terça-feira, 29 de março de 2016

Em 1985, golaço de Zico e vitória no Defensores Del Chaco por 2 a 0

Zico fez um belíssimo gol

A Seleção Brasileira entra hoje no gramado do Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, no Paraguai, para enfrentar os donos da casa pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo Rússia 2018. A última vitória do time canarinho por um qualificatório de Mundial na capital paraguaia foi em 1985.

O Brasil não vinha bem naquele ano e após algumas derrotas em amistosos, o técnico Evaristo de Macedo foi demitido do cargo à vésperas da estreia nas Eliminatórias. Para o seu lugar, a Confederação Brasileira de Futebol trouxe novamente Telê Santana.

Telê Santana era o treinador

A mudança deu resultado. Na estreia, o Brasil derrotou a Bolívia, em Santa Cruz de La Sierra, por 2 a 0, com gols de Casagrande e Miguel Noro, contra. A vitória deu ânimo ao grupo, e a Seleção ainda derrotou o Chile, por 3 a 1, em amistoso, antes de entrar em campo no Defensores Del Chaco, no dia 23 de junho de 1985, para enfrentar o Paraguai.

O principal estádio da capital paraguaia estava lotado, mas a Seleção Brasileira não se intimidou. Ainda no primeiro tempo, Renato Gaúcho fez bela jogada pela direita e alçou a bola na área. Casagrande subiu mais que toda a defesa local e abriu o marcador.

Paraguaios tentaram catimbar

O gol deu tranquilidade aos brasileiros, que tiveram muitas chances para ampliar o marcador ainda no primeiro tempo, com Zico, em chute de fora da área, e Oscar, que arriscou um lance de calcanhar. A verdade é que as triangulações entre Zico, Renato Gaúcho, Sócrates, Leandro e Casagrande deixavam os paraguaios atônitos. Porém, o jogo foi para o intervalo com o placar de 'apenas' 1 a 0 para o Brasil.

Na segunda etapa, o Paraguai voltou melhor e foi em busca do empate. Neste momento da partida, o goleiro Carlos foi muito importante, fazendo boas defesas e garantindo a vantagem brasileira no placar. Porém, o craque apareceu no momento mais difícil do jogo.

Leandro, pela direita, viu Zico passando com velocidade pelo meio de campo e deu o passe para o jogador do Flamengo. O Galinho de Quintino passou um pouco da bola, mas, com um pensamento muito rápido, recuou a perna destra, levantou a redonda com a parte de fora do pé e acertou um belíssimo chute, sem chances para o goleiro Ever Almeida. Golaço! Brasil 2 a 0 no placar.

Confira os melhores momentos da partida com narração de Luciano do Valle

A torcida paraguaia ficou boquiaberta, em silêncio. Os brasileiros que estavam no estádio comemoravam muito. Eu, Victor de Andrade, na época uma criança de apenas seis anos, achei o lance espetacular e, por algum tempo, tentava repetir o lance do Galinho de Quintino nos jogos com os amigos da rua.

Aquele vitória deixou bem encaminhada a classificação brasileira para a Copa do Mundo de 1986. O Paraguai ainda conseguiu cavar um lugar na repescagem e também chegou ao Mundial, que foi ganho pela Argentina. Mas este jogo ficou marcado por ser a última vitória brasileira em Eliminatórias em território paraguaio.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações