terça-feira, 8 de janeiro de 2019

A trágica trajetória de Mahicon Librelato

Por Lucas Paes

Mahicon Librelato comemorando o gol contra o Paysandu que livrou o Inter do rebaixamento
(foto: arquivo Internacional)

Mahicon Librelato foi um jogador de futebol brasileiro que ficou marcado na história do Internacional por ter feito parte de um time que quase foi rebaixado. O atacante catarinense acabou marcado com o torcedor colorado devido à ser o grande responsável por salvar o Inter do rebaixamento no Brasileirão de 2002. Mas não teve lá muito tempo para tentar fazer história com a camisa vermelha gaúcha, já que acabou vítima de um acidente de automóvel, finalizando precocemente sua carreira e sua vida com apenas 21 anos. 

Começou sua trajetória no esporte bretão no futsal. Jogava desde criança na sua cidade natal, Orleans, em Santa Catarina. Foi levado pelo seu tio para fazer testes no Criciúma. Passou na peneira e passou a fazer parte do time de juniores. Profissionalizou pelo Tigre em 1997. Pelo Tricolor Carvoeiro, foi artilheiro do Campeonato Catarinense em 2001 e responsável direto por salvar o clube do rebaixamento a Série C, marcando um gol decisivo em jogo que atuou com o ombro deslocado. Despertou interesse de diversos clubes, mas acabou fechando com o Internacional, após longas negociações, em 2002. Marcou 28 gols pelo Criciúma em 2001, em 48 jogos. 

No Inter, fez boa passagem no ano de 2002. Vestiu a camisa colorada em 22 partidas, marcando um total de 10 gols. Ficou marcado pela atuação espetacular na partida diante do Paysandu, no Mangueirão, que salvou o Inter do rebaixamento. Marcou o primeiro gol da vitória por 2 a 0 do time Colorado, que conseguiu se salvar do descenso com o resultado. Aquela seria sua última partida e seu último gol pelo time colorado. Não teria muito tempo para comemorar a salvação do clube junto a torcida.

Foi destaque no Criciúma

Toda a expectativa que existiria para o atacante colorado acabou de maneira extremamente trágica. No dia 28 de novembro de 2002, apenas 10 dias depois de decidir o jogo diante do Paysandu, Mahicon dirigia sua Ford Ranger pela Avenida Beira Mar, aproveitando suas férias em Porto Alegre, junto a dois amigos, quando, devido a chuva, perdeu o controle do carro, derrapou, bateu em um poste de iluminação próximo à Ponte Hercílio Luz e caiu no mar. O socorro chegou com o carro já afundado. Apenas os dois amigos de Mahicon conseguiram ser reanimados, o jogador faleceu devido à parada cardiorrespiratória e afogamento, causa confirmada depois pelo IML. 

O enterro ocorreu apenas no dia 29 de dezembro e levou diversas pessoas até o cemitério da cidade de Orleans. Jogadores do Inter estiveram presentes. O presidente Fernando Carvalho decretou luto oficial de 3 dias no Inter. O fato é que a trajetória de um bom jovem atacante acabou interrompida precocemente. A memória é eterna porém no torcedor colorado e no torcedor carvoeiro, de um jogador que, em comum, tem o fato de ter salvado ambos os clubes de rebaixamentos.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações