domingo, 20 de outubro de 2019

Kindermann estreia com vitória no Campeonato Catarinense

Foto: Andrielli Zambonim

Kindermann foi melhor no confronto citadino e venceu o Napoli por 2 a 0

O Avaí Kindermann estreou no Campeonato Catarinense Feminino 2019 na tarde deste domingo (20), em Caçador, no Estádio Municipal Doutor Carlos Alberto da Costa Neves. O jogo foi contra o Napoli, equipe também do município de Caçador. No duelo, a equipe do Avaí Kindermann levou a melhor, fechando o placar em 2 a 0.

O jogo é um clássico local. O Avaí Kindermann vai em uma pelo décimo primeiro título da competição. O Napoli busca por uma posição que dê a vaga para o Campeonato Brasileiro de 2020. A partida começou equilibrada, tendo em vista que o sistema de jogo dos times é bastante parecido. O Avaí Kindermann abriu o placar aos 19 minutos, com a cobrança de falta que resultou em um gol de cabeça da camisa nove, Carol.

No segundo tempo, Duda foi derrubada na área e o juiz anotou o pênalti. Quem chamou a responsabilidade para bater foi Bruna Calderan, que em uma cobrança perfeita marcou o segundo do Avaí Kindermann.

“Ficamos felizes em começar bem a disputa. Sabemos a responsabilidade e a tradição que carregamos dentro de Santa Catarina por meio deste Campeonato. As meninas entraram no jogo bem entrosada e partindo para cima, como é nossa característica. Temos muito respeito pelo Napoli e sabemos que a equipe do outro lado também tem competência. Vamos continuar em busca do nosso objetivo em levantar a taça por mais um ano”, disse o treinador do Avaí Kindermann, Jorge Barcellos.

Para Bruna Calderan, que já disputa o Campeonato há três anos vestindo a camisa do Avaí Kindermann, a equipe irá em busca de manter a tradição. “Nós sabemos da importância que este Campeonato tem para nós. As pessoas daqui, os torcedores de Caçador esperam e tem a expectativa de que vamos orgulhá-los por mais um ano. Vamos dar o nosso melhor, com certeza”, disse Bruna. 

O próximo jogo do Avaí Kindermann é contra a Chapecoense, no domingo às 15h, fora de casa.

Santos vence clássico e está na semifinal do sub-11 - O fim de semana da base

Por Lucas Paes
Fotos: Flávio Hopp


O Santos eliminou o Corinthians em Ulrico Mursa

O fim de semana marcou mais uma rodada do Campeonato Paulista nas categorias de base. O destaque ficou por conta do clássico entre Santos e Corinthians, que definiu a classificação do Santos para a semifinal no sub-11. Tivemos também o Alvinegro Praiano jogando em outras categorias, incluindo o sub-17 feminino, em momento onde os campeonatos afunilam e chegam as fases decisivas.

No Ulrico Mursa, na manhã de domingo, Santos e Corinthians fizeram o segundo jogo do duelo das quartas de final e a vaga foi do Santos. Os Meninos da Vila venceram por 1 a 0, com gol de Paulinho e se classificaram. Agora, o Peixe pega o São Paulo na semifinal, jogando o primeiro jogo no CT de Cotia, no próximo domingo, as 9h. 

Sub-13 - Santos vence Rio Claro e é semifinalista

Também em Ulrico Mursa, logo depois do sub-11, o sub-13 do Santos também se classificou para a semifinal. Os santistas venceram o Rio Claro por 3 a 1. Henrique, Everton Lopes e Lucas Yan fizeram os gols alvinegros, enquanto Gabriel Augusto diminuiu para o Galo Azul. Agora, na semifinal, o Peixe pega o Marília, no próximo domingo, as 10h30, no CT Meninos da Vila, decidindo, portanto, em Marília. 

O Santos também venceu no sub-13

Sub-20 - Santos é goleado e ve situação ficar complicada

Quem não se deu bem foi o sub-20 do Alvinegro Praiano. Na tarde de sábado, mesmo jogando no CT Rei Pelé, o Peixe acabou goleado pelo Red Bull por 5 a 0. Wagner, Chrigor (2), Jonathan e Theo fizeram os gols da goleada do Touro Louco, que fica próximo da vaga e joga agora no CT de Jarinu, no próximo domingo, as 10h. O Peixe precisará de uma reação histórica para reverter a situação.

Sub-20 - Segunda Divisão - Semifinais definidas

No sub-20 da segundona, estão definidas as semifinais da competição. Na sexta, duas classificações com vitórias por 2 a 0 dos mandantes. O São José passou pelo Brasilis e o Bandeirante pelo Catanduva. No sábado, goleada da Inter de Bebedouro pra cima do Taquaritinga por 5 a 0 e vitória do XV de Jaú pra cima da Itapirense por 1 a 0, resultados que classificaram os dois vencedores das partidas.


Sub-15 - Meninos da Vila abre vantagem contra a Ferroviária

No sábado pela manhã, também jogando no CT Rei Pelé, o Santos bateu a Ferroviária por 2 a 1, em duelo que valeu pelas quartas de final. Alison abriu o placar para os Meninos da Vila. Pyetro deixou tudo igual, mas Felipe deu números finais ao duelo, que deixou o Peixe com vantagem magra para o duelo decisivo em Araraquara, no próximo sábado, as 9h.

O Peixe abriu vantagem com a Ferroviária

Sub-17 - Começaram as quartas de final

No sub-17, na manhã de sábado, tivemos o início das semifinais. Em Osasco, o Palmeiras venceu o Audax por 2 a 1. Novorizontino e Ituano ficaram no 0 a 0 em Novo Horizonte. São Paulo e Ponte empataram por 1 a 1 em Cotia e o Primavera bateu o Corinthians em Indaiatuba. Os duelos decisivos ocorrem no próximo sábado, as 11h.

Sub-17 Feminino - Sereinhas vencem clássico com o Corinthians

Na tarde deste domingo, as Sereinhas da Vila venceram o clássico contra o Corinthians no CT Meninos da Vila, pela segunda fase do feminino sub-17. O placar foi de 2 a 0, com gols de Analuyza e Sabrina. As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo, também as 15h, no Parque São Jorge, em São Paulo, em jogo que já vale pelo returno desta fase.

Com gols na etapa inicial, Galo derrota o Peixe

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Soteldo bem que tentou, mas Galo venceu o jogo com certa facilidade

O Santos FC não somou pontos na 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo (20), no Estádio Independência, em Belo Horizonte-MG, o Peixe perdeu para o Atlético-MG por 2 a 0. Com este resultado, o Alvinegro Praiano segue com 51 pontos na terceira posição do nacional.

A primeira etapa na capital mineira foi bem intensa. Com 1 minuto de partida, os donos da casa saíram na frente do placar com um gol marcado por Luan. Sem se abater, o Peixe tentava criar jogadas no ataque com muita velocidade. Aos 20 minutos, após cruzamento de Marinho pela direita, Lucas Veríssimo cabeceou por cima do gol e quase igualou o marcador.

Porém, aos 22 minutos, Leonardo Silva aumentou a vantagem atleticana. Com dois gols de desvantagem, o time santista se lançou ao ataque e quase descontou em uma jogada inusitada. Depois de cobrança de escanteio batida por Jean Mota, a bola passou pela zaga mineira e bateu em Leonardo Silva, que ainda a viu passar entre as pernas de Réver e sair pela linda de fundo rente à trave.

A partir daí, o jogo ficou cada vez mais faltoso e quente. À frente do marcador, o Atlético Mineiro conseguia controlar as ações e o Santos pouco esboçava reação. Assim, o duelo foi para o intervalo com vantagem dos donos da casa por 2 a 0.


No segundo tempo, o time de Vila Belmiro tentou criar jogadas em velocidade pelas pontas. Taílson, Eduardo Sasha e Evandro entraram nos lugares de Marinho, Soteldo e Carlos Sánchez, respectivamente, e tentavam dar opões com muita movimentação, porém o embate terminou com vitória atleticana construída na etapa inicial.

O Santos FC volta a campo no próximo sábado (26) para enfrentar o Corinthians. O clássico, válido pela 28ª rodada do Brasileirão, será realizado às 17 horas na Arena Corinthians. Já o Atlético Mineiro enfrenta o São Paulo no domingo (27), às 16 horas, no Morumbi.

Marília empata com o Fernandópolis e volta para a Série A3

Com informações da FPF
Foto: José Neto/Marília AC

Breno comemora o gol de empate, que garantiu o acesso ao Marília

Rebaixado da Série A3 no ano passado, o Marília voltará a disputar a divisão em 2020. A equipe comandada por Ricardo Costa conquistou o acesso na manhã deste domingo, ao empatar por 1 a 1 com o Fernandópolis, em jogo válido pela rodada de volta das semifinais do Paulista Sub23 Segunda Divisão, no Cláudio Rodante. Mais de 4 mil torcedores estiveram presentes no estádio, sendo que 3 mil dos ingressos foram adquiridos por meio de trocas do Programa Futebol Sustentável.

O empate foi o suficiente para a ascensão, já que a equipe maqueana venceu o primeiro jogo, no Bento de Abreu, por 2 a 0, na semana passada. O Marília sobe para a Série A3 junto com o Paulista de Jundiaí, que conquistou o acesso com uma vitória por 2 a 1 diante do Flamengo de Guarulhos, no sábado. Os dois disputarão o título na grande final. Já o Fernandópolis, desde 2016 na Segunda Divisão, disputará a competição pela quinta vez seguida no ano que vem.

Precisando do resultado, o Fernandópolis não conseguiu controlar o nervosismo e mostrou muita afobação. Diante de um Marília bem postado na defesa, o time da casa até teve volume de jogo no campo de ataque, mas faltou caprichar mais no último passe e nas poucas finalizações concluídas.

Apenas duas boas chances foram criadas pelo Fernandópolis durante o primeiro tempo e o goleiro maqueano Geilson não deixou a bola entrar. Ele fez uma defesa meio atrapalhada em chute de Gildo, da entrada da área, e depois evitou um gol de Talison, que arriscou de longe ao ver o arqueiro adiantado.

No retorno para o segundo o time da casa mostrou um pouco mais de controle emocional e isso refletiu na qualidade do futebol. Com apenas três minutos de bola rolando, após uma boa troca de passas, Potiguar recebeu de Talison e bateu de fora da área para acertar o ângulo de Geílson, tirando o zero do placar.

A alegria fernandopolense, no entanto, foi interrompida no minuto seguinte, graças a uma falha grave da defesa na saída de bola. Breno se aproveitou do vacilo e, cara a cara com o goleiro, chutou de primeira e deixou o placar igualado novamente.

A virada quase veio aos 15 minutos, quando Ícaro acertou a bola na trave. A mudança de cenário deixou os jogadores do Fernandópolis bastante abatidos, assim como a torcida. O ímpeto diminuiu gradativamente conforme o tempo corria e não houve reação dos donos da casa.

sábado, 19 de outubro de 2019

Veja como ficaram os confrontos semifinais da Copa Paulista

Com informações da FPF


Após muitas emoções, os quatro times que seguirão vivos na disputa pelo título da Copa Paulista foram confirmados na tarde deste sábado (19), quando foi disputada a sexta e última rodada da terceira fase. Com São Caetano, Mirassol e EC São Bernardo garantidos desde a rodada passada, o XV de Piracicaba fez jus ao fator casa para segurar a vantagem e também avançar ao mata-mata.

Jogando no Estádio Barão de Serra Negra, o time piracicabano fez um jogo bastante movimentada com o EC São Bernardo mas conseguiu vencer pelo placar de 3 a 2 para ficar com a segunda vaga do Grupo 9 - a única que ainda estava em aberto. Com o resultado, os donos da casa fecham a terceira fase na segunda colocação, com 11 pontos, mesma pontuação de seu adversário, que ficou na frente por conta dos critérios de desempate.

No outro jogo da chave, o Comercial, jogando em casa, no Estádio Palma Travassos, venceu o Linense, que entrou em campo apenas para cumprir tabela, pelo placar de 3 a 1. Com o resultado, o time de Ribeirão Preto ficou na terceira posição do Grupo 9 com oito pontos e o Linense na lanterna, com três.

Já no Grupo 10, que estava totalmente definido desde a rodada passada, o Mirassol venceu o duelo dos classificados contra o São Caetano, pelo placar de 2 a 0 em pleno Estádio Anacleto Campanella. Mesmo assim, o time mandante terminou a fase na liderança com 13 pontos e o mirassolense em segundo. No outro jogo da chave, na partida dos 'eliminados', a Ferroviária venceu o Santo André por 1 a 0 e ficou na terceira posição com sete pontos, enquanto o adversário somou três.

Semifinais definidas - Apesar de se classificarem os dois primeiros de cada grupo, os confrontos semifinais são definidos pela campanha geral no torneio. Com o gol marcado pelo XV de Piracicaba no final do jogo, a nova fase ficou assim configurada: dono da melhor campanha, o São Caetano irá enfrentar o EC São Bernardo, com a vantagem de decidir o segundo jogo em casa. Já o XV de Piracicaba subiu para o segundo lugar geral e reencontrará o Mirassol, seu adversário na segunda fase.

As datas e horários dos próximos duelos devem ser confirmados pela Federação Paulista de Futebol nos próximos dias.

Confira os placares deste sábado:

XV de Piracicaba 3 x 2 EC São Bernardo
Comercial 3 x 1 Linense
São Caetano 0 x 2 Mirassol
Ferroviária 1 x 0 Santo André

Classificado, EC São Bernardo perde para o XV de Piracicaba, que também avança

Foto: divulgação EC XV de Piracicaba

Jogadores do XV de Piracicaba comemorando um dos gols do jogo

O EC São Bernardo, já garantido nas semifinais da Copa Paulista de 2019, foi até o Estádio Barão de Serra Negra, na tarde deste sábado, dia 19, para enfrentar o XV de Piracicaba, na última rodada da terceira fase da competição. O Nhô Quim venceu por 3 a 2 e também garantiu a classificação.

Grande surpresa da competição, o EC São Bernardo vinha de uma vitória sobre o Comercial, em casa, por 2 a 0, e havia se garantido na semifinal do torneio. Já o XV de Piracicaba perdeu fora para o Linense, por 3 a 1, e perdeu a chance de também se classificar antecipadamente. O Nhô Quim dependia de um empate na tarde deste sábado para avançar.

O jogo começou em ritmo forte. O XV de Piracicaba começou pressionando o EC São Bernardo e abriu o marcador aos 10 minutos, com Cássio Gabriel. Porém, o Cachorrão, querendo somar mais pontos, para conseguir ter vantagem na semifinal, empatou aos 28', com Felipinho. Assim, o primeiro tempo terminou com o placar de 1 a 1.


Na segunda etapa, o time da casa voltou a liderar o marcados logo aos 5 minutos, com Kadu Baroni. Mas o EC São Bernardo ia para cima, mesmo já classificado, e empatou novamente aos 23 minutos, com Rhuan. O empate já garantia o Nhô Quim, mas o time ainda buscou a vitória, com um gol de pênalti de Matheus Oliveira, aos 46'. Final de jogo e triunfo do XV por 3 a 2.

Nas semifinais, o XV de Piracicaba vai ter pela frente o Mirassol, fazendo o segundo jogo em casa. Já o EC São Bernardo vai ter um confronto do ABC contra o São Caetano. O primeiro jogo será na casa do Cachorrão e o segundo com mando do Azulão. A Federação Paulista de Futebol ainda vai divulgar as datas e horários.

Paulista vence Flamengo e sobe para a A3 do Paulistão

Com informações do Futebol Interior e da FPF
Foto: Gustavo Amorim/Paulista FC


O Paulista conquistou o acesso jogando em casa

Depois de dois anos, o Paulista de Jundiaí está de volta à série A-3 do Campeonato Paulista. O Galo venceu o Flamengo novamente, jogando na tarde deste sábado, no Jaime Cintra, desta vez por 2 a 1 e conquistou o acesso para a terceira divisão do estadual. Agora o Tricolor de Jundiaí, já campeão da Copa do Brasil em 2005, dá um pequeno primeiro passo para tentar reconstruir a grande perdida nos últimos anos da história do clube.

Na partida de ida, ocorrida no domingo passado, o Paulista já havia vencido por 2 a 0 jogando no Ninho do Corvo, em Guarulhos. Contando com uma vantagem gigantesca, o time de Jundiaí chegava com o acesso praticamente garantido na segunda partida.

Contando com a vantagem, o Galo ficou satisfeito com o primeiro tempo bastante travado e com pouquíssimas chances para ambos os lados. O Flamengo, tentando acelerar e buscar a aceleração, pouco conseguia. A melhor chance da equipe rubro-negra foi em cobrança de falta de Custódio, que passou perto do gol, mas não entrou. Com o empate em 0 a 0, o acesso ficava cada vez mais próximo do time da casa.

Na segunda etapa, a festa ficaria ainda maior. Num começo mais movimentado, o Paulista pulou na frente aos 14 minutos de jogo, com Edinan, recebendo assistência de Matheus e tocando no canto direito do goleiro do Corvo. Pouco depois do gol, porém, o time da casa perdeu o volante Pedro Demarchi, expulso por falta em Rômulo. Logo depois da expulsão, Wallace aproveitou sobra de escanteio para empatar o duelo, não deixando nem tempo para a torcida comemorar muito. A bola desviou na defesa e entrou.


Apesar da desvantagem numérica, o tricolor não desistiu de sair de sua casa com uma vitória. Aos 38 minutos da segunda etapa, quando o ânimo do Flamengo já começava a diminuir, Matheus aproveitou cruzamento e chegou de carrinho para marcar o segundo, dando números finais ao duelo e garantindo o acesso do time de Jundiaí. Foi só esperar o apito final para que o torcedor pudesse fazer a festa. 

Agora, o Paulista aguarda Marília ou Fernandópolis na decisão da competição, que deve ocorrer nos próximos dois fins de semana. Jogando em casa, o MAC venceu o primeiro duelo por 2 a 0 e agora tenta garantir o acesso em Fernandópolis. Obviamente, quem se classificar a decisão também terá subido para a série A-3.

São Paulo e Palmeiras estão na final da Copa Paulista Feminina

Palmeiras empatou com o São José e foi à final (foto: divulgação Palmeiras)

Após vitórias nos jogos de ida, São Paulo e Palmeiras confirmaram a classificação para a final da primeira edição da Copa Paulista Feminina. O time tricolor venceu novamente o Juventus, enquanto o Palmeiras empatou com o São José. Ambos os jogos foram realizados em Valinhos.

No primeiro jogo do dia, o São Paulo conseguiu a repetir a diferença de gols sobre o Juventus. Enquanto a partida de ida teve placar de 4 a 1, o time tricolor fez 3 a 0 na volta. Brenda, aos 14 minutos, abriu o placar após boa trama do ataque são-paulino. Aos 22, mais uma vez o São Paulo trocou passes para chegar até a meta do Juventus. Iara concluiu a jogada e ampliou. O placar foi fechado aos 43 do segundo tempo, com Ary Borges.

São Paulo FC bateu o Juventus novamente (foto: divulgação São Paulo FC)

O Palmeiras entrou em vantagem após ter vencido o São José por 2 a 0. O time do interior, porém, chegou a sonhar com a classificação ao abrir o placar aos 11 minutos, quando Carlinha ganhou dividida com a zaga palmeirense e cruzou na medida para Fernanda Tipa apenas completar para o gol. Aos 21, porém, Juliana ganhou no alto e cabeceou firme para empatar o jogo para o Palmeiras. Depois, o time alviverde administrou o resultado para avançar à final.

São Paulo e Palmeiras decidem a Copa Paulista em dois jogos, nos dois próximos fim de semana. Já Juventus e São José farão a disputa de terceiro lugar. As datas e horários ainda serão definidas entre os clubes e a FPF.

O bi das Sereias na Libertadores Feminina

Foto: Gazeta Press

Equipe do Santos na conquista da segunda Libertadores Feminina

O Santos foi o primeiro clube brasileiro a conquistar o bicampeonato da Copa Libertadores da América, com o time mais genial que existiu na face da Terra, comandado pelo Rei Pelé. Com o passar dos anos, as mulheres também tiveram a chance de ingressar no futebol e quis o destino que as Sereias da Vila também fossem a primeira equipe brasileira a conquistar o bicampeonato feminino das Américas.

No dia 17 de outubro de 2010, um domingo, foi a vez das mulheres colocarem o Santos no mais alto patamar da América do Sul pela segunda vez. Campeãs da primeira edição da Libertadores feminina, em 2009, as Sereias da Vila chegaram para a disputa de 2010 também como favoritas. A Rainha Marta já havia deixado o clube, mas a equipe base havia sido mantida, com a artilheira Cristiane e a meio-campista Maurine como principais destaques.

A campanha, arrasadora - As Sereias se sentiram à vontade jogando na Arena Barueri, sede do torneio. Na primeira fase foram quatro jogos e quatro vitórias. A partida mais complicada terminou 2 a 0, diante do Caracas, da Venezuela.

Maior vítima, o River Plate, do Uruguai, levou uma goleada acachapante de 9 a 0. O time colombiano Formas Íntimas perdeu por 4 a 0 e, ao encerrar a primeira fase, o Santos goleou o Deportivo Quito, do Equador, por 7 a 0. Foram 22 gols marcados e nenhum gol sofrido, média de 5,5 gols por jogo.

Na semifinal, as Sereias da Vila tiveram um rival histórico do Peixe pela frente: o tradicional Boca Juniors. Em um jogo difícil, a herdeira da camisa 10 da Rainha Marta, Maurine, abriu o placar aos 29 minutos do segundo tempo, em uma bela cobrança de falta. Quatro minutos depois, Suzana deixou ampliou para 2 a 0, sacramentando a classificação para a grande final.

A categoria faz a diferença - Na finalíssima, contra o Everton, do Chile, o técnico Kleiton Lima mandou a campo Andréia Suntaque, Aline Pellegrino, Thorunn (depois Suzana) e Renata Costa; Ester, Maurine, Thais e Joice (Dani); Pikena (Beatriz), Grazi e Cristiane.

O Everton, treinado por Mario Vela, jogou com Endler, Galaz, Bravo, Sisterras e Saez; Quintana, Pardo (Vidal), Galeano e Salgado (Morales); Torres e Villamayor (Arias). A arbitragem foi da uruguaia Claudia Unpierrez.

Como se esperava, o jogo foi complicado e com poucas oportunidades de gol, principalmente no primeiro tempo. A chance mais clara ocorreu aos 30 minutos, em um chute forte de Thaís próximo da entrada da área. A goleira chilena, Endler, foi bem no lance e espalmou para escanteio. Na volta do intervalo, o técnico santista realizou duas alterações: fez entrar a centroavante Suzana no lugar da zagueira Thorunn, e realizou uma troca de laterais, colocando Dani Silva na vaga de Joice.

O Santos permanecia mais tempo com a bola, tentando de todos os jeitos abrir o marcador, mas a defesa chilena estava bem postada, dificultando o avanço do ataque santista. Aos 44 minutos surgiu outra oportunidade quando Suzana sofreu falta na entrada da área.

Três jogadoras se apresentaram para cobrar: Dani Silva, Éster e Maurine. Esta última, a número 10 do time, já havia feito um gol, de falta, na semifinal, e mostrou confiança para executar a cobrança. Com extrema categoria, Maurine usou mais jeito do que força e colocou a bola no canto direito de Endler. Depois, correu, emocionada, para abraçar o técnico Kleiton Lima e comemorar o bicampeonato da Copa Libertadores.

Retrospecto impecável - Ao todo foram seis triunfos em seis jogos, 25 gols marcados e nenhum sofrido. Para alcançar essa façanha o técnico Kleiton Lima utilizou 19 jogadoras: Alline Pelegrino (capitã), Andreia Suntaque, Beatriz, Carol Arruda, Cristiane, Dani Silva, Erikinha, Éster, Grazi, Janaína, Joice, Karen, Maurine, Pikena, Renata Costa, Sandrinha, Suzana, Thaís e Thorunn.

Com sete gols cada, Cristiane e Grazi foram as artilheiras da equipe santista na irresistível campanha do título. Maurine e Thaís marcaram três gols; Suzana fez dois e Éster, Joice e Pikena marcaram um gol cada.

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Welinton Junior vive grande fase no Campeonato Português

Foto: divulgação Desportivo Aves

Welinton Junior está concorrendo ao prêmio de gol mais bonito de setembro em Portugal

O Desportivo Aves tem oito partidas no Campeonato Português e em todas elas o atacante Welinton Junior esteve em campo. Ele é o nono jogador com mais minutos em campo na Liga Nos com 675 minutos. Além disso, está bem situado em outros rankings, entre eles: o jogador que mais sofre faltas e o que mais chuta de fora da área.

Com tantos pontos positivos individuais na largada do Campeonato Português, Welinton Junior comemora a boa sequência na sua primeira experiência no exterior. “Venho numa ótima sequência de jogos, coisa que não estava tendo no Brasil. Estou muito confiante dentro de campo e tenho aproveitado as oportunidades da melhor maneira. Espero manter essa sequência e evoluir cada vez mais para ajudar o Aves”, declarou o atacante de 26 anos e que estava no Coritiba antes de se transferir para Portugal.

Welinton Junior também teve o outro motivo para comemorar recentemente, pois a Liga Nos indicou o gol dele diante do Paços Ferreira, pela sexta rodada, para ser o mais bonito de setembro. Mesmo não sendo o vencedor após votação popular, o atacante brasileiro ficou bastante orgulhoso com a indicação. “Foi uma emoção enorme quando descobri que o meu gol estava concorrendo ao mais bonito do mês de setembro do Campeonato Português. Mesmo não sendo o escolhido para mim já foi gratificante, pois belos gols foram marcados e grandes craques disputam a competição”, ressaltou o camisa 71.

Após a pausa pela data FIFA, o Desportivo Aves volta a campo neste sábado, fora de casa, contra o Farense pela Taça de Portugal. Sem entrar em campo desde o dia 05 de outubro, Welinton Junior garante que a equipe aproveitou o período para melhorar de rendimento. “Esse período sem jogo foi um tempo para colocarmos as coisas em dia. Conversamos bastante entre nós para darmos a volta por cima, sair da zona de rebaixamento na Liga NOS e fazer essa chave virar de maneira positiva o mais rápido possível”, finalizou.
Proxima  → Inicio

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações