sábado, 20 de abril de 2019

A estreia de Canhoteiro pelo São Paulo FC

Com informações do site oficial do São Paulo FC
Foto: arquivo São Paulo FC

Canhoteiro defendeu o São Paulo FC por mais de nove anos

No dia 18 de abril de 1954, um dos maiores gênios da ponta esquerda da história do futebol brasileiro estreou pelo Tricolor. Nascido em Coroatá, no Maranhão, José Ribamar de Oliveira, o Canhoteiro, veio do América do Ceará para brilhar no São Paulo. Na estreia, em um amistoso contra o Linense no antigo Gigante de Madeira, em Lins, o São Paulo foi derrotado por 2 a 1, mas isso em nada atrapalhou o futuro do craque que, até a despedida dele do clube, em 1963, realizou 413 jogos e marcou 105 gols. Um feito excepcional para um ponta - cuja função principal sempre foi servir aos centroavantes. 

Canhoteiro driblava, garantem os mais velhos, no espaço de um lenço. Uma de suas jogadas características era sair com a bola junto a bandeira de escanteio, fintando o adversário mesmo estando de costas. Fazia embaixadas não apenas com a bola, mas com laranja, xícara de café e até moeda. A habilidade do ponta o levou à Seleção Brasileira, onde chegou a ser convocado para a Copa do Mundo de 1958, mas foi cortado da lista final - por questões extra-campo.

De modo geral, em toda a carreira, fez, na esquerda, o que Garrincha fazia na direita. Na opinião de mestre Zizinho, companheiro de equipe, foi o maior driblador já visto no Brasil. A técnica de Canhoteiro foi até em música, composta em homenagem ao jogador, por Zeca Baleiro. 

A maior glória obtida pelo ponta com a camisa do Tricolor foi a conquista do Campeonato Paulista de 1957, em partida decisiva contra o Corinthians. Canhoteiro marcou o segundo gol da vitória por 3 a 1 no espetáculo que ficou conhecido, na posteridade, como "A tarde das garrafadas". O último jogo do ponta-esquerda pelo São Paulo foi exatamente contra o Tomão, no dia 4 de agosto de 1963, quando o Alvinegro levou a melhor e venceu por 3 a 0.

Depois, jogou no Nacional e no Toluca, ambos do México, e voltou ao Brasil em 1966, onde atuou pelo Nacional e no Saad, de São Caetano, onde encerrou a carreira. Canhoteiro faleceu em 16 de agosto de 1974, com apenas 41 anos.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações