quarta-feira, 21 de março de 2018

Nos pênaltis, Santos elimina o Botafogo em dia de cobranças ruins

Por Lucas Paes
Fotos: Flavio Hopp

Tensão dos torcedores e jogadores das duas equipes nas penalidades. No fim, deu Peixe!

O Santos está nas semifinais do Campeonato Paulista, mas não sem sofrimento. Depois de um empate sem gols, o Alvinegro Praiano passou por uma das decisões por pênaltis mais bizarras dos últimos tempos para garantir a vaga. O jogo ocorreu na Vila Belmiro, no início da noite desta quarta, dia 21. Na primeira partida, última de ambos os times, o placar também tinha ficado sem gols.

O primeiro tempo teve a velocidade que faltou no primeiro jogo inteiro. O Santos começou o duelo em cima do Botafogo, porém não conseguiu chegar efetivamente além de um cruzamento perigoso de Dodô antes dos 10 minutos. Até que aos 12 minutos, após escanteio de Jean Motta, Lucas Veríssimo subiu sozinho, mas cabeceou nas mãos de Thiago Cardoso. Logo depois, uma jogada rápida dos Panteras ofereceu perigo, mas Vanderlei evitou o pior cortando o cruzamento.

O jogo deu uma esfriada, até que aos 17', numa boa jogada do Peixe, Jean Motta cruzou e Gabigol bateu por cima, perdendo a primeira chance realmente perigosa alvinegra. A resposta tricolor foi instantânea: Bruno Moraes saiu cara a cara com Vanderlei que defendeu e na sobra o chute de Dodô (o botafoguense) passou muito perto.

Alison passa pelo marcador do Botafogo

Apesar do jogo continuar veloz depois disso, só aos 28' houve um ataque mais perigoso, quando Jean Motta não alcançou o bom lançamento de Gabigol. Os botafoguenses não estavam tímidos com a Vila Belmiro e chegaram com muito perigo aos 36', quando Danielzinho bateu da entrada da área e Vanderlei fez boa defesa. Pouco depois, Sasha achou Jean Motta, que chutou bem para boa defesa de Thiago Cardoso.

Já no apagar das luzes do primeiro tempo, o Alvinegro Praiano teve sua melhor chance: Daniel Guedes fez boa jogada e cruzou para Dodô, que chegou chutando de primeira e a bola passou muito perto do gol. Mas a etapa inicial terminou mesmo em 0 a 0.

Se no primeiro tempo o Botafogo ofereceu perigo, no segundo o time de Ribeirão Preto foi para trás e viu o Santos pressionar desde o começo. Logo aos 3', Rodrygo fez boa jogada e passou para Gabigol, que chutou por cima. Aos 9', o camisa 10 santista fez linda jogada de contra ataque, mas foi travado na hora H. A torcida pediu pênalti.

O Santos continuou na pressão, criando algumas chances pouco perigosas e mantendo presença constante próximo à área botafoguense. Só aos 27', em ótima jogada individual, Gabigol chutou forte e Thiago fez boa defesa. Aos 35', em outra jogada individual, Gabigol tentou fazer um gol sem ângulo e acertou a trave, numa batida sem muita força. Pouco depois, Arthur Gomes chutou de direita e o arqueiro visitante praticou outra excelente intervenção.

Jogadores do Santos concentrados para as cobranças
(foto: Ivan Storti/SFC)

Aos 41', Diogo Vitor tentou de fora da área e a bola passou próxima a trave. Aos 44', Arthur Gomes parou outra vez em Thiago Cardoso. Com o placar ainda zerado após 51 minutos de segundo tempo, a decisão foi para os pênaltis.

Numa das decisões por pênaltis mais bizarras dos últimos tempos, depois de acertos nas primeiras cobranças de ambos os lados, tivemos cinco pênaltis perdidos, a imensa maioria deles em chutes bizarros para fora, excetuando um acerto de Diogo Vitor na terceira cobrança. Após uma sequência de erros, Arthur Gomes teve a chance de definir e colocou a bola nas redes, classificando o Santos para a semifinal.

Agora o Peixe aguarda a definição do classificado entre Corinthians e Bragantino para saber quem enfrentará na próxima etapa do Paulistão. O adversário pode variar dependendo do resultado do duelo na Arena Corinthians.

Arthur Gomes bateu o pênalti que decidiu o confronto
(foto: Ivan Storti/SFC)

Ficha Técnica
SANTOS FC 0 x 0 BOTAFOGO
Nos pênaltis: 3x1

Data: 21 de Março de 2018
Local: Estádio Urbano Caldeira - Santos/SP
Público: 6.209
Renda: R$ 166.630,00
Árbitro: Leandro Bizzio Martins
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Daniel Paulo Zoli

Cartão Amarelo
Botafogo: Diones

Santos: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz, Dodô; Alison, Jean Motta (Diogo Vitor), Léo Cittadini; Rodrygo (Arthur Gomes), Eduardo Sasha (Vitor Bueno) e Gabigol - Técnico: Jair Ventura

Botafogo: Thiago Cardoso; Marcos Martins, Naylor, Plínio (Carlos Henrique), Willian Oliveira; Mascarenhas, Lucas Taylor (Jheimy), Diones; Bruno Moraes, Dodô e Danielzinho (Cafú) - Técnico: Léo Condé
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações