quinta-feira, 18 de junho de 2015

Holanda 3 x 2 Austrália - Jogão e belos gols em Porto Alegre

Belos lances na capital gaúcha

* por Fernando Martinez

Sempre gostei da Holanda. Não, nunca visitei o país, mas a admiração existe principalmente por conta do futebol. Cresci ouvindo histórias sobre a performance da equipe laranja nas Copas de 1974 e 1978 e da grande revolução que o Carrossel proporcionou durante a primeira Copa da Alemanha. Desde então tinha como sonho poder ver uma partida da seleção hoje três vezes vice-campeã mundial.

Quando a tabela da Copa do Mundo saiu fui direto conferir aonde seriam os jogos do time de Robben, Van Persie e companhia: o primeiro em Salvador, o segundo em Porto Alegre e o terceiro em São Paulo. Num primeiro momento descartei a capital baiana por conta do alto valor das passagens aéreas e também descartei a minha cidade por ser praticamente impossível descolar algum ingresso por aqui (na última hora consegui para quatro, mas essa é outra história). Sobrou tentar a sorte na maior cidade do Rio Grande do Sul.

Equipes perfiladas no momento dos hinos

Numa das primeiras sessões de venda no site da FIFA consegui a proeza de comprar sem problemas ingressos para várias partidas, entre elas o genial confronto entre Austrália e Holanda, e ainda por cima no setor mais barato. Faltava agora encaixar a peleja na minha complexa programação.

Estava em BH no dia anterior para Bélgica x Argélia. Dali segui até Campinas e no dia 18 de junho fui logo cedo para a capital gaúcha. O voo não atrasou e chegamos nos pampas com horário suficiente para chegar no Beira Rio sem problemas. Só não contava com o maior perrengue que passei na minha Copa particular: um gigantesco congestionamento no centro de Porto Alegre. O negócio foi tão feio que em determinado momento que já tinha desencanado de cumprir minha missão por ali.

Certeza de que quem me salvou foram os deuses do futebol, pois do nada o trânsito desapareceu e faltando meia hora para o apito inicial desci do coletivo cerca de um quilômetro do estádio. Na base da correria alcancei meu lugar marcado um minuto antes da entrada em campo das duas seleções. Ufa! Recuperado o fôlego, a primeira visão que tive foi a mistura de amarelo e laranja em todos os cantos.

Partida foi uma das melhores do torneio

Acabei vendo uma partida sensacional, sem dúvida uma das melhores da Copa do Mundo. A Holanda era ampla favorita - ainda mais depois dos sonoros 5x1 aplicados na Espanha na sua estreia - e se bobear nem os australianos achavam que sua seleção faria uma grande apresentação. Só que os Socceroos se superaram e deram muito trabalho ao futuro terceiro colocado do Mundial.

Robben abriu o marcador para os laranjas (que vestiram azul naquela tarde). Na saída de bola Cahill fez pra mim o gol mais bonito da competição num sem pulo de esquerda simplesmente brilhante. Jedinak virou para a Austrália no começo do tempo final, deixando todo o Beira Rio em puro êxtase.

Van Persie e Depay colocaram ordem na casa e viraram novamente a peleja. Com esse triunfo por 3x2, somado ao que aconteceu na partida seguinte, o time europeu se garantiu nas oitavas-de-final. Para fechar com chave de ouro a viagem mais louca que fiz, o pós-jogo foi de longe o mais cansativo, pois voltaria para São Paulo apenas às sete da matina do dia seguinte.

Sem lugar para ficar, passei o restante do dia passeando pela cidade e depois dormi no chão do aeroporto Salgado Filho em meio a equatorianos, ingleses e tailandeses. É, viva a Copa do Mundo!


* Fernando Martinez, 38 anos, é jornalista, fundador do blog Jogos Perdidos, apresentador do Futebol Alternativo TV, todas as segundas, 21 horas, na AllTV e tem mais 2.500 jogos vistos em estádio.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações