O último título do Rei - A NASL de 1977 do New York Cosmos

Por Lucas Paes
Foto: Arquivo Lance

Pelé celebra gol do New York Cosmos

O futebol é quase que uma mitologia em forma de esporte. Existem lendas, existem deuses, existem templos de adoração sagrados e a imensa maioria dos times tem em sua torcida uma fidelidade quase que religiosa. Se o futebol é um credo, a divindade superior do Mundo Bola, quase como uma força primordial do esporte bretão atende também pelo apelido de Rei. Pelé, nascido Edson e imortalizado com seu apelido é eterno. Em 1977, já terminado sua trajetória dentro das sagradas quatro linhas, Pelé ganhou seu último troféu. A National Soccer League, ou o Campeonato Norte-Americano, com o New York Cosmos.

Naquele ano, a equipe treinada inicialmente por Gordon Bradley (depois Eddie Firmani assumiria e venceria o título) tinha em seu elenco diversos nomes grandes do futebol. Além do Rei, tinhamos Carlos Alberto Torres, Franz Beckenbauer, Giorgio Chinaglia e Rildo. Neeskens já não era mais parte do time. As estrelas se somavam a bons valores locais, como o goleiro Seph Messing e o canadense Robert Iarusci. A equipe era uma das favoritas na complicada NASL.

Depois de diversos amistosos de pré-temporada, a estreia do Cosmos foi no dia 13 de Abril de 1977. Jogando fora de casa, a equipe acabou derrotada pelo Las Vegas Quicksilver por 1 a 0. A primeira vitória veio no segundo jogo, contra o Hawaii Team, por 2 a 1, jogando fora de casa, no Aloha Stadium, em Honolulu. No jogo seguinte, na vitória diante do Rockester Lancers por 2 a 0, Pelé fez seu primeiro gol na competição. O Rei do Futebol ainda seria responsável por três "hat-tricks" na primeira fase, diante do Fort Lauderdale Strikers (3x0), diante do Tampa Bay Rowdies (3x1) e na goleada por 5 a 2 em cima do Los Angeles Aztecs. Os três jogos foram jogados em Nova Iorque. 

Fechando a primeira fase no segundo lugar da divisão (e terceiro da classificação geral), o Cosmos chegou a fase final. Foram 15 vitórias e 11 derrotas. Os jogos terminados em empate eram decididos nos pênaltis. Na frente dos nova-iorquinos, ficaram apenas o Fort Lauderdale Strikers e o Dallas Tornado. O primeiro confronto no mata-mata seria diante do Tampa Bay Rowdies, em jogo único.

No dia 10 de Agosto de 1977, no Giants Stadium, o Cosmos venceu o Rowdies de Tampa Bay por 3 a 0, com dois gols de Pelé e um de Chinaglia. Ai veio a semifinal, diante do Fort Lauderdale Strikers em dois jogos. No primeiro, quatro dias depois, goleada do Cosmos por 8 a 3, no Giants Stadum. No segundo, empate por 2 a 2 e vitória nos pênaltis que garantiu a vaga na final, mesmo jogando fora de casa. A final da conferência foi contra o Rockester Lancers. O Cosmos acabou vencendo as duas partidas. Na primeira, fora de casa, placar de 2 a 1 para o time de Nova Iorque. Na segunda, no Giants Stadium, goleada de 4 a 1 e vaga na final garantida.

Os melhores momentos da decisão do Soccer Bowl de 1977

A decisão da NASL de 1977 foi diante do Seattle Sounders, no Civic Stadium, em Portland. O Soccer Bowl, que era como era chamado a final, começou com o Seattle oferecendo perigo, mas desperdiçando uma chance clara numa cabeçada. O primeiro ataque perigoso do Cosmos foi em jogada de Pelé, que terminou com finalização de Hunt para boa defesa de Chursky. Apesar desse lance, as principais chances no começo de jogo eram do time do Sounders, que desperdiçava. O primeiro gol do jogo então veio em bobeada absurda do goleiro Chursky, que tentou sair jogando e acabou perdendo a redonda para Hunt, que correu até o gol vazio para abrir o placar. O empate porém, não demorou muito a sair, com Ord marcando. A partir daí, ambas as equipes desperdiçaram boas chances de marcar. O primeiro tempo terminou em 1 a 1.

Na etapa final, o jogo seguiu equilibrado, com as duas equipes pecando nas finalizações. Pelé, por exemplo, perdeu boa chance após cortar dois marcadores. Do outro lado, MCAlister obrigou o goleiro Messing a fazer boa defesa em finalização de fora da área. O gol que definiu o titulo veio após lindo cruzamento de Hunt para Chinaglia definir o resultado. Não que o Sounders não tenha tentando empatar, já que o time de Seattle meteu até bola na trave. Porém, o título ficou mesmo com o Cosmos.

O Rei Pelé não teve um grande desempenho na final, não conseguindo marcar. Ao longo da temporada, o camisa 10 do Cosmos marcou 17 gols. Foram nove gols a menos que o artilheiro da competição, Steve Davids. O artilheiro do Cosmos na NASL foi Chinaglia, que marcou 24 gols. O Rei entrou no time de All Stars da competição. A temporada de 1977 foi a última de Pelé, que depois se aposentou do esporte bretão, deixando os olhos humanos orfãos de suas grandes atuações. 
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações