sexta-feira, 20 de julho de 2018

Em 1997, Santos inaugurava três novos lances de arquibancadas na Vila Belmiro

Com informações do Centro de Memória do Santos FC

Setor na Vila Belmiro, ainda em obras, que foi inaugurado depois, no dia 20 de julho de 1997
(foto: arquivo Santos FC)

Em 20 de julho de 1997, o Santos FC encarava o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro daquele ano, e vencia pelo placar de 3 a 0, com dois gols de Arinélson e mais um de Macedo. Porém, o triunfo não foi o que aconteceu de mais importante naquele dia, no Estádio Urbano Caldeira, na Vila Belmiro, em Santos.

Nessa vitória santista, em 20 de julho, pelo Brasileirão, aconteceu a inauguração do fechamento dos três lances de arquibancadas localizadas do lado da rua José de Alencar, no local chamado como gol de fundos da Vila Belmiro e onde atualmente fica a torcida adversária. Era uma grande conquista para o Santos, já que muitos cobravam o fechamento de arquibancada no local. Essa obra se deu na gestão do então presidente Samir Abdul Hack.

Naquele dia, o Santos formou com Marcelo; Baiano, Narciso, Ronaldão e Cássio; Élder, Marcos Bazílio, Caíco e Arinélson (Fernando Fumagalli); Macedo (João Santos) e Müller. O técnico era Vanderlei Luxemburgo. O público pagante no dia da inauguração foi de 8.942 pagantes com uma renda de R$ 85.165,00.

O setor inaugurado em 1997, onde atualmente fica a torcida visitante
(foto: Bruno Giufrida/GloboEsporte.com)

Curiosidade - A praça de esportes do Santos FC recebeu o nome do abnegado Urbano Caldeira, a partir do dia 24 de março de 1933, em homenagem ao ilustre associado que houvera falecido 11 dias antes. Caldeira foi importantíssimo na história do clube, tendo sido um dos maiores entusiastas para a compra do terreno e a construção do estádio na Vila Belmiro.

Copa Espírito Santo 2018 começa neste sábado

Com informações da Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo e CBF


Real Noroeste, Linhares, São Mateus, Serra, Sport Brasil Capixaba, Castelo, Atlético Itapemirim, Vitória-ES, Desportiva Ferroviária e Tupy. Qual destas equipes vai disputar a Copa Verde e o Brasileiro Série D em 2019? A partir deste sábado (21), esta resposta começará a ser esboçada com a abertura da 16ª edição da Copa Espírito Santo 2018.

Os primeiros jogos envolvem os times da Chave B. Às 15h, o Vitória recebe o Castelo no Estádio Salvador Costa, em Bento Ferreira. Às 16h, a Desportiva recebe o Tupy no Engenheiro Araripe, em Cariacica. Esta partida será transmitida em tempo real por meio da página Torcida ES (Facebook e Youtube) e pela TV Capixaba/Band.

Os jogos da Chave A começam no domingo, dia 22, com o duelo entre Real Noroeste e Brasil Capixaba, no José Olímpio da Rocha. No dia 25, Linhares e Serra jogam no Estádio Robertão, em Serra. Estes dois jogos serão realizados às 15h. Caso o Castelo, o Sport e o Linhares sejam campeões, não poderão participar da Série D por estarem na Série B do Capixabão.

Forma de disputa
1ª Fase: Clubes divididos em dois grupos, em jogos de ida e volta, classificando para a próxima fase os dois melhores classificados em cada grupo.
2ª Fase: Semifinal em jogos de ida e volta
3ª Fase: Final em jogos de ida e volta.

Chaves
Chave A: Real Noroeste, Linhares, São Mateus, Serra, e Brasil Capixaba.
Chave B: Castelo, Atlético Itapemirim, Vitória, Desportiva Ferroviária e Tupy

A competição - A Copa Espírito Santo foi criada no ano de 2003 com o objetivo de preencher a lacuna que existia no calendário do Futebol Capixaba durante o segundo semestre, pois, até então, as competições do futebol profissional eram restritas aos campeonatos da primeira e segunda divisão, disputados no primeiro semestre, ficando os clubes capixabas sem atividade no restante do ano. 

Para tornar a competição atrativa, a Federação de Futebol destinou uma vaga da Copa do Brasil para o campeão da Copa Espírito Santo, sendo que a primeira vaga já é garantida ao Campeão Estadual. Atualmente, o campeão da Copa Espírito Santo garante vaga no Campeonato Brasileiro Série D e na Copa Verde, ambos em 2019. Confira aqui a tabela e o regulamento da competição.

Patrocinadora Oficial - Nesta quarta-feira (18), acontece a cerimônia que lançamento da Copa Espírito Santo. Na ocasião será anunciada oficialmente a nova parceria entre a Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo (FES), os dez clubes disputantes, com as Loterias Caixa - patrocinadora oficial da competição.

A FES e os 10 clubes participantes da Copa ES Loterias Caixa 2018 também reafirmam o contrato de transmissão com a TV Capixaba que até a temporada de 2019, prevê a transmissão de um jogo por rodada, aos sábados, às 16h, na TV Capixaba.

A Loterias da Caixa é a patrocinadora da competição

Transmissão dos jogos - A primeira experiência com transmissão ao vivo pela TV ocorreu em 2007, quando foi firmada por cinco anos a parceria com a TV Vitória/Rede Record para transmissão de um jogo ao vivo por rodada aos domingos.

Dez anos depois, em 2017, para acompanhar a tendência de transmissões on line, a FES e os clubes apostaram pela primeira vez nesse tipo de transmissão durante a Copa Espírito Santo de 2017, e algumas finais das competições de base pela internet.

A transmissão ao vivo trouxe mais independência aos filiados e passou a atingir um público surpreendente. Foi constatado que este tipo de ação apresenta, em média, um tempo de engajamento 10 vezes maior do que vídeos sob demanda.

Na edição de 2018, a inovação será maior. Assim como no Capixabão 2018, a Copa Espírito Santo que começa no próximo dia 21 de julho, será transmitida via streaming, ou seja, em tempo real através da página Torcida ES, no facebook e Youtube, e pela TV Capixaba/ Band, a ainda terá ampla cobertura no Jornal Metro, Rádio Band News FM e outras mídias da rede de comunicação.

Roger Bernardo - Um brasileiro em Israel

Roger Bernardo foi apresentado no mês passado no Hapoel Tel Aviv
(foto: divulgação Hapoel Tel Aviv)

Contratado para reforçar o Hapoel Tel Aviv, Roger Bernardo completa na próxima semana um mês em sua nova casa, Israel. O volante de 32 anos, apresentado no fim do último mês, se prepara com o restante do grupo para a temporada 2018-2019.

Nesta quarta-feira (18), o brasileiro fez sua primeira partida com a camisa do clube. Na Polônia, país onde a equipe realiza a pré-temporada, o time de Israel venceu o amistoso contra o Swit Skolwin por 2 a 1. “É sempre bom começar com vitória, independente de ser jogo amistoso. Mas claro, o importante nesse momento é termos uma boa preparação para a temporada que está por vir. Estamos aqui na Polônia treinando bastante, está sendo um período bem produtivo, principalmente para acertar questões de entrosamento e posicionamento em campo", disse o jogador.

Segundo Roger Bernardo, a preparação ainda não terminou. "Temos ainda mais uma semana até a estreia oficial e vamos aproveitar ao máximo para chegarmos bem no campeonato”, avaliou o jogador, que no Brasil atuou em clubes como Palmeiras, Juventude, Guarani/SP, Figueirense e Atlético Mineiro. Além disso, na Europa, defendeu o Energie Cottbus e o Ingolstadt, ambos da Alemanha.

Empolgado com o novo desafio na carreira, Roger revela suas primeiras impressões. “É tudo novo aqui para mim, bem diferente do que eu já vivi. A cultura, o país e a língua são diferentes e, nos primeiros dias, foi um pouco complicado. Mas estou me adaptando com o passar do tempo e esses 10 últimos dias já foram bem melhores. Logo minha esposa chega para ficar comigo, a rotina de jogos também vai começar em breve e tudo vai se encaixando. Apesar de ser diferente, estou gostando, é um clube de história, com boa estrutura, bem organizado, que inclusive já disputou Champions League e Euro League”, concluiu.

Antes da estreia oficial, que acontece no dia 29 deste mês, o Hapoel Tel Aviv disputa mais dois amistosos. Amanhã (21) enfrenta o Panionios, da Grécia, e na segunda-feira (23) o Omonia Nicosia, do Chipre.

De volta à rotina do futebol brasileiro

Por Lula Terras

No retorno do Brasileirão, o São Paulo surpreendeu o Flamengo e venceu no Maracanã
(foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)

A saída precoce do Brasil da Copa do Mundo deixou um gosto amargo na garganta do torcedor brasileiro. Principalmente, pelo fato de estar entre os francos favoritos ao título, a derrota contra a Bélgica, nas quartas-de-final foi um golpe muito duro. Daí veio à expectativa do retorno à rotina do futebol brasileiro, depois do recesso de pouco mais de um mês. 

É importante destacar que a expectativa plantada pela maioria dos dirigentes, nestas férias improvisadas muito se falou de remontagem de alguns times, que estavam deixando a desejar. Principalmente alguns dirigentes de clubes que estipularam até, o número de craques a serem contratados para reforçar seu time. Alguns negócios foram feitos, com alguns jogadores chegando, outros saindo para clubes brasileiros e do exterior. 

Mas, a primeira mostra que tivemos, na 13ª Rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, não pode ser avaliada como otimista, com relação ao restante da temporada. Foram 10 jogos, divididos entre quarta e quinta-feira, entre os quais alguns clássicos regionais. Foram anotados 21 gols, cinco equipes que venceram em casa, apenas uma como visitante e quatro empates registrados. 

Para mim, o único destaque foi o São Paulo que venceu o ainda líder, Flamengo, em pleno Maracanã, por 1 a 0, resultado que colocou o time paulista na Vice-liderança da competição. Vale destacar que, faltam ainda, mais seis rodadas para concluir o 1° Turno, portanto, com muita coisa ainda a acontecer até e, em todo o segundo turno da competição que, além do título, boa premiação, garante quatro vagas para a Libertadores. Enfim, na torcida por dias melhores para o futebol brasileiro.

Seleção Feminina Sub-20 se prepara para a Copa do Mundo da categoria

Com informações do site da CBF

Jogadoras estão na preparação desde a última terça-feira, dia 17 (foto: CBF)

Na última terça-feira (17), a Seleção Brasileira Feminina Sub-20 reiniciou os treinamentos com foco total na Copa do Mundo da categoria, que será disputada de 5 a 24 de agosto, na França. Sob o comando do técnico Doriva Bueno, as 21 atletas convocadas permanecerão concentradas até o dia 31 de julho, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), realizando treinamentos físico, técnico e tático. Nesta primeira etapa, as atletas participaram de atividades no campo e foram submetidas ao teste de suor para hidratação personalizada da Gatorade.

Campeão sul-americano da categoria no início deste ano, Doriva Bueno acredita que a experiência continental ajudará na Copa do Mundo. "A gente tem que tirar as lições e coisas boas que fizemos no Sul-Americano. Sabemos que o nível de competição do Sul-Americano é diferente do Mundial. As meninas foram alertadas quanto a isso, treinando todos os dias sabendo das dificuldades e da intensidade que serão os jogos", analisou o técnico.

Após a conquista da competição continental, a Amarelinha passou por um período de preparação e realizou dois amistosos contra a seleção americana. Vitória brasileira de 3 a 2 no primeiro jogo, e derrota por 2 a 1 na segunda partida.

"O amistoso foi muito bom para a gente fazer uma reavaliação pós Sul-Americano. Nós tivemos um período de treinamentos e precisávamos de um jogo mais forte para ver como a equipe se comportaria. O desempenho delas foi bom, e eu acho que é o que vale, independentemente do resultado. Agora estamos fazendo a avaliações daquilo que a gente fez de bom e do que precisa melhorar para que a gente chegue na competição em um nível ainda melhor, com as meninas tranquilas", concluiu.

O Brasil está no Grupo B da competição, ao lado de México, Inglaterra e Coreia do Norte. Confira os jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo:

Dia 05.08
BRASIL x México
08h30 (de Brasília) - Local: Stade du Clos Gastel, Dinan/Léhnon

Dia 08.08
BRASIL x Inglaterra
08h30 (de Brasília) - Local: Stade du Clos Gastel, Dinan/Léhnon

Dia 12.08
BRASIL x Coreia do Norte
08h30 (de Brasília) - Local: Stade Guy-Piriou, Concarneau

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Santos e Palmeiras ficam no empate em jogo cheio de cartões pelo Brasileirão

Por Lucas Paes
Fotos: Ivan Storti/Santos FC

Santos e Palmeiras empataram no Pacaembu

A volta da Copa do Mundo foi com empate para Santos e Palmeiras. Na noite desta quinta, no Estádio do Pacaembu, alvinegros e alviverdes empataram o clássico por 1 a 1, pelo Brasileirão de 2018, em um jogo que teve dez cartões, muitas faltas e, além disso tudo, gols e chances de mudança do placar. No fim das contas, o resultado não foi satisfatório para nenhum dos dois lados.

Antes da pausa, a última partida do Santos havia sido uma vitória diante do Fluminense, fora de casa, no Maracanã, num jogo fraco onde o Peixe venceu graças a estrela de Bruno Henrique. Já o Palmeiras vinha de empate contra o líder Flamengo, fora de casa, em um jogo agitado e com duas expulsões. 

O Peixe até chegou no começo, quando David Braz cabeceou perigosamente por cima do gol. Porém, mal deu tempo do Santos respirar depois e o Palmeiras abriu o marcador: em rápido contra-ataque puxado por Willian, que deu belo passe para o camisa 20 palmeirense avançar para dentro da área e bater na saída de Vanderlei para botar o Verdão na frente. Lucas, inclusive, tomou amarelo por provocar a torcida do Santos. O meia estava pendurado e não joga contra o Galo. O time da casa só voltou a oferecer perigo depois de cinco minutos, com uma cobrança de falta de Jean Motta que passou por cima do gol de Weverton. 

O jogo a partir daí ficou truncado, com o Santos jogando para Rodrygo tentar criar algo e o Palmeiras parando o craque santista na pancada. Poucas chances eram criadas e deu tempo até pra Alison também entrar na roda dos cartões e na dos suspensos pro próximo jogo. Só foi rolar alguma chance de gol aos 28', quando Hyoran acertou um chute forte que obrigou Vanderlei à fazer boa defesa. Pouco depois, foi a vez do Santos quase chegar, em cabeçada de Eduardo Sasha em que o santista não conseguiu completar para as redes.

Aos 33', o Alvinegro Praiano voltou a tentar, em chute de longe de Gabigol que foi para fora. O jogo começou a ficar agitado (e mais pegado) na parte final, com Alison também tentando de longe e Gustavo Scarpa fazendo boa jogada, mas finalizando mal para o lado alviverde. Aos 39', Gabigol achou Bruno Henrique na área, mas a cabeçada do atacante santista não achou ninguém na área. A grande chance porém, veio em jogada rápida de Lucas Lima e Willian, que terminou com Gustavo Henrique tirando o chute sem goleiro de Hyoran em cima da linha e Lucas Lima parando em Vanderlei no rebote. Depois, ainda deu tempo de uma confusãozinha, quando Rodrygo cometeu falta em Lucas Lima e gerou um furdúncio generalizado, antes de acabar o primeiro tempo.

Gustavo Henrique fez o gol de empate do Santos

Na etapa final, a primeira chance foi do Palmeiras, que chegou em chute perigoso de Hyoran. O jogo continuou pegado no segundo tempo, com clima de animosidade intenso entre as duas equipes. Depois de pedir pênalti em disputa na área aos 8', Gabigol deu o primeiro chute alvinegro na segunda parte do jogo, mas a bola foi fácil para Weverton. Aos 18', foi a vez de Jean Motta tentar e chutar por cima do gol. O jogo seguiu disputado e corrido, aos 26', Scarpa arriscou de longe, mas a bola também passou por cima do gol de Vanderlei.

A insistência santista no campo de ataque enfim gerou resultado aos 29', quando Victor Ferraz cruzou para a área, Antônio Carlos afastou, a redonda passou pelas cabeças de Dodô e Felipe Melo antes de explodir no travessão e sobrar limpa para Gustavo Henrique empatar o jogo. Explosão santista no Pacaembu. Pouco depois, Gustavo teve outra chance após cobrança de escanteio, mas cabeceou para fora. 

O Peixe teve outra chance aos 36', quando Yuri Alberto recebeu bom cruzamento, mas cabeceou fraco, sem sofrimento para Weverton. Três minutos depois, porém, um chute aparentemente pouco perigoso de Jean Motta quicou no gramado e obrigou o goleiro palmeirense à fazer a defesa de peito. A partir daí o jogo esfriou, porém no final o Palmeiras fez pressão e quase chegou a vitória. Primeiro, aos 44', Bruno Henrique chutou bem e obrigou Vanderlei à fazer uma defesaça. Pouco depois, o arqueiro santista fez outro milagre em tentativa de cabeça de Deyverson. Depois, já no apagar das luzes, Marcos Rocha cobrou lateral para a área e Jean, livre, acertou a trave. O placar acabou terminando em igualdade, apesar das tentativas alviverdes no finalzinho.

Na próxima rodada, o Peixe pega a Chapecoense, na Arena Condá, no domingo, as 19 horas. O Verdão joga no mesmo dia, porém as 16 horas, em casa, contra o Galo.

Ficha Técnica
SANTOS 0 x 1 PALMEIRAS

Data: 19 de Julho de 2018
Estádio: Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu) - São Paulo/SP
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva
Assistentes: Hélcio Araújo Neves e Heronildo Freitas da Silva

Gols
Santos: Gustavo Henrique, aos 29' do segundo tempo
Palmeiras: Lucas Lima, aos 5' do primeiro tempo

Cartões Amarelos
Santos: Alison, Jean Motta, Rodrygo, Léo Cittadini.
Palmeiras: Lucas Lima, Felipe Melo, Deyverson, Antônio Carlos, Hyoran , Scarpa.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique, Dodô; Alison (Léo Citadini), Jean Motta; Rodrygo (Yuri Alberto), Sasha (Copete), Gabigol e Bruno Henrique  - Técnico: Jair Ventura

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena, Diego Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Lucas Lima (Artur); Scarpa, Hyoran (Jean) e Willian  - Técnico: Roger Machado

Pelo Brasileirão de Aspirantes, Santos empata com o Goiás fora de casa

O Goiás saiu na frente, perdeu pênalti e cedeu o empate para o Santos (foto: divulgação Goiás EC)

O Santos FC continua sem derrota no Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Jogando no Estádio Olímpico de Goiânia, no início da noite desta quinta-feira, dia 19, o Peixe empatou com o Goiás pelo placar de 1 a 1. Jacó abriu o marcador para o time esmeraldino, mas Sabino deixou tudo igual.

Com cinco pontos marcados em três jogos, o Santos, que faz parte do Grupo B, vinha de um empate em 1 a 1 com o Grêmio, no Estádio Ulrico Mursa, em Santos. Já o Goiás, equipe do Grupo A, com seis pontos, havia vencido o Avaí, fora de casa, por 2 a 1.

Jogando em casa e buscando mais uma vitória, o Goiás começou melhor no jogo e abriu o marcador aos 20 minutos do primeiro tempo. Thalles toca na linha de fundo e André cruza na cabeça do atacante Jacó, que manda uma pedrada de cabeça: 1 a 0 para o time esmeraldino.

O Goiás continuou mandando no jogo na segunda etapa e teve uma grande chance para ampliar em cobrança de pênalti. O atacante Robson bateu, mas o goleiro do Santos, John, defendeu e não deixou o time da casa aumentar a vantagem.

O pênalti perdido fez com o que o Goiás se abatesse um pouco. O Santos se aproveitou da situação e empatou aos 27 minutos. Sabino, cobrando falta, bateu forte e contou ainda com a ajuda do goleiro do Goiás, que não fez a defesa. Final de jogo no Estádio Olímpico e 1 a 1 no placar.

Na próxima rodada, o Goiás, que foi a sete pontos com o empate, vai jogar no dia 30, quando enfrenta o Internacional, às 21h15, no Beira-Rio, em Porto Alegre. O Santos volta a campo no 26, às 21h30, na Vila Belmiro, quando faz o clássico San-São com o São Paulo.

Pelo Brasileiro Sub-20, Santos perde para o Figueirense na Vila Belmiro

Apesar de ter saído na frente, o Peixe levou a virada no segundo tempo (foto: divulgação Santos FC)

O Santos FC não vem se dando bem em confrontos contra o Figueirense na categoria Sub-20. Depois de ter sido eliminado na primeira fase da Copa do Brasil 2018 da categoria, o Peixe foi derrotado pelos catarinenses na tarde desta quinta-feira, dia 19, por 2 a 1, de virada, na Vila Belmiro. O jogo foi válido pelo Campeonato Brasileiro Sub-20.

O Alvinegro Praiano não vem tendo um bom ano na categoria Sub-20, apesar do início promissor na Copa São Paulo. O Santos foi eliminado na primeira fase da Copa do Brasil, pelo próprio Figueirense, e do Campeonato Paulista. Porém, em sua estreia no Brasileirão, venceu o Flamengo, fora de casa, por 2 a 0. Já o Figueira entrava em campo hoje para fazer o seu terceiro jogo no torneio e vinha de um empate contra o Internacional, em 3 a 3, e uma vitória sobre o Atlético Paranaense, por 3 a 0.

O Santos começou melhor no primeiro tempo e dominava as ações. Porém, o primeiro gol da equipe da casa saiu apenas aos 34 minutos: Anderson fez boa jogada, foi até a linha de fundo, cruzou e a bola desviou na zaga adversária antes de balançar as redes: 1 a 0 para o Alvinegro Praiano e assim o jogo foi para o intervalo.

Atrás no marcador, o Figueirense voltou melhor no segundo tempo e conseguiu empatar a partida aos 6 minutos, com Matheus Lucas. O gol deu ânimo aos catarinenses, que passaram a dominar as ações. Com isto, conseguiram virar o marcador aos 43', com Luís Otávio. Nos minutos finais, o Peixe até tentou empatar a partida, mas como a rede não foi mais balançada, o Figueirense venceu pelo placar de 2 a 1.

Na próxima rodada, o Santos, com três pontos na competição e ainda vice-líder do Grupo 4, volta a campo na quarta-feira, dia 25, às 15 horas, quando enfrenta o Internacional, na Morada dos Quero-Queros, em Alvorada. Já o Figueirense, líder da chave, com sete pontos, recebe o Flamengo na próxima quinta, dia 26, às 15 horas, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis.
Proxima  → Inicio

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações