terça-feira, 14 de junho de 2016

Guga, o artilheiro do Brasileirão de 1993

Guga, em duas oportunidades, fez três gols no Corinthians

O futebol brasileiro nos anos 90, ao contrário dos dias atuais, era cheio de grandes artilheiros. Chega a ser até fácil fazer uma lista de vários deles, que eram ídolos em seus times, mas tiveram pouca ou nenhuma chance na Seleção, como Paulinho McLaren, Valdir Bigode, Super Ézio e o centroavante que é tema deste artigo: Guga.

Alexandre da Silva, o Guga, nasceu no Rio de Janeiro, em 14 de junho de 1964, começou no futebol jogando pela Cabofriense e passou por vários times, sendo vários grandes, como Flamengo (onde fez apenas uma partida), Atlético Mineiro, Goiás e Internacional. Porém, foi em um gigante brasileiro, que na época não estava em boa fase, em que o centroavante fez fama, o Santos FC.

Raríssima foto do centroavante no Flamengo

Guga jogou o Paulistão de 1991, que foi disputado no segundo semestre, pela Inter de Limeira, onde brigou gol a gol pela a artilharia com Raí, perdendo a disputa nas finais da competição. Com as boas atuações, o centroavante recebeu várias propostas, mas acabou optando pelo Alvinegro da Vila Belmiro, muito ajudado pelo seu empresário Ruben Perez, que morava em Santos.

No Campeonato Brasileiro de 1992, Guga tinha a concorrência de Paulinho McLaren, que foi o artilheiro do certame no ano anterior. Os dois chegaram a jogar juntos, mas ele só foi se firmar como titular na equipe após a venda do outro centroavante para o Porto, de Portugal, no meio do ano. A partir daí, Guga tomou conta da camisa 9 do Santos.

Homenagem no muro do CT Rei Pelé

Guga ganhou o apelido de 'Matador de Gambá' da torcida santista pelos seus gols contra o Corinthians. Em dois clássicos no Morumbi, um em 1992 (3 a 1 para o Santos) e outro em 1994 (4 a 3 para o Peixe) o artilheiro marcou três vezes contra o Corinthians. Aliás, o terceiro tento no clássico de 1992 foi um golaço de meia-bicicleta. No total, Guga marcou oito vezes nos 11 jogos que fez contra o Timão.

Mas o auge do centroavante com a camisa 9 do Peixe foi no Campeonato Brasileiro de 1993. Com 14 gols, ele foi o artilheiro máximo do certame. O Santos ficou na quinta colocação na competição, mas foi o único time a derrotar o Palmeiras, o campeão. E ainda em duas oportunidades.

Vídeo sobre a passagem de Guga no Santos

Guga saiu do Santos no final de 1994, tendo feito 74 gols com a camisa do Peixe. Depois, ainda jogou pelo Botafogo, Al Ahli (onde foi artilheiro do Campeonato da Arábia Saudita), Cerezo Osaka, Araçatuba Bahia, Paysandu, Atlético Paranaense, Bangu, Remo e encerrou a carreira em 2001, na Cabofriense, com 37 anos de idade.

Após parar com o futebol, Guga chegou a ser dono de lotéricas no Rio de Janeiro, mas desistiu devido à quantidade de assaltos. O centroavante mudou-se para Ilha Grande, no litoral sul fluminense, onde é dono de escunas que fazem passeios pelas lindas praias locais. Aliás, as escunas são 'enfeitadas' com fotos da época em que jogava, fazendo com que todos os turistas lembrem de seus gols, principalmente os santistas.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações