2005 e 2006 - As Libertadores com quatro times paulistas

Foto: Renato Pizzutto/Placar

Santo André e Palmeiras estiveram no mesmo grupo na Libertadores de 2005

Com a vitória sobre o Ceará na última quarta-feira, dia 4, o Corinthians garantiu a sua vaga na Copa Libertadores 2020, assim como os rivais Palmeiras, Santos e São Paulo. Este é um marco, pois é a primeira vez que os quatro grandes paulistas estarão na mesma edição da maior competição sul-americana de clubes. Porém, esta será a terceira oportunidade que quatro equipes do estado estarão no torneio, sendo as primeiras em 2005 e 2006.

Desde a Copa Libertadores de 2000, quando a competição passou a contar com quatro ou mais times brasileiros, a primeira vez que houve um quarteto paulista na competição foi em 2005. A edição contou com o Santos, São Paulo e Palmeiras, respectivamente campeão, terceiro e quarto colocados do Brasileirão de 2004, e do Santo André, campeão da Copa do Brasil.


Ramalhão e Verdão ficaram no mesmo grupo, o 4, e brigaram pela segunda vaga para o mata-mata da competição, já que o primeiro colocado foi o Cerro Porteño ficou na liderança. O Palmeiras, com nove pontos, levou a melhor e avançou, fazendo com que o Santo André fosse eliminado na primeira fase. Porém, o time do ABC venceu o rival em casa e ainda aplicou uma goleada de 6 a 0 no Deportivo Táchira.

O Palmeiras não foi tão mais longe naquela competição e caiu para o rival São Paulo nas oitavas, perdendo os dois jogos: 1 a 0 e 2 a 0. O Santos foi um pouco melhor que o Verdão, chegando às quartas, mas sendo eliminado por outro brasileiro, o Atlético Paranaense, também perdendo os dois jogos: 3 a 2 e 2 a 0.

Mas teve um time paulista que teve muito o que comemorar naquele ano. O São Paulo foi o primeiro de sua chave na fase inicial, o Grupo 1, e depois de eliminar o rival Palmeiras, passou Tigre e River Plate e bateu o Atlético Paranaense na decisão, conquistando o seu terceiro título na história da competição.

O Paulista encarando o River Plate em 2006

Um ano se passou e em 2006 o fenômeno se repetiu. Desta vez, Santos e Santo André não conseguiram vaga na competição, mas dois outros times do estado conseguiram vaga. O trio de ferro se fez presente: o São Paulo, como campeão continental, e Corinthians e Palmeiras, respectivamente campeão e quarto no Brasileirão 2005, estavam presentes. A novidade era o Paulista de Jundiaí, que havia conquistado a Copa do Brasil de 2005.

Porém, o Galo da Japí não teve vida fácil. A equipe foi a lanterna do Grupo 8, com apenas seis pontos, em um grupo que tinha River Plate, Libertad do Paraguai e El Nacional do Equador. De ponto positivo apenas a vitória contra o tradicional argentino, no Jayme Cintra, por 2 a 1.


O trio de ferro paulistano avançou para o mata-mata, mas Corinthians e Palmeiras caíram já nas oitavas. O Timão foi eliminado pelo River Plate perdendo os dois jogos (3 a 2 e 3 a 1) e o Palmeiras, assim como no ano anterior, foi batido pelo rival São Paulo, empatando o primeiro jogo em 1 a 1 e perdendo o segundo por 2 a 1.

O Tricolor novamente chegou à final. Depois de passar em primeiro no Grupo 1, e eliminar o rival Verdão, o São Paulo bateu Estudiantes, nos pênaltis, e Chivas Guadalajara (equipe que já havia enfrentado na etapa inicial). Porém, na decisão, a equipe do Morumbi foi derrotada pelo Internacional, perdendo em casa por 2 a 1 e apenas empatando em 2 a 2 no Beira-Rio.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações