sexta-feira, 20 de abril de 2018

Empate coloca a Briosa no Paulista da Série A-2 de 2019

Por Victor de Andrade, direto do Estádio Ulrico Mursa
Fotos: Flavio Hopp

Carlos Alberto fez o gol da Briosa no jogo

A Briosa está na Série A-2 do Campeonato Paulista de 2019. Jogando na noite desta sexta-feira, dia 20, no Estádio Ulrico Mursa, em Santos, a Portuguesa Santista empatou com o Barretos, em 1 a 1, na semifinal da Série A-3, e garantiu o acesso na competição, além de vaga na grande final. O resultado deu à classificação ao time Rubro Verde, que jogava com a empate.

Depois de ter sido a primeira colocada na fase inicial, com apenas uma derrota em 19 jogos, a Portuguesa Santista eliminou o São Carlos, com um empate em 2 a 2 fora e vitória por 2 a 1 em casa. Já o Barretos foi o quinto colocado na primeira etapa da Série A-3 e depois eliminou o Desportivo Brasil nas quartas, com duas vitórias (2 a 1 e 3 a 2). Já no primeiro jogo da semifinal, realizado na última sexta-feira, dia 13, em Barretos, o Touro chegou a abrir 2 a 0, mas a Briosa buscou o empate e, por isto, entrou no gramado com a vantagem de jogar por um resultado de igualdade.

O jogo começou truncado, com a Briosa tendo mais posse de bola. Aos 7 minutos, em cobrança de escanteio pela esquerda, Carlos Alberto acionou Diego Palhinha, que deu um belo drible no marcador, invadiu a área e bateu para a defesa de Willian. Aos 14', Anderson Magrão dá belo passe de calcanhar para Diego Palhinha, que ajeitou para Rafael Ferro finalizar de canhota, que não é o pé bom, para fora.

Diego Palhinha perdeu duas chances claras

A Briosa continuou melhor e aos 18', em cobrança de falta de Diego Palhinha, Anderson Magrão desviou de cabeça e Carlinhos, sozinho, se atrapalhou na hora de finalizar. Dois minutos depois, a Portuguesa Santista abriu o marcador. Laionel e Rômulo fizeram bela tabela pela esquerda, o segundo foi até a linha de fundo e cruzou na cabeça de Carlos Alberto, que mandou a bola para o fundo das redes: 1 a 0 para a equipe Rubro Verde.

E a Briosa continuou em cima. Aos 24', em escanteio cobrado pela direita por Diego Palhinha, a bola ficou no bate-rebate e Carlinhos, de bicicleta quase marcou um golaço, mas Willian fez a defesa. Aos 28', um lance de muita pressão do time da casa. Anderson Magrão fez belo lance pela esquerda e cruzou rateiro, a bola sobrou para Tufa, que bateu, a 'redonda' desviou na zaga do Touro e sobrou para Rafael Ferro, que chutou cruzado, mas para fora.

Com ritmo forte, a Portuguesa continuou mandando no jogo. Aos 39', Carlos Alberto achou Diego Palhinha sozinho. Ele invadiu a área e perdeu uma incrível chance, finalizando por cima do travessão. Depois, a Briosa continuou tomando as rédeas, mas não finalizou com perigo, com a partida indo para o intervalo com o placar de 1 a 0.

Rômulo e Laionel tabelaram no lance do primeiro gol

Na segunda etapa, a Briosa continuou melhor no início. Com 2 minutos, Carlos Alberto alçou a bola na área, depois de sobra em cobrança de escanteio, e Carlinhos cabeceou com perigo. Porém, aos 5', o Barretos empatou. Depois de bate-rebate, Gabriel Rapich entrou pela direita e rolou a bola para Batata, que balançou as redes: 1 a 1. Aliás, os dois haviam entraram no intervalo da partida.

Com o gol, o Touro passou a dominar a posse de bola, enquanto a Briosa tentava os contra-ataques. Em um deles, Carlos Alberto cruzou na cabeça de Diego Palhinha, aos 11', mas a bola acabou indo para fora. Aos 14', Willian saiu mal do gol, a bola sobrou para Diego Palhinha, que bateu, mas a 'pelota' desviou na defesa do Barretos e saiu pela linha de fundo.

Aos 19', Rodriguinho, que entrou no lugar de Anderson Magrão, teve uma boa chance, mas o chute foi prensado pela defesa do Barretos. Aos 23', Tufa arriscou chute venenosa de fora da área, quase enganado o goleiro Willian. Aos 26', Carlos Alberto cobrou falta, mas nas mãos do arqueiro do Touro. Aos 35', Rodriguinho, em jogada individual, quase marcou para o time Rubro Verde.

Rodriguinho entrou no segundo tempo

Aos 38 minutos, a situação se complicou. Luizinho Mello agrediu Rafael Ferro e foi expulso pelo árbitro Salim Fende Chavez. Em seguida, Carlinhos teve a chance de fazer o segundo de cabeça, após escanteio, mas a bola foi para fora. A Briosa teve calma e conseguiu segurar o empate em 1 a 1, que coloca a Briosa de volta à A-2, o que não acontecia desde 2009.

Agora, a Portuguesa Santista esperar o resultado da outra semifinal, entre Atibaia e Capivariano, que será realizado neste sábado, às 11 horas, em Indaiatuba. Este jogo definirá o adversário e o local da grande decisão, em jogo único. Vale lembrar que o Atibaia venceu a primeira partida, em Capivari, por 3 a 1.

A Portuguesa Santista espera agora Atibaia ou Capivariano na final

Ficha Técnica
PORTUGUESA SANTISTA 1 X 1 BARRETOS

Data: 20 de abril de 2018
Local: Estádio Ulrico Mursa
Público: 5.723 pagantes
Renda: R$ 95.665,00
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistentes: Vitor Carmona Metestaine e Luiz Alberto Andrini Nogueira

Cartões Amarelos
Portuguesa Santista: Rômulo, Tufa, Rafael Ferro
Barretos: Luizinho Melo, Batata, Willian, Gabriel Rapich

Cartão Vermelho
Barretos: Luizinho Melo

Gols
Portuguesa Santista: Carlos Alberto, aos 20' do primeiro tempo
Barretos: Batata, aos 5' do segundo tempo

Portuguesa Santista: Cleyton; Rafael Ferro, Dema, Carlinhos e Rômulo (Léo Felipe); Diogo Lopes, Tufa, Carlos Alberto e Diego Palhinha; Laionel (Léo Gonçalves) e Anderson Magrão (Rodriguinho) - Técnico: Sérgio Guedes

Barretos: Willian; Gabriel Inocêncio, Eder, Guilherme e Alex Barros; Ualefi, Luizinho Mello e Hugo (Zezinho); André Luís, Natan (Batata) e João Henrique (Gabriel Rapich) - Técnico: Paulinho McLaren
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações