domingo, 19 de fevereiro de 2017

Em três escanteios, Taboão vence a Briosa

Por Victor de Andrade, direto de Taboão da Serra

A Portuguesa Santista não fez um bom jogo e ainda levou três gols em jogadas de escanteio

A Portuguesa Santista não conseguiu a reabilitação desejada no Campeonato Paulista da Série A-3. Jogando no Estádio Vereador José Ferez, em Taboão da Serra, na manhã deste domingo, dia 19, a Briosa foi derrotada pelo CA Taboão da Serra por 3 a 0, sendo que todos os gols saíram no segundo tempo e em jogada de escanteio.

Depois de um bom início na competição, com duas vitórias e um empate, a Portuguesa perdeu as duas últimas partidas e precisava vencer para se reabilitar. Já o Taboão buscava a primeira vitória em campo dentro de campo, já que o único jogo vencido foi um WO contra o Catanduvense.

O calor estava forte na grande São Paulo e a equipe da casa mostrou que estava afim de jogo. No primeiro lance, após inversão na marcação de um lateral pelo árbitro, o experiente Acosta, ex-Náutico e Corinthians, invadiu a área sozinho e finalizou forte, mas o goleiro Thyago, com a ponta dos dedos, mandou a bola para escanteio.

Fernando tenta fazer jogada pela direita

Aos 4', quase que o Cão Pastor abriu o placar. William cruzou para Teco, que cabeceou à queima roupa, mas Thyago se esticou toco e fez a defesa parcial. No rebote, o mesmo Teco arrematou com força, mas o goleiro Rubro Verde saiu nos pés do meia atacante do Taboão e mandou a bola para a linha de fundo.

O jogo deu uma diminuída no ritmo e a Briosa teve o desfalque do meia Adiel, que ao sofrer uma falta, caiu com o corpo em cima do seu punho esquerdo, saindo de campo com uma fratura no local da lesão. Lucas Lino entrou em seu lugar. O jogo só foi ter algum lance de perigo nos acréscimos da primeira etapa e com a Briosa. Tikinho foi até a linha de fundo e cruzou, o goleiro do Taboão, Thiago, saiu mal e trombou com o Washington, que quase marcou.

Na segunda etapa, a Portuguesa voltou melhor, buscando as jogadas de velocidade. Porém, levou um balde de água fria aos 17 minutos. Em escanteio pela esquerda, Carlos Chaba subiu sozinho e balançou as redes: Taboão da Serra 1 a 0. Aos 22', quase que a Briosa empatou. Em cobrança de falta, o goleiro Thyago bateu bem e forçou o seu xará, arqueiro do Cão Pastor, a fazer a defesa com a ponta dos dedos. A bola ainda bateu no travessão antes de sair pela linha de fundo.

Moisés trabalha a bola na intermediária

A Portuguesa Santista ainda acreditava na busca pelo empate quando saiu o segundo gol. Novamente em escanteio pela esquerda, aos 26 minutos, depois de bate rebate na área e falta no goleiro Thyago, não marcada pelo árbitro José Guilherme Almeida e Souza, o uruguaio Acosta marcou: 2 a 0 para o Taboão da Serra.

Logo em seguida, a Portuguesa teve outra chance desperdiçada por Eric Mamer, onde o goleiro Thiago defendeu. Aos 35', o técnico Ricardo Costa foi expulso, após discutir com o quarto árbitro. Ainda assim, a Briosa teve duas chances, com Carlão, de cabeça, aos 36', e em cobrança de falta do goleiro Thyago, aos 43'.

Thyago cobrou duas faltas e quase marcou

Mas as cobranças deescanteio vinham sendo um tormento para a Portuguesa no jogo e foi assim que saiu o terceiro gol do Taboão. Em batida pela direita, Thyago não segurou a bola, Fernando não conseguiu afastar e o experiente zagueiro André Luís, ex-Santos e Botafogo, marcou e deu números finais à partida: 3 a 0 para o Taboão da Serra.

Após o término do confronto, já nos vestiários, houve confusão entre as delegações do Taboão da Serra e da Portuguesa Santista. Segundo um dos membros da comissão técnica da Briosa, um dos dirigentes do CATS cuspiu no treinador de goleiros da Portuguesa, Robson Agondi, e, de acordo com membros da delegação Rubro Verde, o atacante Acosta, do Taboão, proferiu palavras racistas contra Lucas Lino, atacante da Briosa.

Agora, a Briosa, que está com sete pontos, na zona de rebaixamento, recebe o Flamengo de Guarulhos na próxima sexta-feira, às 20 horas, em Santos. Já o Cão Pastor encara agora o Nacional, no sábado, fora de casa.

Ao final, 3 a 0 para o Taboão da Serra

Ficha Técnica

TABOÃO DA SERRA 3 X 0 PORTUGUESA SANTISTA

Data: 19 de fevereiro de 2017
Local: Estádio Vereador José Ferez - Taboão da Serra-SP
Público: 437 pagantes
Renda: R$ 2.640,00
Árbitro: José Guilherme Almeida e Souza
Assistentes: Marcos Santos Vieira e Givanildo Oliveira Felix

Cartões Amarelos
Taboão da Serra: André Luís, Carlos Chaba e Victor Gualberto
Portuguesa Santista: Thyago, Fernando, Dema e Lucas Lino

Gols
Taboão da Serra: Carlos Chaba, aos 17', Acosta, aos 27', e André Luís, aos 45' do segundo tempo.

Taboão da Serra: Thiago; Vinicius, André Luís, Carlos Chaba e William; Tiago Silva, Caio, Victor Gualberto (Welker) e Danilo; Teco (Wesley) e Acosta (Daniel) - Técnico: Axel

Portuguesa Santista: Thyago; Vinicius, Dema, Carlão e Tikinho (Eric Mamer); Pedrão (Luís Gueguel), Moisés e Adiel (Lucas Lino); Kauê Ramos, Washington e Fernando - Técnico: Ricardo Costa
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações