quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Finalista da Copa Seu Verardi com o Pelotas, Juliano destaca equipe

Foto: Tales Leal/EC Pelotas

Juliano em ação, pelo Pelotas, contra o Caxias

É decisão. O Pelotas está na final da Copa Seu Verardi, conhecida também como Copa FGF. Após vencer o primeiro jogo fora de casa por 1 a 0, o Lobo empatou em 1 a 1 no último domingo (10) e eliminou o Caxias. Agora, disputa o título da competição contra o São José.

Titular da equipe, Juliano comemorou bastante e valorizou a conquista para a grande final do torneio. “Não foi fácil chegar até aqui. Mais uma vez tivemos um confronto difícil pela frente. Mas, felizmente, conseguimos sair com a classificação. O Caxias foi um grande adversário, temos que ressaltar isso. Foi um duelo muito importante, que deixa o grupo ainda mais preparado para a final. Mais uma vez mostramos a força do nosso time e provamos que temos condições de conseguir o título”, revelou o meia de 24 anos, que está desde o mês de agosto no clube.

O primeiro jogo da final está marcado para este domingo (17), às 19 horas na Boca do Lobo, casa do Pelotas. “Agora é decisão. Lutamos muito para chegar até aqui e vamos fazer de tudo para conquistar esse título. A expectativa é que sejam dois jogos bem equilibrados".

Juliano também fala sobre o adversário. "O São José fez uma grande campanha também, tem um bom time. Dessa vez vamos fazer o primeiro jogo na nossa casa, por isso, essa partida é fundamental. A gente sabe que o título não será decidido nesse final de semana, mas um bom resultado pode nos dar uma vantagem interessante para a segunda partida”, concluiu.

Argentino Patricio Nuñes vai defender o America na Seletiva do Carioca

Patricio Nuñez já está treinando com o elenco

A seletiva do Campeonato Carioca de 2020, que começa já em dezembro deste ano, terá, ao menos, um jogador argentino. O America anunciou o jovem meia Patrício Nuñes, de apenas 20 anos. O atleta já está treinando com os novos companheiros, em Édson Passos.

Pato Nuñes passou os últimos três anos na base do River Plate, finalista da atual edição da Copa Libertadores. Nos últimos cinco meses, integrava o plantel profissional do gigante argentino, mas como foi pouco aproveitado, acabou emprestado para adquirir mais experiência..

O atleta é o décimo-primeiro reforço rubro para a disputa da Série A. Antes, o Mecão acertou com os seguintes atletas: o goleiro Caio, o zagueiro Emerson, os laterais-direitos Thiaguinho e Paulinho, o lateral-esquerdo Christianno, o volante Lucas Zen, o meia Flamel e os atacantes Bruno Veiga, Marquinhos do Sul e Felipe Araújo.


O America estreia na fase Preliminar no dia 21 de dezembro, como mandante, diante do Macaé Esporte. Além das duas equipes, também estão na seletiva Americano, Friburguense, Nova Iguaçu e Portuguesa. As duas primeiras colocadas vão para a primeira fase da competição.

Ruan projeta Brusque na decisão da Copa Santa Catarina contra o Marcílio Dias

Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

Rua está preparado para ajudar o Brusque a conquistar mais um título no ano

De fora dos últimos seis jogos por conta de uma lesão muscular, o volante Ruan está recuperado e pronto para ajudar o Brusque na grande decisão da Copa Santa Catarina. Após classificar para a semifinal com a segunda melhor campanha do torneio e eliminar o Tubarão na fase mata-mata, o clube enfrenta na final o Marcílio Dias.

Motivado, Ruan revela a expectativa para o retorno aos jogos. "É muito ruim ter que ficar de fora, ainda mais num momento decisivo como esse. Infelizmente são coisas que acontecem no futebol. Procurei tratar bastante para voltar o quanto antes. Agora já estou me sentindo bem, treinando normalmente e preparado para ajudar a equipe da melhor forma. Teremos um jogo decisivo pela frente e quanto mais opções tivermos, melhor para o time", ressaltou o jogador, que soma 71 partidas com a camisa do Brusque.

A primeira, das duas decisões, acontece neste domingo (17), às 16h, no Augusto Bauer. Confiante, Ruan destaca a importância do confronto desse final de semana. "Ao longo dessa temporada, o Brusque já mostrou várias vezes sua força e, mesmo com as mudanças depois da conquista da Série D, nosso grupo continuou forte e determinado".

Para Ruan, o jogo deste final de semana é importante. "A gente sabe que esse primeiro confronto é fundamental e vamos entrar em campo com foco total para conquistar uma vantagem. Contamos também com a força do nosso torcedor para buscar mais um título da Copa Santa Catarina", concluiu.

Roberto Bonisegna - Um goleador desconhecido

Por Lucas Paes

Bonisegna é o terceiro maior artilheiro da história da Internazionale

Quando se fala em futebol italiano, em seleção italiana, lembra-se quase sempre dos grandes defensores, de grandes goleiros, de nomes como Zenga, Buffon, Zoff, Nesta, Maldini, Bergomi... Os grandes nomes da Azzurra estão na defesa. É claro que há também craques da "Bota" que jogavam nas posições mais agudas do Ludopédio, como os recentes Totti e Del Piero, o eterno Meazza, o carrasco Paolo Rossi e até o grande Baggio. Em 1970, poucos lembram que a Azzurra, num jogo onde o Brasil fez alguns dos gols mais bonitos da história, marcou uma vez na partida. O dono desse gol é pouco conhecido, porém um gigante na arte de balançar as redes: Roberto Bonisegna.

O atacante italiano era da base da Inter no momento em que os nerazzurri viviam seu grande momento na história. Não a toa chamada de Grande Inter, a equipe dos anos 1960 alcançou os maiores vôos da história da Internazionale e conquistou todos os títulos possíveis. Porém, Bonisegna acabou preterido por Helenio Herrera, tendo que buscar a sorte em outros clubes. Passaria por Prato, Potenza e Varese, antes de desembarcar no Cagliari.


Na Sardenha, formou com Riva uma dupla infernal e acabou finalmente chamando atenção de novo de seu clube "mãe.". Foi lá que acabou testado e se consagrou como centro-avante. Voltou "à contragosto" para a Internazionale, pois queria ficar no Cagliari. Curiosamente, sua primeira temporada fora da Sardenha foi quando o ex-time ganhou o Scudetto. Mas, seria jogando pela Inter que Bonisegna faria seus números mais absurdos. Na Beneamata, "deitou e rolou", sendo artilheiro da Série A por duas vezes. Foi através da Inter, ainda em sua primeira temporada, que chegou a Copa do Mundo de 1970.

No mundial, marcou dois gols, um na semifinal contra a Alemanha e outro o único gol italiano na final contra o Brasil. Na temporada 1970/1971, foi artilheiro e campeão italiano, marcando 24 gols na campanha da conquista da Inter. Seria, porém, seu único título pela Beneamata. Bonisegna ficou até 1976 no clube. Seria artilheiro tanto da Série A quanto da Copa Itália na temporada 1971/1972, mas não conquistou nenhuma das duas taças. No total, fez 287 jogos e 173 gols pela Inter, números que o tornam o terceiro maior artilheiro da história do clube.

Bonisegna conquistou várias taças com a camisa da Juve

Porém, provavelmente a saída para a Juventus acabou fazendo com que não entrasse no seleto hall de ídolos interistas. Foi pelos Bianconeri que Bonisegna viveu a fase mais vitoriosa da carreira, ainda que não entre entre os grandes artilheiros da história da Juve. Marcou 35 gols em 94 jogos pela Velha Senhora. Apesar dos números não tão altos, foi campeão italiano em duas temporadas, campeão da Copa da UEFA e campeão da Copa Itália com a camisa da Juve. 

Encerrou a carreira com uma breve passagem pelo Hellas Verona, onde marcou apenas 4 gols em 18 jogos. Pela Itália, foram 22 gols em 9 jogos. Apesar dos enormes números, não conseguiu ser exatamente um ídolo em nenhuma das equipes que são donas das duas maiores torcidas italianas. Talvez pela rivalidade entre os dois gigantes, mas por não criar uma grande identificação. Talvez por isso, não seja exatamente um nome muito conhecido do futebol. Mas, ser o terceiro maior goleador de um dos maiores clubes do mundo é pra poucos e Bonisegna fazia gols como poucos. 

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Livro "1982 - O ano do tetra" tem segunda edição lançada


A Seleção Brasileira da Copa do Mundo de 1982, que foi realizada na Espanha, é sempre motivo de debates entre os fãs de futebol. A equipe encantou o mundo com o belo jogo apresentado, mas acabou eliminada pela Itália e ficando sem a taça, o que sempre deixou uma dúvida no ar: "será que vale a pena jogar bonito e não ser campeão?" Você pode chegar à esta conclusão lendo o livro "1982 - O ano do treta".

A obra foi escrita pelo jornalista Rodrigo Cascino (Fox Sports) e está tendo a sua segunda edição, com atualizações, lançada pela Editora Primeiro Lugar, especializada em literatura esportiva. No livro, o autor transforma, de forma realista, mesclando realidade e ficção, um momento triste do futebol brasileiro – a eliminação da seleção brasileira na Copa de 1982 – em felicidade.

O autor - Rodrigo Cascino iniciou a carreira de jornalista na TV Manchete, com passagens por Rádio Trianon, Rede Bandeirantes (rádio e TV), Portal Terra e Band Sports. Palestrante, músico e escritor, atualmente é narrador dos canais Fox Sports.


Como adquirir o livro - A venda desta segunda edição (limitada) está sendo feita através das próprias mídias sociais de Rodrigo Cascino. Os interessados devem chamá-lo via inbox, avisando que quer adquirir a obra, passando o endereço completa, que ele passa conta para depósito. O valor do livro é R$ 50,00, com o frete incluso. O autor vai autografar, com dedicatória, todos os livros que forem vendidos desta forma.

Confrontos das semifinais da Copa do Mundo Sub-17 2019 estão definidos


A Copa do Mundo Sub-17 2019, que está sendo realizada no Brasil, chega agora à sua fase semifinal. Com os jogos das quartas, que foram realizados entre domingo e segunda-feira, dias 10 e 11, definiram os classificados. O México vai enfrentar a Holanda, enquanto a França encara o Brasil.

O México iniciou a competição no Grupo F, onde foi o terceiro colocado com quatro pontos, tendo empatado com o Paraguai, em 0 a 0, perdido para a Itália, por 2 a 1, e vencido as Ilhas Salomão, por 8 a 0. No mata-mata, o México passou por Japão (2 a 0) e Coreia do Sul (1 a 0) para chegar à semifinal.

A Holanda também terminou em terceiro no seu grupo, o D, com três pontos, tendo perdido para o Japão, por 3 a 0, e Senegal, 3 a 1, e venceu os Estados Unidos, por 4 a 0. No mata-mata, os holandeses venceram a Nigéria (3 a 1) e Paraguai (4 a 1). México e Holanda se enfrentam na quinta-feira, dia 14, às 16h30, no Bezerrão, no Gama.

O outro confronto coloca frente a frente Brasil e França. Os brasileiros, donos da casa, foram os primeiros do grupo A, fazendo nove pontos com vitórias sobe Canadá (4 a 1), Nova Zelândia (3 a 0) e Angola (2 a 0). No mata-mata, o time canarinho bateu o Chile (3 a 2) e Itália (2 a 0).

Já a França foi a primeira colocada do Grupo C, com nove pontos, feitos em vitórias contra Chile (2 a 0), Coreia do Sul (3 a 1) e Haiti (2 a 0). No mata-mata, os franceses passaram por Austrália (4 a 0) e Espanha, por incríveis 6 a 1. Brasil e França também se enfrentam na quinta-feira, dia 14, no Bezerrão, só que às 20 horas.

Os vencedores das semifinais farão a final da competição, que está marcada para o domingo, dia 17, às 19 horas, no Bezerrão. Os perdedores fazem a decisão do terceiro lugar na preliminar, que está marcada para às 15 horas.

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Brasil vence a Itália e avança às semifinais da Copa do Mundo Sub-17

Com informações da CBF
Foto: Alexandre Loureiro/CBF

Brasil não teve muita dificuldade para fazer 2 a 0 na Itália

Mais uma missão cumprida com sucesso pela Seleção Brasileira Sub-17! Na noite desta segunda-feira (11), o Brasil venceu a Itália por 2 a 0 e carimbou a vaga rumo às semifinais da Copa do Mundo da categoria. No Estádio Olímpico de Goiânia, Patryck e João Peglow marcaram os gols da classificação brasileira. 100% na competição, com cinco vitórias em cinco jogos, a Canarinho vai encarar a França na próxima fase. O duelo decisivo será na quinta-feira (14), às 20h (de Brasília), no Bezerrão.

Dono absoluto dos primeiros minutos, o Brasil começou a partida em ritmo alucinante, marcando pressão e controlando a posse de bola. A primeira chance veio aos quatro minutos de jogo. Kaio Jorge deu ótimo passe para Pedro Lucas, que soltou o pé para boa defesa do goleiro Molla. Mas logo na sequência, o arqueiro italiano nada pôde fazer contra a finalização certeira de Patryck. O lateral recebeu lançamento de Pedro Lucas, saiu em velocidade e surpreendeu Molla ao bater direto para o gol, aos cinco: 1 a 0 e festa brasileira em Goiânia.

Aos poucos, a Itália equilibrou as ações e tentou responder com Tongya, Pirola e Brentan. Retomando o domínio ofensivo, a Canarinho voltou a pressionar. Talles Costa e Henri esbarraram na defesa adversária. Até que, na marca dos 39, Peglow ampliou para a Seleção Brasileira. Em contra-ataque bem trabalhado, Pedro Lucas encontrou o camisa 10 pela direita, que bateu cruzado e saiu para o abraço: 2 a 0.


Correndo atrás do prejuízo, a Itália teve mais a bola no início do segundo tempo, mas foi o Brasil que assustou primeiro. Aos 11, Yan arriscou o chute de fora da área, Kaio Jorge tentou o desvio, mas Molla fez a defesa. Três minutos depois, a seleção italiana chegou com perigo em cruzamento rasteiro de Ruggeri, que Cudrig não aproveitou. O terceiro da Canarinho quase saiu aos 14. Gabriel Veron roubou a bola, driblou o marcador e bateu rasteiro para mais uma boa participação do goleiro italiano. 

A Seleção Brasileira seguiu no ataque e, aos 22, foi a vez de Talles Costa fazer grande jogada individual. O meia apareceu pela direita, invadiu a área e tocou para Pedro Lucas pegar de primeira mandando rente à meta adversária. Na sequência, Molla salvou a Itália de novo após mais uma finalização de Patryck. Já aos 36, Donelli operou um milagre dentro da área para salvar o Brasil depois de chute Gnonto. Confortável no jogo, a Canarinho soube administrar o resultado para sair de campo com mais uma vitória e vaga carimbada para as semifinais.

Palmeiras e Red Bull são os finalistas do Paulista Sub-20


Palmeiras e Red Bull. Estas duas equipes decidirão o Campeonato Paulista Sub-20 de 2019. Os Touros Vermelhos se classificaram no sábado, com um empate contra o Ituano. A igualdade no marcador também colocou o Verdão na final, só que nesta segunda-feira, dia 11, contra o São Paulo.

O primeiro a conquista a vaga para a decisão foi o Red Bull Brasil. No sábado, dia 9, em Jarinu, os Touros Vermelhos receberam o Ituano e em um belo jogo as duas equipes empataram em 2 a 2. O Red Bull havia vencido o primeiro jogo, em Itu, pelo placar de 2 a 0.

O Red Bull Brasil fez uma bela campanha até chegar à decisão. Na primeira fase, a equipe foi a primeira colocada do Grupo 3, com 31 pontos. Na segunda fase, os Touros Vermelhos foram os segundos do Grupo 8, com oito pontos, e na terceira foi primeiro do Grupo 15, com 16 pontos. No mata-mata, o Red Bull passou por Santos e Ituano para estar na final.

Já o segundo classificado para a decisão saiu nesta segunda-feira, dia 11, e foi o Palmeiras, que em jogo realizado no Pacaembu, empatou com o São Paulo em 1 a 1. no primeiro jogo entre as duas equipes, no Morumbi, o Verdão havia levado a melhor e vencido por 1 a 0.


O Palmeiras começou a competição no Grupo 4, onde foi o primeiro colocado, com 30 pontos. Na segunda fase, o Verdão foi o segundo colocado do Grupo 9, com 13 pontos, e na terceira fase foi novamente segundo, no Grupo 14, com 11 pontos. No mata-mata, o Palmeiras passou por Botafogo de Ribeirão Preto e São Paulo para chegar à decisão.

Agora, as duas equipes esperam a Federação Paulista de Futebol (FPF) que vai definir as datas e horários dos jogos da grande decisão. O anúncio deve ser feito nesta terça-feira, dia 12.

Depois de duas temporadas em Rondônia, Weslen já planeja o 2020

Weslen, o primeiro da fila, defendendo o Real Ariquemes (foto: arquivo pessoal)

O lateral-direito Weslen já está se preparando para a temporada de 2020. Depois de começar no futebol paulista, onde defendeu Jabaquara, Atlético Sorocaba, Rio Claro e Taboão da Serra, o jogador passou os dois últimos anos em Rondônia, defendendo o Rondoniense, em 2018, e Real Ariquemes, onde atuou no Estadual e Copa do Brasil.

Apesar de seu contrato com o Real Ariquemes ter chegado ao fim, o lateral-direito está se preparando por conta própria e estudando propostas para atuar na próxima temporada. O Curioso do Futebol bateu um papo com o atleta, que falou sobre como foi as atuações neste ano e o que espera do futuro.

O Curioso do Futebol - Depois de sempre jogar no futebol paulista, você teve esta experiência de duas temporadas em Rondônia. Como foi jogar por lá?

Weslen - O futebol paulista ainda está bem a frente de Rondônia. Em São Paulo temos mais técnica e qualidade. Em Rondônia estão em uma crescente, nestas duas temporadas que estive lá no Rondoniense e Real Ariquemes, me adaptei rapidamente. Lá o futebol é mais força e marcação. Graças a Deus tive um bom desempenho, chegando as semifinais do estadual nas duas ocasiões, chegando inclusive a figurar na seleção do campeonato.

O Curioso do Futebol - Há pressão da torcida? Tem como comparar com o futebol paulista?

Weslen - Ainda não dá pra comparar, até por conta de que a profissionalização lá se iniciou apenas em 1991, mas tá crescendo, tem bastante torcedores e a cobrança é bem firme. Mas isso é normal, faz parte do futebol, você sai na rua o torcedor reconhece, faz cobranças e nos aprendemos a lidar com essa situação.

O Curioso do Futebol - Como foi o desempenho do Real Ariquemes em sua passagem?

Weslen - Achei produtivo, como disse, chegamos à semifinal do estadual. O Real foi campeão em 2018, então havia uma expectativa maior, mas infelizmente não tive a felicidade de levar o clube até a final e ter a oportunidade de defender o título, mas estar entre as melhores equipes do estado faz bem para a equipe e para os atletas. A equipe inclusive teve a oportunidade nesse ano de disputar a Copa do Brasil e a Série D do Campeonato Brasileiro.

O Curioso do Futebol - Já tem propostas para a próxima temporada? O que esperar do Weslen em 2020?

Weslen - Estamos estudando algumas propostas. Enquanto isso tenho procurado manter a forma física para que assim que houver acerto eu possa ajudar a equipe em alto nível. Em 2020 pode esperar muita experiência, maturidade e dedicação. Acredito que o próximo ano será de muitas conquistas, que seja possível colocar mais um título no currículo.

O Curioso do Futebol - Deixamos agora o espaço para seus agradecimentos.

Weslen - Primeiramente agradeço a Deus pelas oportunidades que me deu até aqui. Sei que muitos jovens como eu gostariam de participar do futebol profissionalmente. Isso só foi possível por conta do apoio da minha família, ao meu pai, minha esposa e ao meu filho, que me inspira e me dá forças para me dedicar cada vez mais. Não posso deixar de agradecer vários amigos como o Gilson Pereira, que nos momentos bons e ruins sempre está lado a lado nessa caminhada.

domingo, 10 de novembro de 2019

Confrontos das semifinais do Paulista Feminino Sub-17 estão definidos


Foi realizada na tarde deste domingo, dia 10, a última rodada da segunda fase do Campeonato Paulista Feminino Sub-17 de 2019. Os resultados definiram os classificados e os confrontos da semifinais da competição, onde o São Paulo vai enfrentar a Ferroviária e o Santos terá pela frente o clássico contra o Corinthians.

No Complexo Social do Morumbi, em São Paulo, o Tricolor Paulista confirmou a primeira colocação do Grupo 5 ao golear o São José por sonoros 10 a 0. Lauren, Pérola e Duda marcaram para o time da casa no primeiro tempo. Já na segunda etapa, Rafa, Pérola, Isabelle, Evelyn, Isabelle, Cynthia e Rafa completaram a goleada do São Paulo FC.

Já no Estádio Municipal Dr. Ademar Pereira de Barros, em Araraquara, Ferroviária e Centro Olímpico, que estavam empatados em sete pontos, definiram o segundo lugar do Grupo 5. O time da capital saiu na frente, com Manu, mas Prado, nos acréscimos do primeiro tempo, e Bia, momentos antes do apito final do árbitro Hemerson Jose Nicoli de Campos,  fizeram 2 a 1 deram a classificação para as Guerreiras Grenás.

Pelo Grupo 6, o já classificado Santos recebeu o Realidade Jovem no CT Meninos da Vila. A equipe visitante surpreendeu no primeiro tempo e saiu na frente com um gol de falta de Camille, aos 16 minutos. No início do segundo tempo, Nicole, marcou um gol olímpico, e Analuyza, nos acréscimos, fez o tento da vitória das Sereias da Vila, que ficou na liderança da chave.

Já no Parque São Jorge, o Corinthians encarou o Caldeirão, de Piracicaba, e foi surpreendido aos 15 minutos, com o gol de Ellen. Porém, Kamille, aos 22', e Maria, aos 32', viraram ainda no primeiro tempo e o Timão, com a vitória, ficou em segundo lugar no Grupo 6.

O cruzamento das semifinais foi definido pela campanha no geral. O São Paulo, que somou 36 pontos, vai encarar a Ferroviária, que fez 26. Já o Santos, com 30 pontos, terá pela frente o Corinthians, que somou 29. Tricolor e Sereias da Vila fazem o segundo jogo em casa.
Proxima  → Inicio

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações