Sem tirar 'nota 10', Peixe vence Botafogo na Vila Belmiro

Por Victor de Andrade, direto da Vila Belmiro
Fotos: Ivan Storti / SFC

Vitor Bueno comemora o primeiro gol do jogo com Copete

O Santos FC finalmente voltou a vencer no Campeonato Paulista de 2017. Depois de duas derrotas (São Paulo e Ferroviária, ambas em casa) e um empate contra o Ituano, fora, o Peixe bateu o Botafogo de Ribeirão Preto, por 2 a 0, em partida realizada neste sábado de carnaval, na Vila Belmiro. O resultado tira a 'corda no pescoço' do técnico Dorival Junior.

Mas você, meu amigo leitor, deve estar se perguntado: que diabos O Curioso do Futebol está cobrindo o time principal do Santos FC, já que só faz isso em casos curiosos (como quando enfrentou o homônimo amapaense no ano passado)? É que como o site está com uma parceria com a Rádio RDG Esportes, Victor de Andrade esteve hoje no Estádio Urbano Caldeira. Como também é tradição deste jornalista sempre estar presente em um jogo no sábado de carnaval, e sempre relatá-lo por aqui desde quando a página foi criada, a decisão foi publicar o relato da partida.

Santos e Botafogo chegaram ao jogo de hoje precisando do resultado. Sem vencer há três jogos e com apenas sete dos 15 pontos disputados, o técnico Dorival Junior estava ameaçado. Já o Pantera, que também estava com os mesmos sete pontos, buscava do triunfo para alcançar a zona de classificação para o mata-mata.

Thiago Maia em jogada pela lateral-esquerda

A verdade é que, jogando em casa, o Alvinegro Praiano até começou bem a partida, mas algumas peças não se encaixaram no esquema tradicional da equipe, principalmente Leandro Donizete, e o nível técnico da equipe foi caindo vertiginosamente ao longo dos 45 minutos iniciais. O Botafogo chegou com perigo aos 15 minutos, quando Felipe cabeceou sozinho a bola para fora, após cobrança de falta.

A melhor chance do Peixe na primeira etapa foi apenas aos 37', quando Thiago Maia fez bela jogada e tocou para Vitor Bueno. O meia atacante do Alvinegro arriscou um chute rasteiro, no canto esquerdo do goleiro Neneca, que se esticou todo para espalmar a bola. No rebote, Ricardo Oliveira foi para a dividida com o arqueiro do Botafogo, mas o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza marcou falta do santista.

No início da segunda etapa, o Botafogo chegou assustando em um belo contra-ataque, mas a defesa do Santos foi bem e conseguiu evitar a finalização do Pantera. Aos 12 minutos, o Peixe respondeu com Copete, que teve a chance de marcar, mas finalizou mal. Logo em seguida, o colombiano perdeu outra chance, após chegar atrasado em cruzamento de Vitor Bueno.

Ricardo Oliveira sofreu um corte na cabeça

O Santos melhorou muito na partida após o volante Leandro Donizete ter saído para a entrada de Rafael Longuine. Com uma melhor saída de bola, a equipe Alvinegra passou a chegar ao ataque com mais facilidade, balançando as redes aos 17 minutos. Ricardo Oliveira arriscou chute de fora da área, o goleiro Neneca 'bateu roupa' e, no rebote, Vitor Bueno só teve o trabalhou de colocar a bola nas redes: 1 a 0 para o Santos.

O segundo jogo saiu já nos acréscimos. Vitor Bueno puxou o contra-ataque e tentou o lançamento para Ricardo Oliveira, mas Samuel Santos fez o corte. Porém, o lateral direito do Botafogo mandou a bola nos pés de Rafael Longuine, que driblou Neneca antes de balançar as redes: 2 a 0 Santos e final de jogo na Vila Belmiro e uma curiosidade: foi a 100ª vitória de Dorival Junior comandando o Peixe.

Agora, o Santos, que foi a 10 pontos, encara o clássico contra o Corinthians, no próximo sábado, dia 4, às 16 horas, na Arena em Itaquera. Já o Botafogo, que estacionou nos sete pontos, terá difícil confronto contra o Mirassol, segunda melhor equipe do campeonato, na sexta-feira, dia 3, às 19 horas, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

No último lance, Rafael Longuine fez o segundo

Ficha Técnica

SANTOS FC 2 X 0 BOTAFOGO DE RIBEIRÃO PRETO

Data: 25 de fevereiro de 2017
Local: Estádio Vila Belmiro - Santos-SP
Data: 25 de fevereiro de 2017, sábado, às 17h
Público: 5.208 pagantes
Renda: R$ 160.730,00
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Gustavo Rodrigues de Oliveira e Vitor Carmona Metestaine

Cartões Amarelos
Santos FC: Bruno Henrique
Botafogo: Diego Pituca, Fernandinho e Fernando Medeiros

Gols
Santos FC: Vitor Bueno, aos 18', e Rafael Longuine, aos 46 minutos do segundo tempo.

Santos FC: Vladimir; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Yuri (Cleber) e Zeca; Leandro Donizete (Rafael Longuine), Thiago Maia e Vitor Bueno; Bruno Henrique (Arthur Gomes), Copete e Ricardo Oliveira - Técnico: Dorival Júnior

Botafogo: Neneca; Samuel Santos, Caio Ruan, Filipe e Fernandinho; Bileu, Marcão Silva, Diego Pituca (Fernando Medeiros) Rafael Bastos (Bernardo); Francis e Wesley (Kaue) - Técnico: Moacir Júnior
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores, trazendo novidades e curiosidades do Futebol. Fale conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Total de Visualizações