sábado, 25 de agosto de 2018

Derby Campineiro termina empatado sem gols no Moisés Lucarelli

Com informações do Globoesporte.com
Fotos: Marcos Ribolli

O Derby foi movimentado em Campinas, mas terminou sem gols

O segundo Derby Campineiro do Brasileirão da Série B de 2018 terminou sem gols. Ponte e Guarani não saíram do zero a zero num Moisés Lucarelli completamente pontepretano. O resultado não foi bom para nenhum dos dois lados, já que nem Guarani e nem Ponte Preta conseguiram ficar mais próximos do G4 da Série B, apesar de ambos os clubes campineiros estarem na luta naquela parte da tabela. 

A Ponte vinha de derrota, fora de seus domínios, contra o Londrina, na rodada anterior. O Bugrão havia vencido por 2 a 0 o Atlético Goianiense, no Brinco de Ouro, em confronto mais do que direto pela briga nas primeiras posições. 

Nos primeiros minutos, tanto Guarani quanto Ponte criaram chances de gol, primeiro com a Macaca, em cruzamento de Danilo Barcelos em que ninguém cabeceou para o lado alvinegro e depois em um chutaço de Jefferson Nem, defendido por Ivan, que logo foi respondido pelos mandantes em chute de Júnior Santos que foi perigoso. 

A partir daí, o jogo ficou pegado e com poucas chances para os dois lados. Aos 15', jogada envolvente do Guarani que Ricardinho terminou com um chutezinho fraco. Pouco depois, Longuine meteu uma bola na trave, mas estava impedido. Aos 18', foi a vez pontepretana com Júnior Santos, que chutou uma sobra colocada para boa defesa de Agenor. Aos 25', a primeira confusão do clássico campineiro, entre Pará e André Luis. 

Aos 30', Danilo Barcelos bateu falta para defesa complicada de Agenor. A resposta veio com Matheus Oliveira, que chutou colocado e obrigou Ivan à fazer uma defesaça. A partir daí, o jogo de novo passou a ter poucas chances, até outro chute de Matheus Oliveira passar raspando a trave de Ivan, aos 42'. O primeiro tempo terminou em 0 a 0.

A etapa final demorou à ter chances de gol. Só aos 16', Bruno Ramires tentou do meio de campo e jogou muito longe da meta. Logo depois, Agenor salvou o Guarani em cabeçada de André Luis, onde o arqueiro bugrino fez uma defesaça. O segundo tempo tinha um jogo que parava muito, onde nenhum dos dois times conseguia criar grandes chances. Aos 30', uma dividida de André Luis com o defensor alviverde dentro da área gerou muita reclamação da Ponte. Aos 33', outra vez o tempo fechou, com a confusão envolvendo André Luis e Fabrício. 

O resultado não foi bom para ninguém

Aos 35', Rafael Longuine recebeu de Bruno Xavier e chutou com muito perigo para o gol de Ivan. Pouco depois, Júnior Santos teve a chance mais clara do jogo, tirando de Fabrício, deixando Agenor no chão, mas o atacante demorou para finalizar e viu Fabrício se recuperar na jogada. Aos 41', foi a vez de Renan Fonseca cabecear e assustar o goleiro bugrino. Aos 44', no que seria a última chance da partida, Caíque fez grande jogada e lançou Bruno Xavier, mas Ivan saiu com o pé e evitou que o meia alviverde tivesse condição de finalização. O jogo foi até os 50 minutos no segundo tempo, mas ninguém mexeu no placar, que terminou sem gols.

Agora o Guarani pega o Criciúma, na Terça Feira, no Heriberto Hilse, em Santa Catarina, as 19h15. A Ponte Preta, por sua vez, joga em casa, diante do Vila Nova, na sexta-feira, as 21h30. O Bugre é o sexto colocado, com 36 pontos ganhos, um a menos que o Atlético Goianiense, primeiro do G4. A Macaca é a nona e tem 33.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações