terça-feira, 19 de novembro de 2019

O 50 anos do gol 1000 (ou 1003) de Pelé

Foto: arquivo O Globo

Pelé, pegando a bola do gol mil dentro das redes

Perante um público de 65.167 espectadores, o Rei Pelé marcava o gol mais importante de sua monumental carreira, ao atingir a espetacular marca de 1000 gols em partidas com as camisas da Seleção do Exército, Seleção Paulista, Seleção Brasileira, Combinado Santos/Vasco e do Santos Futebol Clube. Foi em uma quarta-feira, no dia 19 de novembro de 1969, que está completando 50 anos.

O melhor jogador de todos os tempos atraiu a atenção da imprensa esportiva mundial para o Estádio do Maracanã, na noite em que o Peixe venceu pelo placar de 2 a 1 o time do Vasco da Gama, em partida válida pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa, também conhecido como Taça de Prata, que teve além do gol do Rei o gol de Renê marcado a favor do onze santista, que formou com Agnaldo; Carlos Alberto, Ramos Delgado, Djalma Dias (Joel Camargo) e Rildo; Clodoaldo e Lima; Manoel Maria, Edu, Pelé (Jair Bala) e Abel. O técnico era Antônio Fernandes, o Antoninho.


Até sair o gol 1000, houve diversas histórias que marcaram época. Desde o jogo contra o Botafogo da Paraíba, em João Pessoa, onde depois de fazer o gol 999, Pelé virou goleiro, após a comissão técnica do Peixe perceber que queriam facilitar outro tento do Rei, até a partida seguinte, em Salvador, contra o Bahia, quando um defensor do time da casa evitou o que seria o gol mil de Pelé e foi vaiado pela própria torcida.

Porém, naquele 19 de novembro de 1969, no Maracanã, a hora do pênalti foi o mais difícil da carreira de Pelé, segundo o próprio. "Foi a primeira vez que senti minhas pernas tremerem dentro de campo. Ah, meu Deus! Eu não posso perder esse gol. Muita gente achou que foi um discurso preparado. Pensei na hora que eu não podia perder porque o Maracanã inteiro gritava 'Pelé, Pelé, Pelé'. E eu não podia decepcionar o povo brasileiro. Só deu a tremedeira. Graças a Deus fiz o gol", afirmou Pelé.


Jogando só com a camisa do Santos FC o Rei Pelé marcou o seu gol de nº 1000 no dia 02 de julho de 1972 na vitória pelo placar de 2 a 0 diante da Universidad del México em Chicago nos Estados Unidos. Quando assinalou o seu tento de nº 1000 no Maracanã, o Rei marcava o gol de nº 872 só defendendo as cores do Alvinegro da Vila Belmiro.

Recontagem - Já nos anos 2000, o Santos FC realizou uma recontagem de gols de sua história e descobriu-se que o time tinha feito uns gols a mais do que a contagem original e o histórico gol mil de Pelé foi, na verdade, o gol 1003. Pela nova contagem, Pelé fez o gol mil contra o Santa Cruz, em Recife, em 12 de novembro, sete dias antes do jogo que virou histórico. Naquele dia, o Rei marcou dois na vitória do Peixe por 4 a 0.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações