terça-feira, 10 de outubro de 2017

Em 1954, Brasil ganhava do Chile e praticamente garantia a vaga na Copa

Por Victor de Andrade
Fotos: Getty Images

Bauer cumprimenta o capitão Livingstone antes do início da partida no Maracanã

Nesta terça-feira, dia 10 de outubro, o Brasil encara o Chile, na Allianz Arena, em São Paulo, pela última rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia. Já garantida no Mundial, o time canarinho só cumpre tabela. Porém, o jogo que aconteceu no dia 14 de março de 1954, no Maracanã, no Rio de Janeiro, deixou a equipe próxima do Mundial daquele ano.

Naquele dia, no gramado do então maior estádio do mundo, a Seleção Brasileira encarava os chilenos. Naquela situação, a vitória deixava o Brasil muito próximo da Copa da Suíça, que seria realizada naquele mesmo ano. A diferença é que o Chile não tinha mais chances de classificação.

O Brasil, até ali, tinha feito dois jogos e marcado 4 pontos (vitórias contra o Paraguai e o mesmo Chile), o mesmo que o Paraguai, que já tinha três partidas. Já os chilenos faziam uma campanha pífia, não tendo marcado ponto e feito apenas um gol. Como só uma equipe se classificava, o Chile estava fora.

O time brasileiro estava na troca de gerações, mas era uma grande equipe, que contava com remanescentes da Copa de 1950, como Bauer, e jogadores que seriam bicampeões do Mundo em 1958 e 1962, como Nilton Santos (que também esteve na reserva em 1950), Djalma Santos e Didi. Além disso, havia grandes craques, como Baltazar e Julinho Botelho.

O time dirigido por Zezé Moreira teve muitas dificuldades naquele jogo, muito mais do que nos embates anteriores. Além disso, o Chile queria se despedir das Eliminatórias com, ao menos, dignidade. Porém, aos 35 minutos da primeira etapa, Baltazar marcou o único gol do jogo, que deu a vitória à Seleção Brasileira.

Na Copa, o Brasil chegou nas quartas de final, quando perdeu para a Hungria, por 4 a 2, naquele que é considerado um dos melhores jogos daquele mundial. A Hungria vinha invicta a quatro anos e só foi perder justamente na final contra a Alemanha Ocidental.

O Brasil entrando em campo para enfrentar o Chile

Ficha Técnica
BRASIL 1 X 0 CHILE

Data: 14 de março de 1954
Local: Maracanã - Rio de Janeiro-RJ
Árbitro: Carl Erich Steiner (Áustria)
Assistentes: Raymond Vincenti e Juan Carlos Armental

Gol
Brasil: Baltazar, aos 35' do primeiro tempo

Brasil: Veludo; Djalma Santos, Gérson, Nílton Santos e Brandãozinho; Bauer, Humberto Tozzi e Didi; Julinho, Baltazar e Rodrigues - Técnico: Zezé Moreira

Chile: Sergio Livingstone; Manuel Álvarez, Rodolfo Almeida e Isaac Carrasco; Ramiro Cortés e Eduardo Robledo; Atilio Cremaschi (Manuel Muñoz), Enrique Hormazábal, René Meléndez, Jorge Robledo e Carlos Rodolfo Rojas - Técnico: Luis Tirado
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações