sábado, 3 de março de 2018

♩♪♫♬♭ Nós somos campeões dos Campeões... ♩♪♫♬♭

Por Ismael Pereira

Time do Atlético Mineiro que conquistou o título de 1937: o "Campeão dos Campeões"

O título usado para esta matéria é uma citação do hino do Clube Atlético Mineiro, escrito por Vicente Mota, em 1968, quando na quarta estrofe cita um feito de 1937. Em 3 de fevereiro daquele ano, o Galo conquistava o título da Copa dos Campeões, nome dado à competição.

O torneio foi organizado ela Federação Brasileira de Football (FBF), uma dissidência da  então Confederação Brasileira de Desportos (CBD). Os membros da entidade achavam que o futebol deveria ter uma associação própria e causou dissidências em vários locais brasileiros. Com isto, a FBF organizou, em 1937, uma competição com seus campeões e assim surgia a Copa dos Campeões de 1937.

O torneio tinha como principal meta consagrar um campeão nacional no Brasil por meio dos vencedores estaduais do ano anterior. Então, foram chamadas seis equipes de cinco estados: Fluminense (campeão carioca), Portuguesa (campeã paulista), Atlético Mineiro (campeão mineiro), Rio Branco (campeão capixaba), o Aliança (campeão campista), e a Liga Sportiva da Marinha (equipe convidada).

A taça da conquista

O time do Atlético chegou ao título depois de quatro vitórias, uma derrota e um empate, fazendo 9 pontos. A única derrota foi para o então favorito Fluminense, em uma goleada por 6 a 0 na estreia. Mas, no jogo de volta o Galo vingou, vencendo o campeão carioca por 4 a 1, dando mostras de que surgia ali outro favorito ao título. O Fluminense foi o vice, com 6 pontos, sendo três vitórias e o mesmo número de derrotas.

Campanha completa do título da primeira competição interestadual promovida no Brasil:

13/01 - Fluminense 6 X 0 CAM 
20/01 - Rio Branco (ES) 1 X 1 CAM
24/01 - CAM 5 X 0 Portuguesa
31/01 - CAM 4 X 1 Flu
03/02 - CAM 5 X 1 Rio Branco (ES)
14/02 - Portuguesa 2 X 3 CAM

Com o título, o Atlético Mineiro ficou conhecido como o "Campeão dos Campeões", até porque a Copa dos Campeões foi o primeiro torneio envolvendo clubes de mais de dois estados brasileiros até então (em 1933, houve o primeiro Rio-São Paulo). O mais engraçado é que ainda em 1937, a FBF se incorporaria à CBD, ficando apenas uma entidade regendo o futebol brasileiro. E muitos anos depois é que a CBD se desmembraria, criando uma Confederação para cada modalidade esportiva, o que a FBF sempre defendeu.

Os jornais da época deram grande destaque à conquista atleticana. Os jornais mineiros consideravam o time e BH como o primeiro clube campeão Brasileiro. Tal repercussão chegou aos solos europeus. Treze anos depois, em dezembro de 1950, o jornal francês Le Monde estampava um amistoso e do clube mineiro diante do francais, no Estade de France, denominando-o como Campeão Brasileiro.

Jornal dos Sports destacando o título do Galo

Vale lembrar que o feito de 1937 do Galo não foi até hoje reconhecido pela atual CBF (o Atlético Mineiro nunca reivindicou o título). Os historiadores dizem que não houve continuação do torneio, como os já reconhecidos (a partir de 2010), como Taça Brasil e Roberto Gomes Pedrosa, realizados a partir de 1959 (em um reconhecimento que foi mais político do que estudado, diga-se).

Mas, independentemente de ser oficializado ou não, o feito atleticano de 1937 está marcado na história do clube, com registro na quarta estrofe do hino oficial do galo de BH. Sendo assim, não é atoa que os atleticanos do Brasil e do mundo cantam com orgulho, batendo no peito: "Nós somos Campeões dos Campeões. Somos orgulho do Esporte Nacional", com toda honra e merecimento. É o que diz a história do famoso e centenário Galo de Belo Horizonte.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações