terça-feira, 2 de agosto de 2016

Futebol Feminino Rio 2016 - Todas contra o quinto ouro dos EUA

Por Lucas Paes e Victor de Andrade


O Torneio de Futebol Feminino foi introduzido nos Jogos Olímpicos em 1996, quando o evento foi realizado em Atlanta, nos Estados Unidos, e a medalha de ouro foi ganha pela equipe da casa. Aliás, as norte-americanas até agora só não conquistaram o lugar mais alto do pódio em Sidney 2000, quando a Noruega foi a campeã.

Por isso, os Estados Unidos vêm ao Rio 2016 em busca do quinto ouro na modalidade, sendo o quarto consecutivo. Para quebrar essa rotina, Alemanha e França aparecem hoje como as principais rivais, com o Brasil (que ficou de fora das semifinais nos últimos torneios importantes mundiais) um pouco abaixo. Já a grande ausência é o Japão: campeã mundial em 2011, vice olímpica em Londres 2012 e da Copa do Mundo do ano passado, as japonesas não conseguiram a classificação para o Rio no Torneio Pré-Olímpico da AFC.

No futebol feminino, o Torneio Olímpico será disputado por 12 times, divididos em três grupos de quatro equipes, onde passam os dois primeiros e o mesmo número de melhores terceiros colocados para as quartas-de-final. A partir desta fase, o mata-mata vai definindo os classificados até a decisão da medalha de ouro.

Confira os grupos e as equipes participantes:

GRUPO E

Brasil


O Brasil, que já conquistou duas medalhas de prata no Futebol Feminino, entra no torneio como uma das favoritas ao pódio, um pouco mais por jogar em casa do que pelo futebol apresentado nos últimos anos. Atualmente, a Seleção está um passo atrás de Estados Unidos, Alemanha e França, as grandes favoritas. Marta continua sendo o grande destaque da equipe treinada por Vadão. Mesmo não sendo mais a melhor do mundo, ela pode a definir uma partida a qualquer momento.


China


Ao contrário do futebol masculino, no feminino a China possui tradição. Na década de 90, as chinesas tinham uma das melhores seleções do mundo, que já foi vice campeã do mundo e olímpica. Tentando recuperar o espaço no futebol mundial, a equipe pode dar trabalho nestes Jogos Olímpicos e tem em Wang Shanshan e Yang Li seus grandes destaques.


Suécia


Sexta colocada no ranking da Fifa, a Suécia é a grande rival do Brasil no Grupo E da competição. O país sempre teve tradição no futebol feminino, sendo campeã europeia em 84, mas nunca conseguiram uma medalha olímpica (a melhor participação foi em Atenas 2004, quando terminaram em quarto). Este ano o time que conta com Sofia Jakobsson vai brigar pela vaga na segunda fase.


África do Sul


Estreante no futebol feminino olímpico, a África do Sul é, a princípio, o time mais fraco do Grupo E. As sul-africanas chegam à Rio 2016 destinada a tentar não ser saco de pancadas, não deve ser um grande problema para os outros times do grupo.

Palpite do grupo: Brasil e Suécia, com a China como uma das terceiras.


GRUPO F

Canadá


Medalha de bronze em 2012, o Canadá é outro país onde o futebol femino é mais forte que o masculino. Porém, a equipe vem ao Brasil em um momento abaixo do que quatro anos atrás, quando conquistou o inédito pódio. Lawrence é o grande destaque da equipe que lutará pela classificação ao mata-mata.


Austrália


Carrasca do Brasil na última Copa do Mundo, a Seleção Australiana tem um time bom e pode dar trabalho nesta olimpíada. Os destaques do time são as atacantes Kyah Simon, que marcou três gols na última campanha australiana na Copa do Mundo (inclusive o gol que eliminou o Brasil), e Lisa de Vanna, que marcou dois gols no Mundial.


Zimbábue


Classificada pela primeira vez para o Torneio Olímpico de Futebol Feminino, o Zimbábue é uma não é uma seleção muito conhecida. suas jogadoras jogam todas em clubes locais e nenhuma é reconhecida mundialmente. É muito provável que fique não consiga ir além de um último lugar no Grupo F, ainda mais jogando contra seleções com experiência internacional.


Alemanha


Bi-campeã do mundo e três vezes medalha de bronze nas olimpíadas, a Alemanha é o que hoje merece ser chamado de país do futebol, seja no feminino ou masculino. As alemãs entram como uma das favoritas na Rio 2016. Sem Kessler e Angerer, melhores jogadoras do mundo em 2014 e 2013 respectivamente, o grande destaque do time é a atacante Anja Mitag.

Palpite: Alemanha e Canadá, com a Austrália classificando como uma das terceiras.


GRUPO G

Estados Unidos


Atual tri-campeã olímpica e em busca do quinto ouro em seis edições, a seleção norte-americana é a grande favorita ao ouro olímpico em 2016. Principal seleção de futebol feminino do mundo, os Estados Unidos trazem ao Brasil diversos destaques, como a goleira Hope Solo e a meia Carli Lloyd, melhor jogadora do mundo em 2015. Vai ser difícil tirar o tetra das americanas.


Nova Zelândia


Apesar de participar constantemente das Copas do Mundo e Olimpiadas, a seleção neozelandesa não costuma ir muito longe nas principais competições do futebol feminino internacional. Não é um time tão fraco e pode surpreender, talvez até brigando pela classificação. O destaque do time é a centroavante Amber Hearn.

França


Os Jogos Olímpicos Rio 2016 talvez seja a grande prova de fogo da Seleção Francesa. A equipe sempre veio como favorita nos últimos torneios, mas o máximo que a França conseguiu no Futebol Feminino até agora foi o quarto lugar na última edição da Olimpíada. Entre os destaques, temos as atacantes Eugenie Le Sommer e Marie Laurie Delie.

Colômbia


Estabelecida como segunda seleção da América do Sul, depois do Brasil, a Colômbia passou da fase de grupos na última Copa do Mundo e nestes jogos olímpicos no Rio de Janeiro querem mais. Tatiana Ariza e Lady Andrade, que atuam na Liga Norte-Americana, são os destaques do time. A Colômbia pode dar trabalho e merece a atenção de EUA e França.

Palpite: EUA e França.

Confira todas as informações e tabela completa da competição aqui.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações