terça-feira, 26 de setembro de 2017

Sebastião Lazaroni na Fiorentina

Por Lucas Paes


Sebastião Lazaroni é conhecido por ter sido o treinador da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1990, uma equipe que buscou uma característica de jogo mais dura, em um período que ficou conhecido como “Era Dunga”. Porém, o fraco desempenho gerou criticas e aquela esquadra ficou conhecida como um dos piores, se não o pior Brasil a jogar o toneio mais importante de futebol do planeta. Após o fracasso na Itália, Lazaroni acabou ficando por lá, assumindo a Fiorentina.

A passagem de Lazaroni pela Viola não teve muito sucesso, colaborando para a fama que ele tinha de treinador fracassado. Ele viveu, porém, alguns episódios interessantes em Firenze. O primeiro foi a volta de Baggio ao Artemio Frachi, quando o craque italiano trocou a Viola pela Juventus de Turim.

Sendo entrevistado

A recepção da torcida da casa para Baggio não foi exatamente bonita, o jogador foi vaiado e xingado pelos torcedores, magoados pela saída do atacante. A despeito disso, ele acabou anulado por Dunga e a Fiorentina venceu o jogo. Já depois da partida, o Codino Divino pegou um cachecol arremessado pelos torcedores da Fiorentina e beijou o escudo, arrancado aplausos dos locais e levando os juventinos a ira. No jogo, Baggio já havia se recusado a bater um pênalti.

Outros dois casos curiosos vieram com relação a jogadores brasileiros. Quando chegou ao clube, Lazaroni pediu a contratação de Ricardo Rocha. Os dirigentes do time roxo de Firenze, porém, não trouxeram o zagueiro devido a um boato de que ele fosse boêmio, que era falso, diga-se. Sócrates havia tido problemas poucos anos antes relacionados a noitadas, quando esteve nos Gigliati, e os 'cartolas' não quiseram repetir o erro.

Dunga foi dirigido por Lazaroni também na Fiorentina

O treinador brasileiro também foi responsável por dar um papel de liderança para Dunga no time toscano. Com um pedido da diretoria, Dunga passou a capitanear a equipe, tendo cada vez mais importância dentro de campo e no vestiário. Em alguns jogos, o volante brasuca chegou a vestir a camisa 10 da Viola. Porém a má colocação naquele campeonato e no seguinte acabaria colaborando para a saída dele, dois anos depois.

Lazaroni ainda passaria pelo Bari, logo depois, em experiência que também não durou muito. Sua melhor estadia no futebol europeu foi quando ele levou o Marítimo, de Portugal, a Copa da Uefa, em 2007, apesar de não permanecer para a competição. Recentemente, esteve na seleção do Qatar, de onde foi demitido por maus resultados em sequência.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações