quarta-feira, 16 de agosto de 2017

As camisas de Aloísio, zagueiro ídolo no Inter e no Porto

Por Lucas Paes


O futebol português é o que talvez tenha mais influência de brasileiros em toda a Europa. É claro que a língua influencia e, por isso, vários jogadores que nasceram deste lado do Atlântico fizeram sucesso no país lusitano do Velho Continente. Um desses foi Aloísio, zagueiro de muita categoria, que começou no Inter de Porto Alegre e, nesta época, foi para a Seleção Brasileira. Depois de uma passagem pelo Barcelona, ele foi para o FC Porto, onde passou mais de 10 temporadas, se tornando ídolo no Dragão. Confira como foi sua carreira:


INTERNACIONAL

O terceiro em pé, ao lado de Taffarel, no Inter de 1987

Nascido em Pelotas, em 16 de Agosto de 1963, Aloísio começou a carreira no Inter, em 1982. Permaneceu no Colorado durante seis anos, sendo tri-campeão gaúcho entre 1982 e 1984. Sua categoria dentro de campo e a qualidade de seu jogo levaram o Barcelona a contrata-lo, em 1988, em uma época em que o Internacional, por  muito pouco, não conquistou o Brasileirão. Foram 107 jogos e 7 gols pelo Inter.


BARCELONA

Em ação pelo Barça

Na Catalunha, Aloísio jogou em um Barça que não tinha a força mundial de hoje, mas era um dos grandes do futebol europeu. Por lá, nunca foi titular indiscutível, mas sua passagem foi longe de ser ruim, pelo contrário! O zagueiro fez parte da equipe que conquistou tanto a Copa do Rei, quanto a Recopa Européia, na temporada de 1988/89, sendo titular na final contra a Sampdoria. Pelo Barça, foram 68 jogos e nenhum gol.


PORTO

Terceiro jogador que mais vezes vestiu a camisa do Porto

Em 1990, foi negociado com o Porto. Nos Dragões, viraria ídolo absoluto da torcida, permanecendo no clube durante 11 anos. Ganhou por sete vezes o Campeonato Português, sendo cinco seguidas entre as temporadas 1994/95 e 1998/99. Por outras cinco vezes, foi campeão da Copa de Portugal e também ganhou sete vezes a Supercopa de Portugal. Fez 474 jogos pelos portistas, marcando 18 gols. É o terceiro jogador que mais atuou pelo Porto, além de ser o estrangeiro com mais jogos pelo clube.


SELEÇÃO BRASILEIRA

Na final das Olimpíadas de 1988: o quarto em pé

Pela Seleção Brasileira, foi campeão mundial Sub-20 em em 1983. Depois, jogou a Olimpíada de Seul, na Coreia do Sul, em 1988, onde o país conquistou a medalha de prata. Foram seis jogos pelo time principal do país. Apesar da longevidade na equipe do Porto, nunca chegou a ser convocado novamente.

Depois de encerrar a carreira de jogador, trabalhou como auxiliar técnico no próprio Porto, fazendo parte da comissão técnica campeã européia em 2004. Trabalhou como técnico depois e como dirigente, ocupando hoje cargo no Gil Vicente, de Portugal.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações