segunda-feira, 4 de maio de 2020

Comandado por Luxemburgo, Palmeiras conquistava o seu último Paulistão em 2008

Com informações da FPF
Foto: Arquivo FPF

Comemoração do título de 2008: o último Paulistão do Verdão

Em 4 de maio de 2008, o Palmeiras conquistava o Campeonato Paulista ao superar a Ponte Preta na última conquista do antigo Parque Antárctica e do ídolo Marcos com a camisa do clube. Curiosamente, Vanderlei Luxemburgo, atual técnico alviverde, era o comandante da equipe que tinha Valdivia, Diego Souza, Kléber e Alex Mineiro como os principais destaques.

Campanha - Em 2008, os 20 clubes jogavam a primeira fase em turno único e os quatro melhores avançavam à semifinal. Neste formato, o Palmeiras terminou na vice-liderança com 40 pontos, mesma pontuação do líder Guaratinguetá. São Paulo (38) e Ponte Preta (35) também avançaram à próxima fase.

Durante a primeira fase, o Palmeiras oscilou nas primeiras rodadas por conta do entrosamento devido a chegada de reforços no início do ano. Em 2008, as principais contratações foram o zagueiro Henrique, ex-Coritiba, além do meia Diego Souza, que defendia o Grêmio, e dos atacantes Kléber, que atuava na Ucrânia e Alex Mineiro, ex-Athletico.

Nas 11 primeiras rodadas, o time de Luxemburgo tinha conquistado apenas quatro vitórias, quatro empates e três derrotas. Na segunda perna, o treinador contou com o retorno de Marcos, lesionado anteriormente, que cedeu lugar a Diego Cavalieri. Com o time mais encorpado, o Palmeiras arrancou na competição e acumulou oito triunfos consecutivos até a semifinal, sendo duas vitórias em clássicos contra Corinthians e São Paulo, adversário no mata-mata.

Imagem

Fase final - Com a segunda melhor campanha, o Palmeiras teve a vantagem de decidir o segundo confronto diante do São Paulo, que se classificou em terceiro, no Palestra Itália. Atual bicampeão brasileiro, o time do Morumbi levou a melhor no primeiro encontro e venceu por 2 a 1, com dois gols do atacante Adriano, o Imperador. O centroavante Alex Mineiro descontou para o Alviverde, que por conta do desempenho na primeira fase, classificava-se à final com uma vitória simples.

Deste modo, os clubes voltaram a campo no dia 20 de abril para o Choque-Rei que decidiria um dos finalistas. No primeiro tempo, o meio-campista Léo Lima abriu o placar para o Palmeiras em chute da intermediária, resultado que dava a vaga para os donos da casa. No fim do jogo, quando o Tricolor pressionava, Wendel carregou da intermediária e, frente a frente com Rogério Ceni, rolou para Valdivia apenas empurrar para o gol vazio e confirmar a classificação.

Na outra semifinal, a Ponte Preta eliminou o Guaratinguetá e deu a vantagem do Palmeiras fazer novamente a segunda partida diante do seu torcedor. Assim, o time de Palestra Itália visitou os campineiros no Moisés Lucarelli e venceram pelo placar mínimo com gol de cabeça de Kleber, o Gladiador, após escanteio.


Já no dia 4 de maio daquela temporada, os mais de 27 mil presentes no Parque Antárctica viram o Palmeiras golear a Ponte Preta, por 5 a 0, com gol contra de Ricardo Conceição, outro de Valdivia e três de Alex Mineiro, principal artilheiro do Campeonato Paulista com 15 tentos, e levantar o 22º título estadual de sua história, o segundo mais vencedor ao lado do Santos. Ao todo, o Palmeiras colecionou 15 vitórias, quatro empates e quatro derrotas, com 45 gols marcados e 18 sofridos.

Coincidências - Atual comandante do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo também era o principal responsável por conduzir o time alviverde naquela oportunidade. O técnico também coleciona as quatro últimas conquistas estaduais da história do clube -1993, 1994, 1996 e 2008. Atualmente, a equipe palmeirense também acumula 12 anos sem vencer o torneio, sendo o segundo maior jejum de títulos paulistas já que ficou na seca entre 1976-1993 e posteriormente de 1996-2008.

Última conquista - O título de 2008 também marcou a última taça erguida no antigo Parque Antárctica, já que o estádio foi fechado para a construção da Arena Allianz Parque em 2010. Além disso, também foi a conquista derradeira da carreira de Marcos, ídolo palmeirense.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações