sábado, 8 de fevereiro de 2020

Keisuke Honda - Um japonês na Estrela Solitária

Foto: Vitor Silva / Botafogo

Mais de 13 mil botafoguenses foram na apresentação de Honda no Estádio Nilton Santos

Mais de 13 mil botafoguenses foram ao Estádio Nilton Santos neste sábado, dia 8, para acompanhar a apresentação do meia japonês Keisuke Honda, a grande contratação do Botafogo para as competições na temporada de 2020. A torcida fez uma grande festa para recepcionar o jogador.

Aliás, a festa começou na sexta-feira, dia 7. A torcida botafoguense brotou no Aeroporto Internacional Tom Jobim, conhecido também como Galeão, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, para esperar a chegada de Honda da viagem de avião.

Já neste sábado, a apresentação de Kosuke Honda contou com um amistoso entre Botafogo e  Boavista, na categoria Sub-17. O jogo foi transmitido pelo clube e contou com a narração de Marcelo Adnet, botafoguense fanático. A partida terminou com o placar de 3 a 0 para o Fogão.

Durante a apresentação, Honda explicou o porque escolheu o Botafogo. "Tinha algumas ofertas da Ásia e a do Botafogo. Não foi fácil decidir. Pensei no que era melhor para mim e minha família. Escolhi vir para cá pelas pessoas que estavam me esperando aqui. Foram muitas mensagens nas redes sociais, que me deixaram animado. A recepção no aeroporto surpreendeu. Nunca sento tanta energia e tanta paixão em toda a minha carreira. A energia era incrível.A paixão das pessoas daqui me fez decidir", afirmou.


Sobre a recepção, o japonês disse que foi a maior que teve na carreira. "Fui até pego de surpresa por tanta gente e tanta paixão. Nunca senti isso na minha carreira. Quando fui para o Milan, também houve muito torcedor e me senti pressionado. Ontem, foi maior ainda. Quando fui para o México, achei que não tinha tanta pressão porque não dava para ser maior do que no Milan. Agora, não. No Brasil, como japonês, penso no que posso fazer. Sinto essa pressão e gosto disso. Quero retribuir a todos", afirmou.

Honda estima que a estreia nos gramados deva ocorrer dentro de duas ou três semanas. "Quero dar o máximo como jogador para dar alegria para a torcida do Botafogo. O que tenho que pensar agora é no jogo. Quero ser um bom colega para os jogadores do Botafogo. Tenho que pensar na parte técnica, treinar firme para me adaptar o mais rápido possível. Agora quero focar em jogar bem aqui. Na minha ideia em duas ou três semanas devo estar preparado para a estreia", projetou.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações