domingo, 15 de novembro de 2015

Jabaquara 101 anos - Parabéns ao Leão da Caneleira

Hespanha, Espanha e Jabaquara. Este é o aniversariante do dia!

O dia 15 de novembro é marcado por ser a data onde se comemora a Proclamação da República, feita em 1889. Já no futebol, vários clubes comemoram o seu aniversário neste dia. Os vários XVs espalhados pelo país (Piracicaba, Jaú, Campo Bom, Caraguatatuba...) e até o Flamengo (apesar de ter sido fundado em 17 de novembro de 1895, comemora no dia 15). Alguns até brincam, dizendo: "feriado? O que vamos fazer? Já sei, fundar um clube que tenha futebol entre seus esportes".

Entre os aniversariantes do dia, há um tradicional clube de Santos que completa 101 anos. Sim, é o Jabaquara Atlético Clube. Fundado em 15 de novembro de 1914, como Hespanha Foot Ball Club, no bairro do mesmo nome atual. Como a própria denominação de fundação propõe, a agremiação foi formada por imigrantes espanhóis que moravam na cidade do litoral paulista.

Santos vivia uma febre de futebol. Foi a primeira cidade fora da capital São Paulo a ter times disputando o certame estadual da modalidade: o CA Internacional e o SC Americano, ambos em 1907. Na cidade, clubes como o Santos FC (que também disputou o Paulistão em 1913) e o Atlético Santista já jogavam pelos campos do município. Todos queriam participar desta modalidade e os espanhóis também.

Gylmar no juvenil do Jabuca

Aliás, a fundação do até então Hespanha incentivou a outra colônia estrangeira da cidade a montar o seu próprio clube. Vendo um jogo do Leão no Jabaquara, um grupo de portugueses pensou: "se eles podem, porque nós não?". Exatamente três anos e cinco anos depois, a Associação Atlética Portuguesa, a mais Briosa, era fundada, tornando-se um dos principais rivais do Hespanha.

O Hespanha estreia no certame estadual, organizado pela Liga Amadora de Futebol (LAF), em 1927 e já com um vice-campeonato, perdendo o título para o Paulistano por apenas dois pontos. Com o fim da LAF, em 1929, o Hespanha só voltaria a disputar o Paulistão em 1935, mas já sem o H. No início dos anos 30, houve acordo ortográfico da Língua Portuguesa, e a palavra Espanha começou a ser grafada da forma atual. O clube, acompanhando a alteração, mudou seu nome.

Na década de 40, outra mudança. Era a época da 2º Guerra Mundial e o Brasil apoiou os Aliados, liderados por Estados Unidos, Inglaterra e União Soviética. Com isso, o Governo Federal, na época presidido por Getúlio Vargas, baixou um decreto proibindo que associações fizessem alusões aos países do Eixo em seus nomes. O Palestra Itália de São Paulo virou Palmeiras, o de Belo Horizonte mudou para Cruzeiro e o tradicional Germânia chama-se até hoje Pinheiros.

Equipe campeã de 1993

Com o Espanha não foi diferente. A diretoria resolveu adotar o nome do bairro que viu a agremiação nascer, virando Jabaquara Atlético Clube, mas sem se afastar de suas raízes espanholas. Depois disso, muitas coisas aconteceram. O Jabuca, como é carinhosamente conhecido, mudou de bairro algumas vezes, passando pelo Macuco, Ponta da Praia e Caneleira, na Zona Noroeste de Santos, onde está até hoje e construiu o seu estádio, o Espanha.

A história do Jabaquara é bela e, é claro, com muitas alegrias e algumas tristezas: as vitórias contra os rivais Santos e Portuguesa sempre foram motivos de muita festa. Os títulos Paulistas da Terceira Divisão, em 1993, e da B-3, em 2002, fizeram com quem os jabaquarenses comemorassem muito. Mas as derrotas, principalmente para os mesmos rivais, e alguns rebaixamentos, sendo o de 1963 o mais doloroso (foi a última temporada na divisão principal do futebol de São Paulo), fizeram com quem saíssem algumas lágrimas nos torcedores mais fervorosos.

Estádio Espanha, a casa do Jabuca

Mas o Jabaquara é tradicional. É importante. É clube fundador da Federação Paulista de Futebol. Já fez uma atitude sua virar bordão na Baixada Santista. Se você vai fazer algo à força, você vai 'botar o Jabaquara em campo' (conheça essa história aqui). Além disso, era o time de coração de Plínio Marcos, um dos maiores atores e dramaturgos da história do Brasil. É uma equipe que teve craques do quilate de Baltazar 'Cabecinha de Ouro', o grande Gylmar dos Santos Neves e o meia Antoninho vestindo o seu manto. Não é pouca coisa!

Pois é, amigos jabaquarenses. Podem comemorar! O seu tradicional clube do coração completa mais um ano. E não são poucos, são 101 anos. Parabéns Jabaquara!
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

  1. Chegando da festa de aniversario do Flamengo ao lado de Fernando Matos e Nelson Dias Jr, depois de muita neblina, parabens ao Jabaquara e la comentamos do aniversario do Leao..

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações