domingo, 25 de fevereiro de 2018

Com bom segundo tempo, Santos derrota Ramalhão na Vila Belmiro

Por Victor de Andrade, direto da Vila Belmiro
Fotos: Flavio Hopp

Sasha fez o segundo gol na vitória por 2 a 0

O Santos FC venceu mais uma pelo Campeonato Paulista da Série A-1, no jogo antes de sua estreia na Copa Libertadores. Fazendo um fraco primeiro tempo, mas com um bom futebol na etapa complementar, o Peixe derrotou o Santo André pelo placar de 2 a 0, com gols de Gabriel e Sasha. A partida foi realizada na noite deste domingo, dia 25, na Vila Belmiro.

O Peixe está de bem com a vida com o seu torcedor. Depois de um início com altos e baixos, o Alvinegro vem de duas vitórias, sendo a última no clássico contra o São Paulo, no Morumbi. Além disso, o atacante Gabriel, o Gabigol, vem correspondendo e deixando sua marca desde que estreou pela equipe. O Santo André vem fazendo uma campanha mediana, mas briga ponto a ponto com o próprio Tricolor, Ponte Preta e São Caetano por uma das vagas na segunda fase do Grupo B. Na última rodada, o Ramalhão empatou com o Bragantino em 1 a 1.

Antes do início do jogo, algo diferente aos olhos dos torcedores que estavam na Vila Belmiro. O Santo André entrou em campo com uma camisa diferente da que estamos acostumados a ver, mas interessante: listrada na vertical em amarelo e azul. E o Santos, para 'variar', também entrou com seu terceiro uniforme, o camuflado em vários tons de preto e cinza.

O primeiro lance de ataque foi do Peixe, com 9 minutos de jogo. Eduardo Sascha começou a jogada pela direita, acionou Daniel Guedes, que cruzou na medida para Arthur Gomes, que errou a cabeçada. Em seguida, novamente Eduardo Sasha pela direita arriscou chute cruzado, mas Neneca fez a defesa. Aos 19', Léo Citadini tabelou com Vecchio e arriscou chute de fora da área, mas o goleiro do Ramalhão fez a defesa com tranquilidade.

Gabriel abriu o placar, mas está fora
do clássico contra o Corinthians

A primeira chegada do Santo André aconteceu aos 20 minutos, quando Hugo Cabral fez jogada pela esquerda e serviu Walterson na entrada da área. O atleta do time do ABC dominou a bola, girou e bateu de esquerda, mas o tiro saiu fraco, facilitando a defesa de Vanderlei. Aos 33', o Ramalhão teve a melhor chance da partida até então: Guilherme Garré puxou o contra-ataque, tabelou com Lincom, invadiu a área, bateu com força e Vanderlei, mesmo enganado com o desviou do zagueiro Lucas Veríssimo, fez grande defesa.

O Santos só voltou a chegar com perigo na primeira etapa aos 41 minutos, quando em jogada pela direita, Sasha serviu Gabriel, que teve tudo para acertar o gol, mas acabou mandando a bola por cima da baliza. E assim, o primeiro tempo, que não teve longe de ser o melhor futebol do mundo, terminou com o placar zerado.

No segundo tempo, o Peixe voltou com uma postura mais ofensiva e passou a pressionar o Santo André. Aos 5 minutos, Gabriel arriscou chute forte e venenoso, de fora da área, forçando Neneca, mesmo atabalhoado, a fazer a defesa. Em seguida, David Braz tabelou com Lucas Veríssimo e arriscou da intermediária, a bola desviou na defesa do Santo André e raspou o travessão.

O Ramalhão respondeu aos 12'. Hugo Cabral puxou o contra-ataque pela esquerda, passou por quatro jogadores do Santos e serviu o centroavante Lincom, que na marca do pênalti dominou a bola, girou e bateu de canhota, mas a bola saiu prensada, facilitando a ação da defesa do Santos, que afastou o perigo. Em seguida,o Peixe chegou com Gabriel, que bateu de dentro da área. Neneca espalmou e, no rebote, Vecchio tentou de voleio, mas a bola foi para fora.

Comemoração do primeiro gol

O Santos continuou pressionando o Ramalhão. Aos 18', Gabriel caiu pela esquerda e cruzou, a bola passou por tudo mundo e Sasha, no segundo pau, finalizou, mas Neneca mandou a 'pelota' para a linha de fundo. Aos 28', Jean Mota teve chance de marcar em cobrança de falta, mas mandou a bola por cima do travessão.

De tanto insistir, o Santos finalmente abriu o marcador aos 29 minutos. Em jogada de Sasha, pela direita, ele invadiu a área e bateu cruzado. O goleiro Neneca não segurou a bola e ela bateu em Gabriel, que estava em posição legal, antes de passar a linha do gol: 1 a 0 para o Peixe e quarto gol de Gabigol em sua volta. Porém, o jogador, no lance seguinte, não teve motivo para comemorar. Ele balançou as redes depois de a jogada estar anulada e levou o cartão amarelo, o seu terceiro, e ficará fora do clássico contra o Corinthians.

O Peixe teve boa chance aos 35', em chute colocado de Vitor Bueno, que passou tirando tinta da trave esquerda do gol defendido pelo Santo André. Mas aos 42', o Santos fez o segundo: Sasha aproveitou a bobeada de Domingos, roubou a bola, invadiu a área e tocou na saída de Neneca: 2 a 0 para o Alvinegro Praiano. No último lance, aos 46', Rodrygo tirou Domingos 'para dançar' e finalizou para a defesa do goleiro do Santo André.

Na próxima rodada do Paulista, o Santos vai fazer o clássico contra o Corinthians, no domingo, dia 4. O mando de jogo é do Peixe, mas a partida será no Pacaembu, com torcida única. Porém, antes o Alvinegro terá um confronto importantíssimo: estreia na Libertadores da América na próxima quinta, dia 1, às quando enfrenta o Real Garcilaso, na Bolívia. Já o Santo André volta a campo no dia 3, sábado, quando encara o Botafogo de Ribeirão Preto no Estádio Bruno José Daniel, a sua casa.

Torcida do Santo André se fez presente na Vila Belmiro

Ficha Técnica
SANTOS FC 2 X 0 EC SANTO ANDRÉ

Data: 25 de fevereiro de 2018
Local: Vila Belmiro - Santos-SP
Público: 6.687
Renda: 135.240,00
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Gustavo Rodrigues de Oliveira

Cartões Amarelos
Santos FC: Léo Citadini, Alison e Gabriel
EC Santo André: Domingos e Flávio

Gols
Santos FC: Gabriel, aos 29', e Sasha, aos 42' do segundo tempo

Santos FC: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Alison, Léo Citadini (Matheus Jesus) e Vecchio (Vitor Bueno); Arthur Gomes, Eduardo Sasha e Gabriel (Rodrygo) - Técnico: Jair Ventura

EC Santo André: Neneca; Dudu Vieira, Domingos, Suéliton e Heliton; Flávio, Guilherme Garré (Paulinho) e Tinga (Aloísio); Hugo Cabral, Lincom e Walterson (João Lucas) - Técnico: Sérgio Soares
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações