sábado, 12 de maio de 2018

Didi no São Paulo FC

Por Victor de Andrade


Um dos maiores meias da história do futebol mundial, considerado o melhor jogador da Copa do Mundo de 1958, realizada na Suécia (sim, ele foi considerado o melhor naquele Mundial e não Pelé) e inventor do chute "folha-seca", onde a bola sobe e cai do nada, Valdir Pereira, ou simplesmente Didi, encantou com sua classe por onde passou. Porém, o que poucos lembram é que ele encerrou a carreira no São Paulo FC.

O "Príncipe Etíope", apelido que Didi ganhou durante a carreira, começou no Americano de Campos e teve passagens com destaque pelo Madureira, Fluminense e Botafogo (é ídolo nos dois grandes do futebol carioca). Entre 1959 e 1960, jogou no Real Madrid, onde foi claramente sabotado por Di Stéfano e acabou voltando para o Brasil.

Pela Seleção Brasileira, foi campeão mundial em 1958 (escolhido como o melhor jogador da competição, como dito antes) e 1962, fazendo parte da era de ouro do escrete canarinho. Vitorioso, ainda foi jogar no Peru, para defender o Sporting Cristal, e México, onde atuou pelo Veracruz, além de outras passagens pelo Botafogo.

Em 1966, depois de jogar no México, Didi, então com 37 anos, recebeu uma boa proposta para atuar pelo São Paulo FC. E aceitou! A intenção dos dirigentes do Tricolor, que já haviam inaugurado o Morumbi, era repetir com o Didi o que tinha feito no final da década anterior com Zizinho, que mesmo veterano, liderou o Tricolor na conquista do Paulista de 1957 e fez mais de 60 jogos, marcando 27 gols com a camisa da equipe.

Foram apenas quatro jogos
pelo Tricolor Paulista

Porém, a situação de Didi no São Paulo não chegou nem perto da de Zizinho. Mesmo festejado em sua apresentação ou nas partidas onde atuava, o Mestre não conseguiu ter uma sequência no Tricolor e acabou fazendo apenas quatro jogos, sendo que só teve vitória em um deles, no amistoso contra o CA Ferroviário, em 4 de outubro de 1966, por 2 a 0, em partida realizada na cidade de Araçatuba.

Depois das quatro partidas, Didi resolveu deixar o Tricolor Paulista e encerrar a carreira, iniciando o trabalho vitorioso como treinador, onde conseguiu levar a Seleção Peruana à Copa de 1970, no México, e conquistou títulos por Sporting Cristal, Fluminense, Fenerbahçe, Fluminense e Cruzeiro.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações