Ubaldo Fillol no Flamengo

Foto: Arquivo

Fillol, com Júnior: defendeu o Flamengo entre 1984 e 1985

Um dos maiores goleiros argentinos de todos os tempos, Ubaldo Fillol, que está completando 70 anos neste 21 de julho de 2020, marcou época com as camisas de River Plate e da Seleção Argentina, onde foi campeão do mundo em 1978. Porém, já com 34 anos, ele jogou no Brasil, mais precisamente no Flamengo.

Nascido em San Miguel del Monte, Ubaldo Fillol começou no Quilmes, em 1969, com 19 anos. Em 1971, "subiu de patamar" e foi para o Racing. Em seus dois primeiros clubes, onde ficou duas temporadas cada, fez exatamente 59 jogos em ambos. Em 1974, desembarcaria no River Plate, onde faria história, ficando nove temporadas como o camisa 1 dos Millonarios.

Como goleiro do River Plate, Ubaldo Fillol conquistou quatro títulos nacionais e virou titular da Seleção Argentina, sendo campeão do mundo como titular em 1978 e ainda defendeu a meta em 1982 (havia sido reserva em 1974). Em 1983, tem uma rápida passagem pelo Argentinos Juniors e, no fim do ano, resolve ir atuar em outro país e o time escolhido foi o Flamengo.

Chegou no Flamengo com pompa de estrela, algo justamente normal, já que era um campeão do mundo. E ele até hoje diz que poucas experiências na carreira dele foram tão marcantes quanto defender o Rubro Negro entre 1984 e 1985.

''Eu falo hoje para as pessoas e elas não acreditam que joguei no Maracanã para 200 mil pessoas'', disse o goleiro ao blog. Não eram 200.000 pessoas, tudo bem, mas o público de 150.000 torcedores, bem real, já é grandioso o suficiente", disse o ex-goleiro.


No Flamengo, Fillol atuou em 71 partidas. Logo de cara, sagrou-se campeão da Taça Guanabara em 1984. Porém, ficou um pouco marcado por levar um gol no final da partida que tirou o título Carioca do time da Gávea, ganho justamente pelo rival Fluminense. No ano seguinte, mais um título: a Taça Rio. Ainda em 1985, o goleiro deixou o Flamengo e foi para a Espanha, onde defendeu o Atlético de Madrid. Ainda jogaria novamente no Racing e encerraria a carreira no Vélez Sarsfield, em 1990, com 40 anos.

''O Flamengo mudou minha vida. Depois de defender aquele gol, não há ser humano que não se modifique pelo menos um pouco. Eu já era bem experiente, tinha disputado três Copas, mas poucas vezes me emocionei tanto quanto depois de atuar diante de tamanha multidão. Era uma loucura'', afirmou.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações