A boa passagem de Jorge Vieira pela Seleção do Iraque em 1985

Por Lucas Paes
Foto: Arquivo

Jorge Vieira treinou o Corinthians em parte da época da democracia 

Jorge Vieira foi um treinador brasileiro conhecido por ter comandado o Corinthians no período em que o clube teve o time que ficou conhecido como "Democracia Corintiana." Mas, o carioca teve outros trabalhos nos quais teve sucesso, sendo um deles bem alternativo: classificou o Iraque a Copa do Mundo de 1986, treinando a seleção durante as eliminatórias em 1985.

Ele chegou a seleção do país asiático logo após deixar o Corinthians, onde conquistou dois estaduais. Segundo contou em uma entrevista, foi contratado diretamente por Uday Hussein, filho de Sadam. Aliás, ao que consta, Vieira conseguiu manter uma amizade com o líder iraquiano e com seu filho, que segundo contou, trataram muito bem o brasileiro no período em que esteve no comando da seleção de futebol do país. O brasuca conta que tinha encontros com Sadam e Uday praticamente toda semana, numa época em que Bagdá era segundo ele uma "cidade mais viva, com boates, discotecas e restaurantes.".

A missão do treinador brasileiro por lá, porém, era um pouco complicada: classificar o país, que nunca havia jogado uma Copa do Mundo, ao mundial de 1986, que viria a ser disputado no México. A missão se iniciou no dia 15 de março daquele distante 1985, com duas partidas entre Iraque e Líbano, que foram vencida pelos iraquianos por 6 a 0, mas anuladas posteriormente devido a desistência dos libaneses da competição.

Depois, a sua equipe foi jogar diante da Jordânia, fora de casa e conseguiu uma ótima vitória por 3 a 2, num jogaço naquela primeira fase da classificatória. Depois, porém, o time foi a Doha e acabou perdendo por 3 a 0 para o Catar. Só que as duas vitórias seguidas pra cima justamente de Jordânia e Catar, em jogos com mando iraquiano, porém disputados no Kuwait, foram suficientes para classificar a equipe para a próxima fase.


Na fase final, o primeiro confronto do time de Jorge Vieira foi diante dos Emirados Árabes. Primeiro, fora de casa, o Iraque venceu por 3 a 2, para depois perder com mando de jogo, porém jogando na Arábia Saudita, por 2 a 1. A classificação veio nos gols fora de casa. A classificação veio contra a Síria, com empate sem gols em Damasco e uma bela vitória tranquila por 3 a 1 na Arábia Saudita, garantindo a classificação para a Copa do Mundo de 1986. Bons goleadores, Hussein Saeeed e Amed Radhi eram os destaques do time. Radhi seria inclusive responsável pelo único gol de seu país na Copa do Mundo de 1986. 

Vieira, porém, acabou não permanecendo para comandar a equipe no México. Deixou o Iraque para retornar ao Brasil, saída facilitada talvez pela relação próxima com Sadam. Foi sucedido por outro brasileiro, Evaristo de Macedo, indicado por ele, que comandou o time na Copa do Mundo. Jorge Vieira acabou falecendo no dia 25 de julho de 2012, em decorrência de um infarto, ficando pra sempre na memória de torcedores do Corinthians, do América e também do Iraque.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações