No Mesa Redonda, presidente da FPF aponta voltas da A2 e A3 e início da Copa Paulista

Com informações de Thiago Batista / Esporte Jundiaí
Foto: reprodução TV Gazeta

Bastos participou mais uma vez no Mesa Redonda, da TV Gazeta

O presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, participou na noite deste domingo, dia 12, do programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, e falou sobre o reinício das séries A2 e A3 e também do começo da Copa Paulista. Ele reafirmou o que disse em entrevista ao Globo Esporte.com de que estas competições serão disputadas, em certo período, simultaneamente.

"Na terça-feira às 11 horas da manhã teremos a reunião com os times da Série A2. Nós estamos voltando a Série A1 por necessidade dos clubes. Logo depois será a A2. E, em seguida, será a A3, que deve começar no fim de agosto, começo de setembro e temos a ideia de começar em conjunto com a Copa Paulista", disse o mandatário da FPF, em resposta à uma pergunta do ex-jogador e ex-presidente do Audax, Vampeta.

Segundo o próprio presidente da entidade, o retorno da Série A2 será discutido na reunião desta terça-feira. "Falaremos sobre o retorno da competição e também da elaboração do protocolo de proteção ao covid-19. Apresentaremos tudo isto ao Governo do Estado de São Paulo para preparar a volta", explicou o presidente.

Bastos também fez um prognóstico sobre o início das competições da temporada de 2021. "Início do Campeonato Paulista Séries A1, A2 e A3 em 2021 deve ser entre os dias 27 e 28 de fevereiro". O presidente não comentou sobre a Segunda Divisão e a Copa São Paulo de Juniores no programa.

Virada de mesa - Na entrevista, Chico Lang, comentarista da emissora perguntou se existe possibilidade de uma “virada de mesa”, caso o Corinthians cai para Série A2. Bastos disse que não essa possibilidade. “Nenhuma possibilidade (de virada de mesa). Independente do clube rebaixado o regulamento vai ser cumprido. O campeonato parou para todos e as regras são para todos e os clubes de São Paulo conhecem todas as regras antes e depois da pandemia e todos aprovaram as regras, com exceção do Botafogo de Ribeirão na última reunião que pediu para voltar a competição depois”, afirmou.


Bastos disse ainda que a entidade vai passar por uma nova realidade nos próximos tempos. “A gente precisa ter capacidade financeira para realizar as competições. A Federação vai adequar agora suas despesas para a nova realidade para o futebol brasileiro”, comentou.

"Nós vamos ter todas as rodadas do Campeonato Paulista sem público. É um impacto em torno de 35% sobre o faturamento da Federação. Estamos tomando providências. Há 60 dias diminuímos a carga horária de todos em 25%, cortamos 50% do nossos prestadores de serviços e fizemos ajustes de 30% a 50% de desconto. Todos os gestores estão trabalhando para apresentar semana que vem um número maior de cortes para que a Federação possa continuar fazendo o que tem que fazer: investir nas competições. A gente precisa ter capacidade financeira para fazer campeonatos. Nós vamos agir, não vão ser atitudes agradáveis e simpáticas, mas vamos tomar providências para adequar as receitas a realidade do futebol brasileiro”, concluiu o presidente da FPF.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações