quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Pelé jogando pelo Flu na Nigéria

Equipe do Fluminense perfilada. Pelé é o penúltimo

Quem nunca quis que Pelé defendesse sua equipe do coração, pelo menos em uma única partida?Após encerrar a carreira de profissional de futebol, pelo New York Cosmos, Pelé fez alguns jogos festivos e acabou realizando o sonho de alguns torcedores. Nesta lista está o Fluminense.

Em abril de 1978, Pelé foi à África no papel de garoto-propagadanda de uma marca de eletrodomésticos. Em Kaduna (Nigéria), jogou pela seleção nigeriana durante 35 minutos em amistoso contra o Fluminense, que excursionava pelo país. O Tricolor carioca venceu por 3 a 1.

A participação de Pelé jogando pela seleção local não foi suficiente para os nigerianos. E o craque voltou a campo no dia 26 de abril. Dessa vez, para defender o Flu em uma partida contra o Racca Rovers. Porém, na verdade, não era para o Rei do Futebol jogar.

O estádio lotou para ver o Rei jogar

Pelé havia sido convidado para dar o pontapé inicial da partida. Entretanto, as emissoras de rádio e os principais jornais da Nigéria trataram de divulgar que o Atleta do Século iria jogar. Foi o bastante para que nada menos do que 30 mil torcedores superlotassem o estádio.

O presidente do Fluminense, Silvio Vasconcellos, tentou procurar as autoridades locais para desfazer o mal entendido, mas já era tarde. O chefe de policia disse que se Pelé não jogasse, ele não se responsabilizaria pelas consequências da ira da multidão presente ao estádio. Para evitar uma tragédia, Pelé decidiu jogar pelo Fluminense 45 minutos.

O tricolor foi a campo, com o Rei vestindo a camisa branca do clube tricolor, e venceu por 2 a 1, com gols de Marinho e Gilson. Ichias fez o gol nigeriano.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações