segunda-feira, 15 de abril de 2019

Nos pênaltis, Red Bull bate Ponte e conquista Troféu do Interior

Com informações do site da FPF

Partida terminou com o placar de 0 a 0 no tempo normal (foto: Rodrigo Corsi/FPF)

Com grande atuação de Júlio César, o Red Bull Brasil derrotou a Ponte Preta nos pênaltis, após empate em 0 a 0 no tempo normal e conquistou o título do Troféu do Interior do Paulistão 2019, na noite desta segunda-feira, dia 15, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A decisão foi feita em apenas uma partida por um acordo entre as duas equipes, que usam o mesmo local para jogos.

O Red Bull Brasil iniciou a partida pressionando o time da Ponte e por muito pouco não abriu o marcador logo aos quatro minutos. Bruno Tubarão aproveitou o erro na saída de bola de Renan Fonseca e cruzou para Claudinho. Ele cabeceou para a defesa de Ivan. Na sequência, foi a vez de Aderlan para no goleiro.

Já a Ponte Preta criou suas principais jogadas com Thalles. Na primeira, o atacante aproveitou uma sobra na entrada da área para jogar por cima do gol de Júlio César. Na oportunidade seguinte, o atacante cabeceou para um milagre do goleiro, que se esticou todo para impedir o gol do time alvinegro.

A Ponte Preta, no entanto, acabou ficando com um jogador a menos após Júlio César xingar o árbitro Flávio Rodrigues de Souza. Com dez, a equipe alvinegra teve que se fechar para assegurar o 0 a 0 na etapa inicial.

A partida caiu de produção na etapa final. Enquanto a Ponte Preta se postou no contra-ataque para tentar surpreender, o Red Bull ficou no lampejo de seus jogadores. Claudinho e Uillian Correia arriscaram, mas pararam no goleiro Ivan, em noite iluminada. A Ponte Preta acabou segurando o Red Bull Brasil, que não encontrou espaços para furar o bloqueio adversário. Com isso, o duelo foi para os pênaltis.

Ytalo abriu as cobranças colocando o Red Bull na frente. Thalles chutou para fora. Everton foi o segundo do time mandante e parou em Ivan, mas Júlio César pegou de Diego Renan. Léo Ortiz, Matheus Oliveira e Osman marcaram, enquanto o goleiro do Red Bull confirmou o título ao segurar o arremate de Luis Ricardo.

Com o resultado, o Red Bull Brasil garantiu, além da taça, a premiação de R$ 365 mil, além de carimbar a vaga na Copa do Brasil 2020. Agora, fica a espera dos desdobramentos da negociação entre a empresa de energéticos e o Bragantino para saber o futebol da equipe. Já a Ponte Preta volta as suas atenções para o Brasileiro da Série B
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações