casasdeapostasbrasil.com

São Caetano leva virada da Ponte e fica em situação complicada no Paulistão

Por Ricardo Pilotto
Foto: Foto: Leo Lima / AD São Caetano

Walter domina a bola no meio de campo

Na noite desta quarta-feira, dia 22, com a partida terminando já na madrugada de quinta, dia 23, o São Caetano recebeu a Ponte Preta no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, em partida válida pela 7ª rodada do Paulistão 2021. O confronto entre o Azulão e a Macaca terminou com o placar de 2 a 1 para a equipe visitante.

Na última rodada, o São Caetano foi a Sorocaba para jogar contra o São Bento e empatou por 1 a 1, em jogo válido da 6ª rodada. Já a Ponte Preta, recebeu o Santos no Moisés Lucarelli e venceu por 3 a 0, em jogo da quinta rodada.

Nos primeiros minutos da partida, quem partiu para cima foi a Ponte Preta. Tentou fazer a pressão dos 15 minutos iniciais, enquanto o São Caetano apostava nos contra ataques. Mas na marca dos 11 minutos, teve lance polêmico. Em ataque do São Caetano, Walter dividiu uma bola com o zagueiro da Macaca. O lance precisou de revisão VAR, mas o árbitro manteve a decisão de campo e a Ponte ficou com o tiro de meta. O São Caetano foi para cima. Aos 16 minutos, o São Caetano teve uma falta perigosa a seus favor. Na cobrança, Charles chutou forte em direção ao gol e após os goleiro espalmar e a bola resvalar na trave, Caetano conferiu no rebote e abriu o placar para o Azulão. 

Após o gol, a equipe de Campinas tentou ir para cima em busca do gol de empate, mas acabou não conseguindo criar chances claras para igualar o marcador. Se mostrou uma equipe muito nervosa, errando muitos passes. A Ponte tentou voltar a ditar o ritmo da partida, e chegou a fazer um gol, mas acabou sendo anulado por impedimento no início da jogada. Continuou sendo um time que não tinha calma para definir as jogadas como antes de conseguir o gol que acabou não sendo validado. Na marca dos 49 minutos, a equipe da campineira teve um pênalti dado ao seu favor através do VAR, que interferiu no lance e mudou a decisão de campo. Camilo foi para a cobrança da penalidade e converteu. E este acabou sendo o placar do primeiro tempo: 1 a 1.

A segunda etapa começou do mesmo jeito da primeira. A Macaca iniciou indo para cima do Azulão, que apostava nos contra ataques. O jogo acabou não tendo nenhuma chance clara de gol nos 15 minutos iniciais. A primeira oportunidade foi com Walter, que de fora da área arriscou um belo chute e exigiu uma boa defesa de Ygor Vinhas. A Ponte conseguiu encaixar um bom contra golpe, mas não conseguiu finalizar a jogada da maneira correta.


O jogo foi ficando cada vez mais movimentado, mas na região do meio de campo. O jogo ficou muito brigado com o passar do tempo. Com isso, o número de chances criadas caiu bastante. Mas, nos acréscimos, Moisés fez o gol da vitória da Ponte aos 45 minutos, em uma jogada individual pelo lado direito. E foi assim que terminou o jogo: Ponte Preta 2 a 1 para cima do São Caetano.

Na próxima rodada do Paulistão, o São Caetano irá a Ribeirão Preto para enfrentar o Botafogo, em briga direta contra o rebaixamento, no estádio Santa Cruz no próximo domingo (25), às 22h15. Já a Ponte Preta, voltará a jogar em sua casa nesta segunda-feira (26), e receberá a Inter de Limeira no Moisés Lucarelli, às 20 horas.

Lusa fica no zero com Monte Azul e segue sem vencer no Paulistão da A2

Com informações da NETLUSA
Foto: Dorival Rosa / Portuguesa

Lusa segue sem vencer na competição

A Lusa segue mal no Paulistão da Série A2 de 2021. Jogando em Olímpia, onde o Monte Azul mandou o jogo devido à falta de iluminação em seu estádio, a Portuguesa não saiu do zero com o Monte Azul, na noite desta quinta, dia 22. Com alto investimento, os rubro-verdes estão perigosamente próximos das últimas colocações da tabela.

Mal na competição, a Lusa vinha de um empate jogando em casa contra o São Bernardo FC, por 1 a 1. O Monte Azul vinha de uma derrota para o EC São Bernardo, por 2 a 1, em um jogo disputado em Taubaté, no interior de São Paulo.

Diante de um adversário mais frágil do que os anteriores, a Portuguesa conseguiu se defender melhor, mas ainda sofreu com a falta de criação. A primeira chance veio com um cruzamento de Alemão da direita, que passou por Ermínio e não conseguiu ser finalizado por Maykinho.

Aos 40 minutos, Maykinho teve a chance mais clara. Após receber lançamento, Ermínio tocou para o companheiro que ficou frente a frente com o goleiro. Ao invés de arriscar bater de primeira, ele preferiu dominar e na hora da finalização chutou fraco na mão de André. O lance irritou Fernando Marchiori, que sacou o atacante para a entrada de Léo Jaime no intervalo.

A mudança pouco surtiu efeito e no meio do segundo tempo Marchiori apostou nas entradas de Lucas Douglas e Júnior Prego. Apático, o time rubro-verde não conseguiu criar. Fraco tecnicamente, o Monte Azul também não. O único lance de destaque foi a expulsão de Lucas Douglas, que tomou um amarelo por reclamação e 30 segundos depois fez uma falta e acabou expulso. Sem muitas emoções, o jogo terminou mesmo sem gols.


Agora, no sábado, dia 24, ambas as equipes voltam a campo, pela sétima rodada do Paulistão A2. A Lusa recebe o Velo Clube, no Canindé, em São Paulo, às 22h15. Às 22 horas, o Monte Azul vai até Piracicaba e enfrenta o XV, no Barão de Serra Negra.

Briosa leva gol nos acréscimos e fica no empate com o XV de Piracicaba

Por Victor de Andrade
Foto: Fabrizio Neitzke / Agência Briosa

Gualberto fez a jogada do gol de Rodrigo Maranhão

Com um gol no último lance, a Portuguesa Santista não venceu na noite desta quarta-feira, dia 22, no Estádio Ulrico Mursa, em Santos, pela sexta rodada do Paulistão A2 2021. A Briosa vencia o XV de Piracicaba até os 51' do segundo tempo, quando sofreu o gol e a partida terminou empatada em 1 a 1, sendo que a arbitragem tinha dado cinco minutos de acréscimo.

No retorno do Paulistão A2, na última terça-feira, a Portuguesa Santista foi derrotada pelo Atibaia, por 2 a 0, em jogo realizado em São José dos Campos. Já o XV de Piracicaba recebeu o Água Santa, no Barão de Serra Negra, e ficou no empate em 0 a 0.

O jogo começou truncado no meio de campo. Por conta do gramado encharcado, por causa das chuvas que atingem a Baixada Santista desde o início da semana, o toque de bola estava prejudicado, o que deixava a partida pegada e com poucos lances no ataque.


A Portuguesa Santista foi se soltando na partida e abriu o marcador aos 30 minutos. Depois de bela troca de passes, Gualberto deu um passe "açucarado" para Rodrigo Maranhão. O camisa 9 da Briosa invadiu a área e teve calma para finalizar na saída do goleiro: 1 a 0 para a equipe Rubro Verde. Depois do gol, a Briosa continuou melhor, mas o placar não foi alterado até o fim da etapa inicial.

Jogo voltou truncado no segundo tempo, mas com o XV de Piracicaba, tentando empatar, dominando o meio-de-campo, mas sem conseguir ter lances de perigo no ataque. Aos 22', Após cobrança de lateral, a bola bateu no braço do zagueiro João Gabriel e a arbitragem marcou pênalti. Marlyson foi para a cobrança, bateu no meio e o goleiro Leandro Nascimento defendeu. É o segundo jogo seguido em que o goleiro da Briosa pega uma penalidade.


A Briosa acordou após o pênalti e quase ampliou aos 36', com Isaac Prado, depois de contra-ataque. Ele bateu cruzado e a bola passou perto da trave. Nos minutos finais, o XV de Piracicaba foi de vez para a pressão, tentando empatar.

Já nos acréscimos, a Portuguesa teve Isaac Prado expulso. E no último lance da partida, aos 51', o Nhô Quim empatou: em bola alçada na área, ela sobrou para Grigor, que mandou a bola para o fundo das redes. O gol causou confusão, já que a arbitragem tinha dado apenas cinco minutos de acréscimo.

A Briosa volta a campo no sábado, dia 24, quando enfrenta o EC São Bernardo, às 20 horas, no Estádio 1º de Maio, no ABC Paulista. No mesmo dia, só que às 22 horas, o XV de Piracicaba recebe o Monte Azul, no Estádio Barão de Serra Negra.

Jogando em Campinas, pelo Paulistão A2, São Bernardo FC faz 2 a 0 no Juventus

Por Kauan Sousa
Foto: Ale Vianna/C.A.Juventus

São Bernardo fez os dois gols na segunda etapa

Jogando como mandante no Brinco de Ouro, em Campinas, na noite desta quinta-feira, dia 22, o São Bernardo FC derrotou o Juventus por 2 a 0, pela sexta rodada da Série A2 do Paulistão.  O Tigre mandou o jogo fora da cidade de São Bernardo do Campo por conta de problemas no sistema de iluminação no estádio Primeiro de Maio, que já foram corrigidas para o sábado. Com a vitória, o time do ABC chegou a 10 pontos na competição.

Na sétima colocação quando antes do jogo, o São Bernardo vem de um empate em 1 a 1 contra a Portuguesa de Desportos, na última terça-feira em São Paulo. O Juventus perdeu a primeira partida na competição, também na última terça, jogando contra o Taubaté no Ulrico Mursa, em Santos. O muleque travesso foi derrotado por 2 a 1.

O jogo começou movimentado, mas sem grandes chances e antes mesmo dos dez minutos o técnico do São Bernardo já foi obrigado a fazer a primeira substituição, o jogador Rodrigo Alves, saiu machucado e o Léo Castro substituiu.

Aos 30 minutos em uma reposição de bola rápida do goleiro André Dias do Juventus, colocando o atacante Alvinho  frente a frente com o goleiro adversário que foi encoberto após um toque de qualidade, mas o gol foi evitado em cima da linha pelo zagueiro do São Bernardo. O lance gerou muita reclamação dos jogadores e comissão técnica do muleque travesso por acreditar que a bola tinha entrado por completo. A etapa inicial terminou em 0 a 0, placar ruim para o Juventus que teve duas chances claras de gols, mas não conseguiu balançar as redes.

Na etapa final o Juventus começou melhor, mas o primeiro lance que gerou perigo foi da equipe do São Bernardo, depois de um rápido contra-ataque, Vitinho chutou a bola na trave. O time mandante melhorou na partida e abriu o placar aos 25 minutos. Em uma bom porta luz feito por Maranhão após um passe vindo de trás, Léo Castro acertou o chute na entrada da área fazendo o 1 a 0 para o Tigre.


Pouco mais de cinco minutos depois, o zagueiro Patrick ampliou o placar para o São Bernardo. Em uma cobrança de falta de lado de canto, a bola foi alçada na área, e de cabeça o camisa quatro fez o 2 a 0. Após o segundo gol o São Bernardo controlou a partida até o final.

O São Bernardo volta a campo no próximo sábado, dia 24 de abril, quando jogará contra o Oeste, às 20 horas, na Arena Barueri. Já o Juventus recebe o Red Bull Brasil, também no sábado, no mesmo horário, no estádio Conde Rodolfo Crespi, em São Paulo.

Taubaté busca empate contra o EC São Bernardo pelo Paulistão da A2

Foto: Bruno Castilho/EC Taubaté

Taubaté e Bernô se enfrentaram no Joaquinzão

No apagar das luzes, o Taubaté foi buscar o empate contra o EC São Bernardo, na noite desta quinta, dia 22, em duelo disputado no Estádio Joaquimzão, na cidade de Taubaté. O time do ABC abriu 2 a 0, mas acabou levando o empate no apagar das luzes e não conseguiu buscar sua segunda vitória no Campeonato Paulista da Série A2. 

O Taubaté vinha de um bom resultado jogando contra o Juventus, num jogo onde o Moleque Travesso exerceu seu mando de campo num alagado Ulrico Mursa e o Burro da Central venceu por 2 a 1. Já o EC São Bernardo enfiou o Audax e o Sertãozinho na zona de rebaixamento ao vencer o Monte Azul, "em casa", por 2 a 1.

Logo no primeiro minuto, o Bernô ofereceu perigo numa cabeçada de Felipe Sossai por cima do gol. Depois, o Taubaté passou a ocupar o campo de ataque e buscar o primeiro gol. Aos 10', Gustavo evitou um belo gol de Juan num chute de longe. Aos 15', Brenner fez linda jogada e entrou pela zaga alvinegra, mas foi parado pela defesa no momento da conclusão.

Aos 17', porém, Felipe Sossai pegou um rebote da cabeçada de Raul e abriu o placar para o São Bernardo. O Burro então passou a buscar o gol, mas parava em seus erros e quando acertava em Gustavo, goleiro do time do ABC. Aos 36', ele evitou um gol praticamente certo de Luis Fernando. Apesar da pressão dos alviazuis, o primeiro tempo terminou com vantagem visitante.

Na etapa final, o Taubaté voltou pressionando e novamente parando em Gustavo. Só que aos poucos, o time da casa foi arrefecendo e deixando espaço para o Cachorrão, que chegou ao segundo com Leandro Costa, aos 14 minutos numa bola que desviou ainda em Victor Sapo antes de desviar nele e ir para o gol. Depois do gol, o Burro da Central sofreu, tentando pressionar, mas parando no próprio nervosismo. 

Aos 32', o Taubaté teve pênalti à seu favor, num toque de mão do defensor do EC São Bernardo, Tadeu bateu e converteu. Apesar do time da casa buscar o ataque, Victor Sapo ainda quase marcou o terceiro aos 43'. Aos 46', porém, o Taubaté empatou com outro gol de Tadeu, pegando rebote de Gustavo. Após o gol, o juiz expulsou um dos reservas dos mandantes por alguma provocação. O placar acabou terminando mesmo empatado.  


Agora, o Burrão tem um dificílimo duelo contra o Água Santa, na Toca do Leão, em Santa Bárbara D'Oeste. Já o EC São Bernardo voltará a mandar jogo no Estádio 1º de Maio, que teve o sistema de iluminação recuperado, e enfrenta a Portuguesa Santista na próxima rodada. Ambos jogos ocorrem no sábado, dia 24, as 20 horas.

No Canindé, Água Santa bate o Audax e mantém invencibilidade no Paulistão A2

Por Victor de Andrade
Foto: Michael Sanchez / EC Água Santa

Comemoração no primeiro gol do Água Santa

Em um jogo com altos e baixos, no Canindé, em São Paulo, na noite desta quinta-feira, dia 22, pela sexta rodada do Campeonato Paulista da Série A2 de 2021, o Água Santa enfrentou o Audax e venceu por 2 a 0. O zagueiro Helder, de cabeça, e o volante Marzagão, nos acréscimos, marcaram os gols da partida.

Vice-líder na competição, o Água Santa estava com 100% de aproveitamento até a parada por conta da Covid-19. Na última terça, porém, ficou no 0 a 0 contra o XV de Piracicaba, fora de casa. Já o Audax não vem bem na competição e em seu último jogo empatou com o Sertãozinho em 1 a 1.

O Audax quis surpreender no início e quase abriu o marcador aos 3', com Wesley Bolinha, mas o goleiro Oliveira fez a defesa. Com o passar dos minutos, o Água Santa foi impondo o seu ritmo e começou a dominar as ações, mas sofrendo com os contra-ataques do time de Osasco.

Mas aos 26', o Água Santa abriu o marcador. Após sofrer falta pela direita, o atacante Dadá fez a cobrança, a defesa do Audax marcou bobeira e o zagueiro Helder, sem precisar pular, desviou a bola de cabeça para o fundo das redes: 1 a 0 para o Netuno. O time de Osasco até tentou buscar o empate, principalmente em jogadas de Wesley Bolinha, mas o primeiro tempo terminou com a vantagem da equipe de Diadema.

E logo no primeiro lance do segundo tempo, quase o Audax empata. Depois de bela troca de passes, Wesley Bolinha saiu na cara do gol, mas finalizou em cima do arqueiro Oliveira. O Netuno respondeu aos 10', em cobrança de falta de Dadá, mas Jefferson fez boa defesa.

Com o passar do tempo, o Audax foi perdendo ímpeto, parecendo estar sem forças para reagir. Enquanto isto, o Água Santa cadenciava as jogadas, visando segurar o resultado. Aos 36', Dadá, novamente em cobrança de falta, levou perigo, mandando a bola no travessão, quase fazendo o segundo para o Netuno.


Apesar da diminuição de ritmo, o Água Santa teve tempo de fazer o segundo gol. Já nos acréscimos, após bela troca de passes, o volante Marzagão saiu na cara do gol e não perdoou: 2 a 0 para o Netuno e fim de jogo no Canindé.

Os dois times voltam a campo já no sábado, dia 24. Às 20 horas, o Água Santa tem pela frente o Taubaté, no Estádio Antonio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbara d'Oeste. Já às 22 horas, o Audax recebe o Rio Claro, no Estádio José Liberatti, em Osasco.

Na vice-artilharia do Gauchão, Jean Silva foca em decisão com o Grêmio de olho na semifinal

Foto: divulgação / Ypiranga FC

Jean Silva após marcar contra o Pelotas

A última rodada do Campeonato Gaúcho promete ser de fortes emoções para o Ypiranga. A equipe de Erechim só depende de si para se classificar à semifinal da competição. Na terça-feira, dia 20, em jogo válido pela penúltima rodada da primeira fase, o Canarinho empatou fora de casa por 2 a 2 com o Caxias.

O atacante Jean Silva, que marcou o segundo gol da equipe no jogo, valorizou o ponto somado. “Foi um bom jogo, contra um bom time que assim como a gente também está na luta pela classificação. Por ser um jogo fora de casa e pela situação do campeonato, acredito que tenha sido um resultado interessante, foi um ponto importante somado. Só dependemos de nós para chegar na semifinal, isso faz toda a diferença”, analisou o jogador, que chegou aos três gols marcados e assumiu a vice-artilharia do estadual.

A última e decisiva rodada coloca o Grêmio, líder do Gauchão, no caminho do Ypiranga. “Tenho certeza que vai ser um grande jogo. Lutamos muito para chegar até aqui e alcançamos essa terceira posição com muitos méritos. Agora teremos mais um desafio pela frente e a oportunidade de mostrar a nossa força. Tenho confiança no nosso grupo e acredito que vamos conseguir essa vaga para a semifinal”, concluiu.


O duelo entre Ypiranga e Grêmio, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Gaúcho 2021, acontece neste sábado, dia 24, às 21 horas, no Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim. Uma vitória garante a equipe da casa na semifinal da competição.

Jodson treina forte com o Batatais enquanto aguarda a retomada do Paulistão A-3

Foto: arquivo pessoal

Jodson afirma que objetivo do Fantasma da Mogiana é conquistar a primeira vitória no estadual

Interrompido desde o dia 14 de março devido ao aumento do número de casos de covid-19 no estado, o Campeonato Paulista da Série A-3 ainda não tem uma data para ser retomado. Enquanto isso, o elenco do Batatais segue trabalhando duro no Estádio Osvaldo Scatena.

“O campeonato está parado há mais de um mês, mas isso não quer dizer que estamos em férias. Pelo contrário, os treinos estão sendo bem fortes e assim que a Federação Paulista determinar o reinício estaremos ainda melhor preparados”, afirmou o atacante Jodson.

Primeira vitória - Com empates nas três primeiras rodadas, diante do Desportivo Brasil e do Linense, fora de casa, e com o Primavera, como mandante, Jodson destaca que o pensamento do grupo é obter o primeiro triunfo no estadual.


“Nosso adversário na quarta rodada será o Nacional, aqui em Batatais. Ainda não sabemos quando esse jogo acontecerá, mas certamente entraremos em campo com o objetivo de conquistar os três pontos e seguir em busca de um lugar na zona de classificação para as quartas de final”, finalizou o atacante do Fantasma da Mogiana.

Em 2011, Santos batia Táchira e se classificava as oitavas da Libertadores

Por Lucas Paes
Foto: Ricardo Saibun

Neymar comemora gol marcado contra o Táchira

O dia 20 de abril de 2011 era véspera de um feriado de Tiradentes. Com isso, geralmente um bom número de moradores de São Paulo descem a serra para curtir a data nas praias. Naquele dia 20, porém, se viu parte de um movimento contrário, já que o Santos enfrentaria o Deportivo Táchira, no Pacaembu, em jogo que valia muito pela Libertadores, onde o Alvinegro Praiano dependia só de si para conquistar a vaga nas oitavas de final. A vitória, com a presença deste que vos escreve na arquibancada, veio, por 3 a 1, e o Peixe foi ao mata-mata.

A vitória do Santos diante do Cerro Porteño, dentro da "La Olla", na rodada anterior, garantia ao Alvinegro Praiano a dependência só dos seus esforços para se classificar. Já o Táchira, derrotado pelo Colo-Colo na rodada anterior, não tinha muito o que fazer na partida e portanto vinha quase que apenas a turismo no Pacaembu.


Pressionando desde o começo, diante de um Pacaembu cheio e explosivo, os santistas quase chegaram ao gol logo aos 30 segundos, com Danilo, já obrigado o goleiro Sanhouse (sim, parece o nome de algum artista alternativo) à trabalhar. Sem deixar o adversário respirar, o time da casa pulou na frente logo aos três minutos, com Neymar. Aos 12', na primeira chegada do Táchira, Herrera obrigou Rafael à fazer grande defesa, quando o Santos arrefeceu um pouco. Na sequência, porém, Danilo rolou e Jonathan soltou um torpedo, marcando o segundo gol e deixando o alvinegro mais tranquilo no jogo. Ainda deu tempo do Peixe pressionar, mas o placar se manteve até o fim da primeira etapa.

Na etapa final, mais relaxado, o Santos viu o Táchira crescer, gostar do jogo e aos 24', numa belíssima cobrança de falta, Chacón diminuiu o placar. Já evitando sustos, porém, o Alvinegro Praiano buscou logo o terceiro gol, numa linda jogada individual de Neymar, que tocou para Zé Eduardo. A furada do camisa 20 virou uma ajeitada e então ele rolou para Danilo, que dominou e tocou no cantinho, marcando o terceiro gol. A partir daí, o Santos só administrou e perdeu algumas chances, mas a vitória garantiu a vaga nas oitavas de final.


Classificado na segunda colocação, o Santos ainda não sabia, mas teria como adversário o América do México, sempre complicado oponente, que havia eliminado o Alvinegro Praiano em 2008, vingando uma eliminação sofrida em 2007. A volta para a casa do torcedor da baixada se deu junto a vários moradores da capital descendo a serra para curtir o feriado no litoral. A tímida, porém existente festa santista na Imigrantes era um presságio, mas ninguém ainda tinha conhecimento disso.

Goleiro Jeimes garante Montalegre preparado para início da segunda fase do Campeonato de Portugal

Foto: divulgação CDC Montalegre

Jeimes destacou que o Montalegre tem como meta a vaga na Terceira Liga da temporada 21/22

A segunda fase do Campeonato de Portugal tem início nesta sexta-feira. Um dos destaques da rodada é o confronto do Montalegre com o Merelinense, marcado para as 11 horas da manhã (horário de Brasília) no Estádio Dr Diogo Alves Pereira, na cidade de Montalegre.

Brasileiro do time da casa, o goleiro Jeimes está confiante e motivado para dar sequência ao objetivo da equipe de conquistar a classificação para a Terceira Liga, competição que será disputada a partir da temporada 2021/2022.

“Fizemos uma boa primeira fase, em que terminamos na terceira colocação em um grupo com 12 equipes. Aproveitamos o período sem jogos para fazer uma preparação forte e acredito que temos condições de estrear com um resultado positivo amanhã (sexta-feira)”, declarou o atleta, que tem 19 anos de idade e foi revelado nas categorias de base do Santos, onde atuou entre 2014 e 2018.


Grupo 1 - O Montalegre integra o grupo 1 da segunda fase do Campeonato de Portugal, ao lado do Merelinense, Felgueiras e Martinho. Os times se enfrentam em turno e returno e os dois primeiros colocados garante a promoção para a Terceira Liga.
Proxima  → Inicio

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações