Zé Carioca e o Vila Xurupita FC - O personagem brasileiro da Disney

Por Lucas Paes


Zé Carioca, personagem que gostava de samba, futebol e praia

Walt Disney é responsável pela criação de diversos personagens famosos ao longo da história. O artista, que nasceu em 5 de dezembro de 1901, em Chicago, nos Estados Unidos, criou nomes que marcaram gerações de crianças, como Pato Donald, Mickey, Minnie, A Pequena Sereia, Cinderela, entre outros. No meio disso tudo, o Brasil foi retratado em um personagem que fez muita fama no país: Zé Carioca, o típico malandro, que usava o "jeitinho" para passar por diversas situações. Obviamente, como carioca, gostava de samba, praia e, é claro, futebol.

Zé Carioca é um papagaio pois era a ave que mais se aproximava do estilo brasileiro, feliz, despretencioso e até preguiçoso. O rosto dele foi inspirado em Herivelto Martins. O jeito de Zé Carioca, porém, foi inspirado em um Zézinho Guimarães, violonista que era de São Paulo. O personagem refletia de certa forma a imagem que se tinha do brasileiro fora do Brasil. Era morador do Morro, mais precisamente do bairro da Vila Xurupita. E se envolvia em encrencas com amigos e com o poder público. Além disso, também era apaixonado pela filha de um magnata.

O personagem foi criado por Walt Disney no Hotel Copacabana Palace, quando o artista ficou impressionado com o trabalho do cartunista brasileiro José Carlos de Britto e Cunha, o JCarlos. Ele tentou levar o brasileiro para trabalhar em Hollywood, mas diante da recusa do cartunista, ele cria o personagem em sua homenagem. A visita foi parte de um esforço americano para tentar melhorar relações com o Brasil e com outros países latinos, que envolveu inclusive comitivas com Disney. Porém, ele gostou tanto do país que prometeu criar um personagem que refletisse seu povo.


Zé Carioca aparece pela primeira vez no filme "Alô, Amigos", de 1942. Ele recebe o Pato Donald, ao som de "Aquarela do Brasil" e "Tico Tico no Fubá", com cachaça e samba. O filme fez com que as músicas ficassem famosas fora do Brasil. A partir de 1950, o personagem passou a aparecer em quadrinhos brasileiros, pela Editora Abril. Mas, foi apenas em 1964 que ele ganhou a própria revistinha.

Como brasileiro, Zé Carioca obviamente gostava de futebol. Seu bairro, a Vila Xurupita, tinha um time homônimo. Mas, a equipe, que vestia uniforme rosa e branco, não foi sempre chamada dessa forma. Na primeira aparição, o time se chamava Seresteiros da Tijuca. Aparece na revista numéro 479 do Zé Carioca, quando o primeiro adversário é um time onde o goleiro é o Gastão, primo sortudo do Pato Donald. O nome Vila Xurupita surge nos anos 1970, sendo o mesmo nome da escola de samba frequentada pelos personagens.

A equipe não tinha nenhum grande rival na teoria. Na prática a rivalidade vinha com o time do Arranca Toco FC, capitaneado por Zé Galo, antagonista de Zé Carioca, que tinha em sua escalação vários personagens que arrumavam esquemas para cobrar o dividas do Zé Carioca. Quanto ao sucesso ou fracasso do time, tal fato variava de acordo com histórias. Em algumas, era citado que o Vila Xurupita era um time fracassado que nunca havia vencido nenhuma taça. Em outras, o time ganha alguma taça ou até a Copa dos Morros. Em uma história, o time foi até campeão estadual de futebol, após receber investimentos de Pedrão, personagem amigo de Zé Carioca, que havia ganho na loteria.


Já quanto a qualidade de Zé Carioca com a bola no pé, esta também varia de acordo com a histórias. Em boa parte, ele é citado como um craque azarado, sendo o principal jogador do time da Vila Xurupita, mas não conseguindo ajudar a equipe à alçar vôos maiores. Em outras, é citado que Zé é um "perna de pau", que, assim como o time da Vila Xurupita, fracassa no esporte bretão, ainda que o futebol seja um tema recorrentemente ligado ao personagem. Particularmente, este que vos escreve se recorda de uma história onde o time de Zé Carioca entrava numa fria ao jogar contra um time de bruta-montes que intimidavam até a arbitragem, além de "descer o sarrafo" nos adversários, com o jogo só terminando quando o adversário do time do Zé virou o jogo.

Quanto ao sucesso, Zé Carioca, o Joe Carioca em terras americanas, nunca chegou a se tornar um personagem muito grande nos EUA, porém fez um sucesso imenso no Brasil. Foi utilizado em diversos tipos de campanha envolvendo o futebol brasileiro e é até hoje um dos maiores reflexos de brasilidade que existem. O legado e o tamanho do personagem é algo inegável. Até hoje aparece em histórias da Disney, mais recentemente sendo personagem de um episódio de uma série do DisneyLife, aplicativo de vídeo sob demanda da empresa americana. Só o tempo dirá se o lançamento do Disney+ no Brasil terá algo relacionado ao Zé Carioca. Saberemos com certeza apenas em 2020.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações