sexta-feira, 15 de junho de 2018

Cristiano Ronaldo 3, Espanha 3!

Por Michelle Abilio
Fotos: Getty Images.com/Fifa.com

Cristiano Ronaldo mostrou o porque é o melhor do mundo. Deixou Portugal no jogo nos 90 minutos

Portugal x Espanha. Não é apenas futebol. É o tratado de Tordesilhas. É Cabral versus Colombo. É Dom João II x Rei Fernando II. É bacalhoada x paella. É bagaceira x sangria. É Cristiano Ronaldo x Iniesta. É Pepe x Diego Costa. É história. É rivalidade. É a disputa entre as grandes seleções europeias. Antes do jogo, é a expectativa de ser um dos melhores jogos da Copa. Depois do jogo, é a certeza que foi, até agora, o jogo mais emocionante do Mundial.

Tanto faz se sua torcida era para Portugal ou para Espanha. Quem ganhou foi o público. Não só aquele que estava no estádio em Sochi, mas todos que pararam para ver este clássico europeu. Aliás, deveriam decretar feriados em dia de jogos da Copa.

E não deu tempo nem do torcedor achar uma posição confortável no sofá que o melhor do mundo foi lá, aos 4 minutos do primeiro tempo, em uma cobrança de pênalti, Cristiano Ronaldo, abriu o placar para o time português. Coração a mil e a certeza que este seria o JOGO. O jogo com todas as letras em maiúsculo, ora pois. Foram 90 minutos de muita emoção.

Diego Costa fez dois dos três gols espanhóis

Enquanto a torcida portuguesa respirava aliviada com a vantagem na partida, a Espanha, com um treinador que assumiu a equipe em menos de 48 antes da estreia, aproveitou uma oportunidade com Diego Costa e empatou o clássico dos descobridores das Américas.

Mas quem joga contra Cristiano Ronaldo não pode vacilar. E foi num piscar de olhos, que o número 7, sim outra vez, CR7, foi lá e ampliou o placar para os lusos. Digamos que não foi um vacilo do guarda-redes, foi um frango do goleiro De Gea.

Talvez nem Portugal e nem Espanha sejam as seleções favoritas deste mundial. Mas, agora, elas juntam já concorrem para que este seja o melhor jogo da Copa da Rússia. (Nós torcedores, e amantes de futebol torcemos para que todos os jogos sejam tão bons quanto este.)

Enquanto a torcida lusa tomava um vinhozinho e comia um tremoço para relaxar, o segundo tempo começou com pressão espanhola. E nem demorou muito, aos 12 minutos, o brasileiro Diego Costa foi lá e marcou mais um para a seleção campeã do mundo em 2010.

O CR7 deu o empate a Portugal

Não deu nem tempo de respirar. Que estava comendo tremoço ou bolinho de bacalhau engasgou. Quatro minutos depois do gol de Costa, Nacho Fernández foi lá e virou o jogo para a Espanha. Dançou o vira na cara dos portugueses. Num momento de comemoração com muita sangria e paella. 

Com mais 30 minutos de partida pela frente. A Espanha se fechou para manter o resultado. Porém, não dá para relaxar com Cristiano Ronaldo em campo. Aos 44 minutos do segundo tempo, Piqué, aquele que aprendeu a dançar Waka Waka na Copa de 2010, fez falta em Cristiano. E o melhor do mundo foi lá e empatou a partida levando a torcida portuguesa a loucura. O melhor do mundo, agora está no mesmo nível de Pelé, Uwe Seeler e Klose. Os únicos a marcarem gols em quatro Copas do Mundo diferentes.

Possivelmente esta será a última Copa do Mundo do camisa 7 da seleção portuguesa. E no jogo de hoje, Cristiano Ronaldo já provou que não vai brincar neste mundial. CR7 mostrou que vai brilhar!
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações