasil por 4 a 1. Na partida seguinte, o Bentão receberá os Vermelhinhos em seus domínios, o GE enfrentará o Tricolor Paulista e o SC Brasil jogará diante do Rubrão em Embu das Artes.

Pelo Grupo 8, o Palmeiras bateu o São José por 3 a 0; o Taubaté empatou com o Flamengo de Guarulhos em 1 a 1 e o União Mogi ganhou do Ecus de 2 a 0. No próximo jogo, a Serpente do Tietê receberá o Verdão; o Leão Colorado terá o Flamenguinho para enfrentar em Suzano e a Águia do Vale terá o clássico do Vale do Paraíba diante do Burro da Central.


Por fim na chave 9, o Santos perdeu para o São Caetano por 3 a 1 no CT Rei Pelé, com direito a golaço de Vitor Ferezin da equipe azulina, do meio de campo; a Portuguesa Santista recebeu o líder Água Santa e foi derrotada por 1 a 0 e o EC São Bernardo ficou no empate em 1 a 1 com o Santo André. Na próxima rodada, o Peixe vai ao Estádio Municipal Gíglio Portugal Pichinin em São Bernardo do Campo, para jogar diante do Cachorrão; o Ramalhão enfrentará o Netuno em Mauá e o Azulão jogará com a Briosa ainda na briga pela segunda colocação do grupo.

Todos os jogos da 9ª rodada ocorrerão na próxima quinta, dia 30, às 15h. O Campeonato Paulista sub-20 é inteiramente transmitido pela Elevensports, podendo ser acessado gratuitamente.

FPF homologa 104 títulos paulistas de diversas divisões


Obra que chega com a pretensão de ser a mais completa da história do futebol de São Paulo, o livro ‘125 anos de história. A Enciclopédia do Futebol Paulista’ tem no reconhecimento de títulos históricos um grande apelo. Além do Juventus e do Albion, novos campeões do Paulistão com os títulos da década de 1930 reconhecidos, outras tantas equipes -extintas e em atividades- passarão a ostentar novas conquistas em suas galerias. No total, são 104 homologações.

Os títulos mais importantes serão homologados ao Juventus e ao já extinto Albion, que com as conquistas dos campeonatos da antiga e extinta FPF, em 1933 e 1934, respectivamente, passam a figurar na galeria de campeões do Paulistão. O clube da Mooca também passa a ser o primeiro campeão do Paulistão Feminino, com o título conquistado em 1987.

“Para nós é uma felicidade muito grande depois de 87 anos ser reconhecido como campeão paulista”, disse o presidente juventino Antônio Ruiz Gonsalez, que recebeu uma placa em homenagem à conquista das mãos do presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, na manhã desta quinta-feira (23), na sede da entidade.

Dentre os clubes ainda filiados e em atividade, o equivalente à Série A2 atual é o campeonato que mais tem ‘novos campeões’. Destaca-se neste quesito o Taubaté, triunfante em quatro ocasiões -1918, 1926, 1928 e 1942- e que passa a ser um dos maiores vencedores da história do torneio. Com três novas conquistas do segundo escalão estadual, aparece a Portuguesa Santista -1932, 1933 e 1934. Amparo, Guarani, Paulista, Ponte Preta, Rio Branco e Rio Claro somam duas taças; enquanto Batatais, Botafogo, Jabaquara, Juventus, Noroeste, Velo Clube e XV de Piracicaba terão um título a mais.

Confira a lista de títulos homologados aos clubes ainda em atividade:

Taubaté
4 Série A2
1918 (Campeonato do Interior APEA)
1926 (Campeonato do Interior LAF)
1928 (Divisão do Interior LAF)
1942 (Campeonato da Divisão do Interior FPF)

Juventus
1 Série A1
1934 (Campeonato Oficial FPF1, como CA Fiorentino)
1 Série A2
1929 (1ª Divisão APEA, como Cotonifício Rodolfo Crespi FC)
1 Paulista Feminino
1987 (1º Campeonato Estadual de Futebol Feminino FPF)

Portuguesa Santista
3 Série A2
1932 (Divisão Santista APEA)
1933 (Divisão Santista APEA)
1934 (Divisão Santista APEA)

Amparo
2 Série A2
1928 (Divisão do Interior LAF)
1930 (Campeonato de Futebol do Interior APEA)

Guarani
2 Série A2
1932 (Divisão Campineira APEA)
1944 (Campeonato da Divisão do Interior FPF)

Paulista
2 Série A2
1919 (Campeonato do Interior APEA)
1921 (Divisão do Interior APEA)

Ponte Preta
2 Série A2
1927 (Campeonato do Interior LAF)
1933 (Divisão Campineira APEA)

Rio Branco
2 Série A2
1922 (Divisão do Interior APEA)
1923 (Campeonato do Interior APEA)

Rio Claro
2 Série A2
1928 (Divisão do Interior LAF)
1929 (Divisão do Interior LAF)

Batatais
1 Série A2
1945 (Campeonato da Divisão do Interior FPF)

Botafogo
1 Série A2
1927 (Campeonato do Interior APEA)


Jabaquara
1 Série A2
1927 Divisão Santista, Série Principal LAF, como Hespanha AC Extra)

Noroeste
1 Série A2
1943 (Campeonato da Divisão do Interior FPF)

Velo Clube
1 Série A2
1925 (Campeonato do Interior APEA)

XV de Piracicaba
1 Série A2
1931 (Campeonato de Futebol do Interior APEA)

Diego Torres celebra marca importante e projeta "jogo de seis pontos" pelo CRB

Foto: Francisco Cedrim/CRB

Diego Torres crê no acesso do CRB

Com um gol do argentino Diego Torres, o CRB venceu o GE Brasil por 1 a 0, na última terça-feira, dia 21. O triunfo em Pelotas manteve a equipe alagoana na quarta colocação da Série B do Brasileirão, agora com 44 pontos somados em 25 jogos.

"Resultado muito importante, construído com o empenho de toda a equipe. Sabíamos que ia ser um jogo difícil, pegado, e lutamos do primeiro ao último minuto por essa vitória. Fico feliz por ter colaborado com um gol", avaliou o meio-campista, que chegou a oito gols nesta Série B — 12 na temporada.

Além de decretar a vitória do Alvirrubro, o tento marcado por Diego Torres fez o meia alcançar uma marca significativa. Ele chegou a 40 participações para gol no futebol brasileiro, onde atua desde 2018, quando foi contratado pela Chapecoense. São 21 bolas na rede e 19 assistências, por Chape e CRB.

"Atuar no Brasil sempre foi um sonho, e é muito bom poder construir uma história por aqui. Vou seguir trabalhando para melhorar ainda mais esses números e ajudar o CRB a conquistar os seus objetivos", destacou o atleta.


Diego Torres também projeta o "jogo de seis pontos" com o Avaí, próximo desafio do CRB. A equipe catarinense ocupa a sexta posição da Série B, com 40 pontos, apenas quatro a menos que o Alvirrubro. "Vais ser um jogo de seis pontos, fundamental para seguirmos no G4. O grupo está focado e vamos trabalhar bem nos próximos dias para fazer mais uma grande partida", finalizou.

CRB e Avaí se enfrentam no sábado, dia 25, às 18h30, no estádio Rei Pelé, em Maceió. O duelo será válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B.

Destaque na intertemporada do Fénix, lateral Santiago Franca mira disputa do Clausura Uruguaio

Foto: divulgação / CA Fênix

Santiago Franca pelo Fênix

A temporada de 2021 tem sido especial para Santiago Franca, uma das jovens promessas do futebol uruguaio. O lateral-esquerdo, de 18 anos, foi integrado aos profissionais do Fénix em junho e, nas últimas semanas, esteve presente na intertemporada do time, em preparação para o Torneio Clausura.

“Foi um período de muito trabalho junto com o elenco, importante para a minha evolução e para ganhar entrosamento. Busquei aproveitar da melhor forma e fico feliz por mais essa oportunidade”, avaliou o atleta, que teve destaque nos amistosos contra Rocha e Villa Teresa, vencidos pelo Fénix por 3 a 2 e 1 a 0, respectivamente.

Passada a intertemporada, o Fénix iniciou a disputa do Clausura Uruguaio, onde já disputou duas rodadas — vitória por 3 a 1 sobre o Rentistas e empate em 0 a 0 com o Peñarol. Em busca do seu espaço entre os profissionais, Santiago Franca destaca o foco em ajudar o time na competição nacional.


“O nosso objetivo é fazer uma boa campanha no Clausura, lutando na parte de cima da tabela, e espero ajudar. Sigo treinando forte para estar em boas condições quando for acionado”, concluiu o defensor, que acredita no bom desempenho da equipe.

“Vi a oportunidade do gol e consegui aproveitar”, falou Silvinho após a vitória do Criciúma

Foto: divulgação Criciúma

Silvinho comemorando o gol

Pela segunda rodada da Copa Santa Catarina 2021, o Criciúma venceu o Juventus de Jaraguá pelo 2 a 0, em partida realizada na última quarta-feira, dia 22, no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul. O atacante Silvinho marcou o segundo gol da equipe.

“Estava procurando finalizar desde o começo do jogo. Naquela hora o time deles estava com um a menos, um pouco cansado também, eu vi a oportunidade, pedi a bola para o Renan e deu certo, feliz por mais um gol. Agora é descansar e focar em nosso objetivo, que é fazer uma excelente Copa”, falou.

Na tabela de classificação, o Criciúma está em 5º lugar, com 3 pontos conquistados.


O próximo jogo da equipe na Copa Santa Catarina será na quarta-feira (29 de setembro), diante do Caçador, às 20 horas, fora de casa. Porém, antes disso, o time terá a última partida da fase de grupos da Série C do Campeonato Brasileiro, que será no sábado (25), às 17 horas, contra o Figueirense.
Proxima  → Inicio

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações