domingo, 10 de março de 2019

Samuel Eto’o no Mallorca – O começo do reinado do mais perigoso leão indomável

Por Lucas Paes 

Eto'o começou o brilho europeu no Mallorca (Foto: Getty Images)

Junto a Roger Milla, Samuel Eto’o é provavelmente o nome de maior projeção do futebol camaronês em todos os tempos. Ídolo absoluto da torcida do Barcelona, deixou uma marca gigante em Milão, jogando pela Inter e passou por clubes como Chelsea e Everton. Hoje, já em fim de carreira, completa 38 anos com o status de uma lenda do futebol africano. Porém, a estrela de Eto’o começou a brilhar lá atrás, quando foi negociado com o Mallorca. 

Sem conseguir jogar pelo time principal do Real Madrid, numa época em que o ataque blanco era comandado por estrelas, chegou ao clube na janela de inverno da temporada 1999/2000 e marcou seis gols em 19 jogos. Foi o suficiente para que os Barralets comprassem o camaronês por um negócio de 4 milhões de libras. Na sua primeira temporada pelo clube marcou 13 gols e caiu nas graças da torcida, fez parte da equipe que levou o Mallorca à Liga dos Campeões, na temporada 2000/2001. 

Explosivo fora de campo, teve problemas com jornalistas e foi acusado por um ex-agente de assalta-lo com um grupo de comparsas. Mas, era cada vez melhor dentro dele. Os gols e assistências fizeram com que virasse referência do clube. Na temporada 2001/2002, porém, não conseguiu ter números tão altos, fazendo apenas 10 gols em 40 jogos, nessa temporada, jogou a Liga dos Campeões pelo clube. Na temporada seguinte, porém, o Mundo começou a ser assombrado pela versão mais mortal de Eto’o. O matador imparável que ficaria famoso mundialmente em poucos anos começou a dar as caras naquele momento. 

Numa atuação magistral, o Mallorca goleou o Real Madrid e Eto'o fez um dos gols

Foram 14 gols na Liga, mas foi na Copa do Rei que o jogador foi mais importante. Seus gols levaram o Mallorca à final da competição, que foi vencida por 3 a 0, com dois gols do camaronês. Ali o mundo conheceria outra característica singular do atacante, que crescia absurdamente em finais, algo que ficaria marcado em sua carreira pelo Barça. Terminou a temporada com 19 gols marcados. Na temporada 2003/2004, foram 22 gols em 42 jogos, desempenho que chamou atenção dos azulgranas. 

Ao fim daquela temporada, estendeu-se longa negociação entre Mallorca, Real Madrid e Barcelona. Os Galácticos queriam recomprar o passe de Eto’o para empresta-lo, mas já tinham o limite de estrangeiros no elenco. Com o negócio sendo lucrativo para o Real Madrid, Eto’o deixou o Mallorca por 24 milhões de euros pagos pelo Barcelona. O resto, como diz o bom e velho escrito, é história. Foram 164 jogos e 70 gols pela equipe, o que o coloca como o oitavo maior artilheiro da história. 
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações