quinta-feira, 15 de março de 2018

Santos bate Nacional no Pacaembu e vence a primeira na Libertadores

Por Victor de Andrade, direto do Pacaembu, em parceria com Fernando Martinez (Jogos Perdidos)
Fotos: Ivan Storti/SFC

Alison cercado por adversários: Santos venceu mesmo com um a menos na segunda etapa

O Santos ganhou a primeira na Copa Libertadores de 2018. Jogando no Pacaembu, em São Paulo, na noite desta quinta-feira, dia 15, o Peixe, mesmo atuando com um atleta a menos o segundo tempo inteiro (Gabriel foi expulso infantilmente), venceu o Nacional do Uruguai pelo placar de 3 a 1. Eduardo Sasha, marcando duas vezes, e Rodrygo, fizeram os tentos do Alvinegro, enquanto Oliva diminuiu para o Bolso.

Os dois times precisavam da vitória para se recuperarem na Libertadores. O Peixe perdeu para o Real Garcilaso, do Peru, por 2 a 0, na estreia na competição e, para piorar, vem de derrota no Campeonato Paulista: 3 a 1 para o São Bento. Já o Bolso, no primeiro jogo a fase de grupos da competição continental, apenas empatou em casa com o Estudiantes, em 0 a 0. Já no Uruguaio, o time do Gran Parque Central venceu o Defensor por 2 a 0.

Sasha cabeceia para fazer o primeiro do Peixe

O jogo começou com as duas equipes em forte ritmo e com bastante pegada e catimba, tanto que nos primeiros 20 minutos, foram seis cartões amarelos, sendo três para cada lado. A primeira chegada de perigo foi do Nacional, aos 5', em cabeçada do zagueiro Corujo, após escanteio pela direita, mas a bola foi para fora. Porém, quem abriu o placar foi o Peixe. Aos 20', em falta cobrada pela esquerda, Eduardo Sasha se antecipou à zaga e de cabeça mandou a bola para o fundo das redes, contando antes com a colaboração do goleiro Conde, que levou um verdadeiro frango: 1 a 0 para o Santos.

Com o passar do tempo, o Alvinegro foi dominando as ações, não dando chances ao Tricolor. Aos  25', Gabriel chegou a balançar as redes novamente, mas a arbitragem apontou impedimento, bem marcado. Já aos 27', em bela jogada de Léo Citadini, após passe de Gabriel, ele invadiu a área e cruzou, mas ninguém do Santos aproveitou. O Nacional foi criar uma chance apenas aos 38', após sobra da defesa do Peixe, De Pena se antecipou a Alison, dominou, invadiu a área e bateu por cima, com a bola raspando o travessão.

Rodrygo marcou um belíssimo gol

Aos 44 minutos, o Santos ficou com um jogador a menos. Gabriel, que foi um dos seis jogadores que tomaram cartão amarelo no início do primeiro tempo, foi expulso após impedir uma saída de bola do time uruguaio, fazendo a falta usando o cotovelo. Este acabou sendo o saldo do primeiro tempo pegado da partida e assim, o jogo foi para o intervalo com o placar de 1 a 0 para o Peixe, que voltaria à segunda etapa com um a menos.

Logo no início do segundo tempo, mais precisamente aos 2 minutos, o garoto da base, Rodrygo, levantou a torcida do Santos presente na Vila Belmiro. Ele recebeu a bola pela esquerda, passou por três marcadores do time uruguaio, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Conde, que ainda tocou na bola, mas não evitou o golaço! e o placar apontava 2 a 0 para o Peixe no Paulo Machado de Carvalho.

O gol no início da etapa complementar deu uma espécie de tranquilidade para as equipes, que diminuíram a catimba. O Peixe, com um a menos e a velocidade de seus atacantes, tentava usar o contra-ataque. O Nacional pressionava, mas pouco finalizava. Em uma dessas chegadas, mais precisamente aos 20', o Bolso quase diminuiu com De Pena, em belo chute de primeira, que o goleiro Vanderlei segurou firme.

Arthur Gomes perdeu pênalti antes do terceiro gol Santos
(foto: Victor de Andrade)

Aos 27', em contra-ataque, Arthur Gomes recebeu a bola de Eduardo Sasha, invadiu a área e foi derrubado pelo zagueiro do Nacional: pênalti! O próprio atacante foi para a cobrança, mas ele praticamente 'telegrafou' a batida e goleiro Conde pegou. No rebote, Dodô e Jean Mota ainda tentara, mas não conseguiram marcar o terceiro tento do Peixe.

O Nacional até tinha mais posse de bola, por ter um jogador a mais, mas não conseguia finalizar. Em uma das poucas chegadas, diminuiu com Oliva, após sobra da defesa Alvinegra, aos 37 minutos. Porém, o jogadores do Bolso nem comemorar. Em seguida, em contra-ataque, Eduardo Sasha saiu na cara do goleiro e fez o terceiro do Peixe: Santos 3 a 1 no Pacaembu e assim a partida foi até o fim.

O Santos só volta a jogar na Copa Libertadores no dia 5 de abril, quando enfrenta o Estudiantes, em La Plata, na Argentina. Porém, o Peixe tem um compromisso neste domingo, às 19h30, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, contra o Botafogo, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Já o Nacional entre em campo pela competição continental no dia 3 de abril, quando vai até o Peru, onde encara o Real Garcilaso. Mas no domingo, o Bolso encara o Racing, pelo Uruguaio.

Jogo no segundo tempo foi menos catimbado
(foto: Victor de Andrade)

Ficha Técnica
SANTOS FC 1 X 3 NACIONAL

Data: 15 de março de 2017
Local: Pacaembu - São Paulo-SP
Público: 18.077 pagantes
Renda: R$ 791.540,00
Árbitro: Ulises Meireles (Paraguai)
Auxiliares: Dario Gaona e Carlos Cáceres (ambos do Paraguai)

Cartões Amarelos
Santos FC: Rodrygo, Gabriel e Léo Citadini
Nacional: Oliva, Romero, Corujo, Peruzzi e Polenta

Cartão Vermelho
Santos FC: Gabriel

Gol
Santos FC: Eduardo Sasha, aos 20' do primeiro tempo. Rodrygo, aos 2', e Eduardo Sasha, aos 38' do segundo tempo
Nacional: Oliva, aos 37' do segundo tempo

Santos FC: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Alison, Léo Citadini (Guilherme Nunes) e Vecchio (Dodô); Eduardo Sasha, Rodrygo (Arthur Gomes) e Gabriel - Técnico: Jair Ventura

Nacional: Conde; Peruzzi, Corujo (Bueno), Arismendi e Polenta; Romero (Vijdez), Oliva, Zunino e Espino; Bergessio e De Pena (Rodríguez) - Técnico: Medina
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações