A boa passagem de Tita pelo Bayer Leverkusen

Por Lucas Paes

Tita jogou uma temporada pelo Leverkusen

O Bayer Leverkusen é um time que tem em sua história vários protagonistas brasileiros. Podemos citar Lúcio e Zé Roberto, partes do time que foi vice-campeão europeu em 2002. Atualmente, jogam lá o lateral Wendell e o meia Paulinho, ex-Vasco. Jorginho já jogou por lá e diversos outros também já passaram e marcaram seu nome na história do time da Bayer, como Emerson e Roque Júnior. Em 1988, ainda em meio a seu auge, o meia Tita, que completa 62 anos neste primeiro dia de Abril, ídolo do Flamengo, foi o primeiro brasileiro a jogar em Leverkusen.

Despertou a atenção dos alemães já "velho", por assim dizer. Apesar de ainda viver ótima fase, Tita já tinha quase 30 anos quando chegou ao Bayer. Chegaria para completar um bom time, que contava com nomes como o matador Schreier, Waas, Tauber e o coreano Cha Bum-Kum, que já foi citado em artigo aqui no site. Foi com essa equipe que o Leverkusen se preparou para a temporada 1987/1988.

Se na Bundelisga a equipe não conseguiu manter um ritmo bom e na DFB Pokal a "aventura" durou apenas um jogo contra o Dortmund, na Copa da UEFA o Bayer foi abrindo terreno com boas atuações de Tita e Cha. O Leverkusen passou por Austria Wien, Tolouse, Feyenoord, pelo Barcelona, em jogo que Tita decidiu dentro do Camp Nou e pelo Werder Bremen, antes da final diante do Espanhol. Na final, o Leverkusen reverteu uma derrota por 3 a 0 no Sarriá jogando em casa e Tita marcou o primeiro gol do jogo.

https://www.parceriasimoveis.com.br/

A passagem de Tita, porém, foi curta e acabou durando apenas até o final daquela temporada, quando acabou transferido ao Pescara, da Itália. Lá, Tita também viveria bons momentos, apesar do rebaixamento do clube para a Série B. No total, Tita realizou 37 jogos com a camisa do Leverkusen e marcou 22 gols. É até hoje lembrado com carinho pelo torcedor alemão, mesmo ficando apenas uma temporada no clube.

Historicamente, Tita acabou abrindo espaço para os vários brasileiros que viriam depois a ingressar em Leverkusen. Jorginho, campeão em 1994, chegaria lá um ano depois da saída de Tita e faria história também. A partir da década de 1990, brasileiros viraram quase rotina no clube. Hoje, vários figuram no hall de ídolos dos Lowens, numa história que continua e continuará sendo escrita com um toque de brasilidade na frieza alemã.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações