terça-feira, 31 de outubro de 2017

Os quatro Campeonatos Uruguaios conquistados pelo Danubio

Por Mateus Dannibale

O Danubio conquistou o Campeonato Uruguaio em quatro oportunidades

Apesar dos maiores times uruguaios serem Peñarol e Nacional, sempre há aqueles clubes que às vezes surgem para atrapalhar de certa forma os times de maior expressão. É o caso do Danubio, agremiação da cidade de Montevidéu fundado em primeiro de março de 1932, e que briga com o Defensor para ser o terceiro maior do país. A equipe do Jardines del Hipodromo possuí quatro títulos da primeira divisão do Campeonato Uruguaio, sendo eles nos anos de 1988, 2004 e nas temporadas 2006/2007 e 2013/2014.

1988

A equipe campeã em 1988, o primeiro título do Danubio

Em 1988, a primeira vez que o Danubio foi campeão da primeira divisão, o campeonato era dividido em dois turnos. A equipe terminou o campeonato com 40 pontos em 24 jogos, sendo 18 vitórias, quatro empates e duas derrotas, com o melhor ataque da competição, marcando 52 gols ao final do torneio. Aliás, vale ressaltar que entre 1987 e 1991, nem Peñarol e nem Nacional foram campeões uruguaios

Em 12 de junho, o Danubio começou a escrever, o que acabaria por ser a página mais gloriosa de sua história inigualável. Ganhar o Campeonato Uruguaio de ponta a ponta, algo que não fez desde sua estréia em 1948, o maior número de pontos, a maioria de vitórias, o caçula de derrotas, os meninos daquele ano fizeram excelente campanha. No dia 27 de novembro foi quando soltaram o grito de campeão um dia que todos aguardavam ansiosamente.

O elenco daquele ano histórico foi: Eber Moas, Daniel Sánches, Fernando Kanapkis, Ruben Da Silva, Nelson Cabrera , Gustavo Dalto , Ruben Pereira, Javier Zeoli, Edison Suárez , Juan Goñez , Edgar Borges, Luis Da Luz, Adrián Viera (16), Richard Rodríguez Fernando Baleato , Hugo Baldenegro , Carlos Rodríguez, Alberto Bombacci , Daniel Pérez , Leonel Bozzano, Sergio Cabral Oscar Corrales e Angel Vidal.

2004

Em 2004, o Danubio bateu o Nacional na decisão

O Danubio voltou a ser campeão no ano de 2004, conquistando o seu segundo título uruguaio da história neste ano após vencer o Nacional. O torneio era composto por dezoito equipes, que após o primeiro turno apenas as 10 primeiras colocadas seguiam na competição. No campeonato, o time jogou 27 partidas, ganhou 18, empatou sete e perdeu dois, marcando 40 gols. Ignacio Risso foi o goleador com 10 gols. Já Jadson Viera foi o único que jogou absolutamente todos os jogos.

O elenco campeão daquele ano foi composto por: Luis Barbat, Luciano Cafu "Barbosa, Jadson Viera, Guillermo Rodríguez, Ribair Rodríguez, Omar Pouso (Capitão), Walter Gargano, Pablo Lima, Ignacio González, Juan M. Oliveira e Walter Guglielmone. Alternaram: Jorge Curbelo, Jorge Anchén, Damián Álvarez, Diego Rariz, Carlos Grosnile, Gonzalo Gutiérrez e Juan M. Salgueiro. Substitutos: Michel Etulain, Walt Báez, Damián Malrrechauffe e Ruben Da Silva.

2006/2007

Na temporada 2006/2007, o Danubio venceu os dois turnos

Dois anos depois veio o terceiro campeonato na temporada 2006/2007. O Campeonato começou em agosto de 2006, terminando em maio de 2007 e o Danubio, dirigido por Gustavo Matosas foi bem. Venceu o Apertura de 2006 com 34 pontos em 15 jogos, vencendo 11, empatando uma e perdendo três.

No Clausura, a vitória foi mais complicada. O time do Jardines Del Hipodromo empatou em 32 pontos com o Peñarol e a decisão foi para um jogo extra, realizado no dia 17 de maio. Depois de 1 a 1 no tempo normal, o Danubio venceu o Carbonero por 3 a 2 nas penalidades, vencendo o Clausura e, consequentemente, o Campeonato Uruguaio da temporada.

O elenco era composto por: Nestor Esteban Conde Quintana, Jadson Vieira Castro, Sérgio Gonzales, Sérgio Damían, Leonardo Abelenda, Marcel Róman, Enzo Scorza, Iganacio María Gonzáles, Jorge Adrían Garcia, Willians Peralta, Himilton Ricard Cuesta, Jeffrey Díaz e Daley Yesid Mena.

2013/2014

Em 2014, o Danubio reverteu a vantagem do Wanderers

Após sete anos, o Danubio voltou a conquistar o título nacional na temporada 2013/2014, o quarto de sua história. A equipe venceu o Apertura 2013, chegando na última rodada com 29 pontos, um atrás de River Plate e Nacional. Os rivais não venceram e o Danubio, que bateu Sud America, conquistou o primeiro turno.

Porém, na decisão, a equipe encarou o Wanderers, campeão do Clausura e melhor campanha na soma dos dois torneios. Se os Boêmios vencessem o primeiro jogo, já conquistariam o título, mas o Danubio fez 3 a 0 e provocou mais duas partidas. Na primeira, 0 a 0. Na segunda, um 2 a 2 e o Campeonato Uruguaio foi decidido nos pênaltis, onde a equipe do Jardines del Hipodromo venceu por 3 a 2 e conquistou a taça.

O elenco era formado por. Salvador Ichazo; Matías De los Santos, Emiliano Velázquez e Federico Ricca; Camilo Mayada, Fabricio Formiliano, Gonzalo Porras, Leandro Sosa e Juan Ignacio González, Diego Martiñones e Bruno Fornaroli. O técnico era Leonardo Ramos.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações