Riquelme e Maradona atuando juntos pelo Boca

Por Lucas Paes
Foto: Arquivo

Maradona e Riquelme numa disputa de bola pelo Boca

Diego Maradona e Juan Roman Riquelme são dois dos maiores ídolos da história do gigante Club Atlético Boca Juniors. Apesar da falta de grandes conquistas vestindo a camisa Xeneize, onde só ganhou um Metropolitano, Don Diego é quase uma divindade na Argentina, tendo inclusive uma religião em sua homenagem. Já Roman, que jogou muito, foi campeão de quase tudo que se possa imaginar em La Bombonera e é até hoje ligado ao clube de La Boca, sendo considerado por alguns o maior ídolo da história do clube, passou duas vezes por lá. Houve um curto período em que esses dois titãs do futebol argentino atuaram lado a lado vestindo azul e amarelo.

Em sua última volta ao futebol, quando inclusive quase veio jogar no Santos, Diego Maradona chegou ao Boca para encerrar sua carreira em 1995, ano em que Riquelme ainda estava no time juvenil do clube de La Bombonera. O futuro camisa 10 estreou em 1996, num duelo contra o Unión de Santa Fé, no dia 10 de novembro daquele ano. Mas, naquele momento, Diego Maradona estava em um período sabático para tratar do vício em drogas que assolava sua carreira, portanto, acabava vendo de longe Riquelme assumir o protagonismo de sua antiga camisa 10.

O Pibe, porém, voltou ao Boca e acabou colocando Riquelme no banco no segundo semestre do ano de 1997. Maradona, porém, sofreu uma lesão na sua segunda partida após o retorno aos gramados, o que impediu que jogasse ao lado do na época promissor camisa 20. Porém, havia uma boa relação entre os dois construída nos treinos, de certa forma Don Diego era quase um professor para Riquelme, mesmo que sofresse com as lesões naquele ocaso de sua carreira.

Em 18 de agosto de 1997, então, finalmente aconteceu um jogo onde os dois ícones xeneizes jogaram juntos. A ocasião era um amistoso de preparação para o torneio apertura contra a Universidad Católica, do Chile. Naquele dia, ambos fizeram partidas interessantes, porém o Boca sucumbiu diante dos chilenos e perdeu por 3 a 2, um presságio assustador para a o campeonato. Foi uma das duas vezes em que Riquelme e Maradona atuaram juntos no Boca.


A outra vez aconteceria pouco tempo depois. No dia 24 daquele mesmo agosto de 1997, o Boca abria sua campanha no Apertura diante do Argentinos Juniors, em La Bombonera, que é outro ponto em comum da trajetória de Riquelme e Maradona. Aquele time ainda tinha Cannigia e Abbondanzieri, que na época era ainda um goleiro sob o qual se pairavam dúvidas. O time da casa venceu aquele jogo por 3 a 1 e Maradona marcou o gol que seria seu último com a camisa azul e amarela. 

Só que com um flagra no antidoping, Diego acabou suspenso e então Riquelme e Maradona só estiveram juntos quando o Pibe De Oro fez seu último jogo como profissional, num Superclássico diante do River no Monumental de Nuñez. Porém, o campeão mundial de 1986 atuou no primeiro tempo enquanto Roman só jogou no segundo. Era o fim da era Maradona no futebol e a última vez dele pelo Boca, enquanto era apenas o inicio dos tempos gloriosos do Torero em La Bombonera.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações