sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Copa Paulista 2018 começa nesta sexta-feira

Por Victor de Andrade e Lucas Paes


Começa nesta sexta-feira, dia 3, a edição de 2018 da Copa Paulista, competição de segundo semestre do Estado de São Paulo que reúne equipes das Séries A1, A2 e A3 do Campeonato Paulista e dá uma vaga para a Série D do Campeonato Brasileiro e outra para a Copa do Brasil A regra é a mesma dos últimos anos: o campeão escolhe uma das vagas e a outra fica para vice.

Em 2018, a Copa Paulista vai contar com 27 equipes. Porém, dos grandes do estado apenas o Santos estará presente, jogando a competição com seu time de Aspirantes. Porém, o que não falta na competição são times tradicionais, sendo alguns até com títulos de campeões paulistas, como São Caetano, Bragantino, Inter de Limeira, Ituano e Portuguesa.

Confira os grupos da primeira fase da competição:

GRUPO 1
Novorizontino – Mirassol – Batatais
Penapolense – Votuporanguense – Olímpia

O Novorizontino disputou a Série D do Brasileiro neste ano
(foto: Matheus Bertolini do Prado/Novorizontino)

O Grupo 1, o único com seis times, contra sete das outras chaves, conta com duas equipes que sempre brigam para participarem da Série D do Brasileirão: Novorizontino, que neste ano chegou no mata-mata da competição, e o Mirassol. São, provavelmente, os favoritos da chave.

Correndo por fora, o Penapolense espera fazer uma boa competição e se recuperar dos últimos Campeonatos Paulistas, onde não se apresentou bem. Votuporanguense e Batatais também querem brigar pela classificação.

Já o Oímpia, que não fez uma boa Série A3, reformulou boa parte de sua equipe para a disputa da competição. Porém, isto não significa que montou um bom time para a Copa Paulista e deve ser o azarão do grupo.

GRUPO 2
Ferroviária – Red Bull Brasil – Inter de Limeira
XV de Piracicaba – Rio Claro – Desportivo Brasil – Noroeste

Rubens Carvalho é um dos destaques do Red Bull
(foto: divulgação Red Bull Brasil)

O Grupo 2 tem uma peculiaridade. Campeões e vices das duas últimas edições da competição estão na chave: Ferroviária (campeã em 2017 e vice em 2016), Inter de Limeira (segunda em 2017) e o XV de Piracicaba (detentor do título em 2016). Pelo retrospecto recente e também por serem tradicionais, as três equipes podem ser consideradas favoritas.

Outro time que pode ir bem é o Red Bull Brasil. Além de estar temporadas seguidas na Série A-1 do Paulista, o objetivo da empresa fabricante de energéticos, dona da equipe, é estar fixo em divisões nacionais e um dos caminhos para chegar à Série D do Brasileirão é a Copa Paulista. Olho nos Touros Vermelhos.

Para fechar o grupo, Desportivo Brasil e Noroeste vêm de uma Série A-3 razoável para boa, ambas as equipes chegaram ao mata-mata, mas caíram nas quartas de final, e esperam fazer uma boa Copa Paulista. Já o Rio Claro volta à competição, onde foi semifinalista em 2016, depois de ficar de fora no ano passado.

GRUPO 3
São Caetano – Bragantino – Santo André
Santos – Água Santa – Taubaté – São Bernardo

Diego Cardoso, artilheiro do Brasileiro de Aspirantes, vai defender o Santos
(foto: Ivan Storti/Santos FC)

Neste grupo estão Santos, Bragantino, Santo André, São Bernardo FC, São Caetano, Taubaté e Água Santa. Mais famosos, os times de Santos e Bragantino são um mistério na competição, já que o Bragantino tende a ir com reservas e sub-20 enquanto estiver na Copa Paulista, enquanto o Alvinegro Praiano vou com o seu time de aspirantes, que disputa também o Brasileiro da categoria.

Porém o grupo tem muitos clássicos. Os confrontos entre as equipes do ABC tendem a pegar fogo. Na região, o São Caetano vem de bom ano na A1 e tenta manter a boa fase, o Santo André tenta se recuperar do rebaixamento recente e o São Bernardo bateu na trave do acesso para a série A1 e tenta voltar à Série D. O Taubaté, que ficou no meio de tabela na A2, reforçou bastante a equipe e aposta na Copa Paulista para alçar vôos maiores.

A tendência do grupo é uma classificação disputada. O São Caetano, por exemplo, está “babando” por uma vaga em competição nacional que o permita começar a sonhar com a volta aos tempos áureos. O Tigre já conhece a competição e o Santo André também sonha com a volta aos campos nacionais. Promessa de bons jogos neste grupo.

GRUPO 4
Ituano – Portuguesa – Juventus
Audax – Nacional – Taboão da Serra – Atibaia

Portuguesa fez amistoso contra o River do Uruguai na preparação
(foto: Everton Calício (Portuguesa)

O Grupo 4 é recheado de equipes tradicionais: o Ituano, duas vezes campeão paulista na primeira divisão, o Juventus, tradicionalíssimo que tenta voltar aos bons tempos, o Nacional, que quase buscou um acesso para a A1, e é claro a Lusa, que tenta sobreviver em um estado crítico. Além destes, o Atibaia, campeão da Série A3 também torna e grupo interessante e Taboão da Serra e Audax completam a chave.

A Lusa tem suas pontas de (pequenas) esperanças na Copa Paulista. O time rubro-verde fez das tripas coração para escapar de um vexatório rebaixamento para a Série A3 e depende de um título da Copa Paulista para voltar ao cenário nacional. Nacional e Atibaia merecem certo destaque também, principalmente o Falcão, que vem de uma conquista da A3 em final contra a tradicional Portuguesa Santista. E é claro, o fato de vermos dois clássicos entre Juventus e Lusa torna tudo muito mais interessante.

O que tornará o grupo 4 interessante será de fato a Portuguesa. É o grupo onde a Lusa tentará provar que pode melhorar depois do pífio começo de ano e começar o longo caminho rumo a volta ao seu antigo espaço. Porém, o Ituano entra como favorito do grupo, sendo o time mais bem estruturado entre as equipes da chave, incluindo hoje a Lusa.

FÓRMULA DE DISPUTA


A Ferroviária foi a campeã em 2017
(foto: Leonardo Fermiano)

  • Primeira fase. Participarão 27 clubes que formarão quatro grupos regionalizados, sendo três com sete clubes e os outro com seis onde cada um que jogarão entre si, em turno e returno, classificando-se para a fase seguinte os quatro clubes melhores colocados de cada grupo.
  • Segunda fase. Os 16 clubes classificados formarão quatro grupos com quatro clubes cada e jogarão entre si, em turno e returno, classificando-se para a fase seguinte os dois clubes melhores colocados de cada grupo.
  • Terceira fase (quartas-de-final). Os oito clubes classificados formarão quatro grupos com dois clubes cada e jogarão entre si, em turno e returno, classificando-se para a fase seguinte o clube melhor colocado de cada grupo.
  • Quarta fase (semifinal). Os quatro clubes classificados formarão dois grupos com dois clubes cada e jogarão entre si, em turno e returno, classificando-se para a fase seguinte o clube melhor colocado de cada grupo.
  • Quinta fase (final). Os dois clubes classificados jogarão entre si, em turno e returno, para definir o clube campeão e vice-campeão.
Confira tabela completa da competição aqui.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

  1. Portuguesa já era. O grande clássico do grupo 4 é Nacional x Juventus, o Juvenal.

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações