domingo, 16 de setembro de 2018

Em jogo de muitos gols, Operário e Cuiabá empatam na primeira final da Série C

Com informações do site oficial da CBF

Com seis gols, Operário e Cuiabá empataram e deixaram a decisão para a segunda partida
(foto: Josué Teixeira/Gazeta do Povo)

Em jogo de tirar o fôlego, Operário Ferroviário e Cuiabá empataram em 3 a 3 no primeiro duelo da grande decisão da Série C. No Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, na tarde deste domingo, dia 16, o Fantasma abriu 2 a 0 ainda na etapa inicial, mas viu o Dourado conseguir a virada no segundo tempo e nos instantes finais da partida os donos da casa deixaram tudo igual.

Com o apoio da torcida, o Operário começou a todo vapor. Logo no primeiro ataque do time paranaense, Dione recebeu dentro da área e chutou cruzado, a bola ainda bateu na trave antes de estufar as redes no Germano Krüger: 1 a 0. Aos sete minutos, foi a vez do Cuiabá assustar. Após cruzamento, João Carlos subiu sozinho, mas mandou para fora.

Cinco minutos depois, o Dourado criou mais uma chance pelo alto. Dessa vez, Marino mergulhou para cabecear e mandou com perigo rente a trave. A resposta do Fantasma foi imediata. Bruno Batata dominou de frente para o gol sendo travado na hora da finalização. A partir dos 30 minutos da primeira etapa, o ritmo do jogo diminuiu. Mas, na marca dos 45 minutos, Danilo Báia cruzou na medida para Erick ampliar a vantagem do Operário. Na sequência, Adriano Pardal, de cabeça, quase diminuiu para o Dourado, mas a bola explodiu na trave defendida por Simão.

No segundo tempo, foi a vez do Cuiabá balançar as redes logo nos primeiros minutos. Em jogada trabalhada de pé em pé, Marino recebeu na entrada da área e acertou uma belo chute para diminuir a vantagem do Fantasma, aos três minutos: 2 a 1. Na sequência, novamente em finalização de fora da área, o Dourado quase chegou ao empate. Dessa vez Adriano Pardal foi quem chegou chutando, mas Simão caiu para fazer uma grande defesa. Aos 18, após cobrança de escanteio, Marino aproveitou a sobra para fazer seu segundo no jogo e empatar para time mata-grossense.

O time da casa chegou a fazer 2 a 0 (foto: reprodução CBF TV)

Três minutos depois, em boa jogada Eduardo Ramos, Jeninson, de cabeça, virou para o Cuiabá: 3 a 2. Aos 32, Cleyton em cobrança de falta, quase empatou para o Operário, mas Victor Souza apareceu para fazer uma grande defesa. O Cuiabá respondeu com Eduardo Ramos e dessa vez foi o goleiro do paranaense que salvou para os donos da casa. Na marca dos 38 minutos mais uma chance do Fantasma, depois de escanteio, Sosa cabeceou na trave. Aos 44, Robinho pegou uma sobra na entrada da área e chutou de esquerda para deixar tudo igual no primeiro jogo da final da Série C: 3 a 3.

Porém, os assuntos não terminaram após o apito do árbitro. Logo após o encerramento da partida, os jogadores de ambas as equipes entraram em um verdadeiro quebra-pau, que foi difícil de parar. A turma do "deixa-disso" teve muito trabalho para encerrar a briga.

As equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado, dia 22, às 19 horas, no horário de Brasília, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Quem vencer será o campeão e em caso de novo empate, o título será definido nas penalidades.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações