terça-feira, 26 de junho de 2018

Um adeus com vitória peruana

Por Victor de Andrade
Fotos: GettyImages.com/Fifa.com

Guerrero fez o segundo gol do Peru no jogo: o primeiro e, provavelmente, último dele em Copas

Uma pena estarem fora! A verdade é que, pelo que mostraram dentro de campo, a Seleção Peruana poderia ter sido, ao menos, a segunda colocada do Grupo C da Copa do Mundo Rússia 2018. Depois de ter jogado melhor que a Dinamarca, mas ter perdido por 1 a 0, e ser derrotada pela França, pelo mesmo placar, o Peru venceu e marcou os primeiros gols neste Mundial ao fazer 2 a 0 na Austrália nesta quarta-feira, dia 26, no Fisht Stadium, em Sochi. Porém o resultado só serviu para eliminar também os australianos.

Para falar a verdade, era um jogo quase morto. O Peru, por ter sido derrotado nos dois jogos, já estava sem chances de classificação. Já a Austrália, que na estreia perdeu para a França por 2 a 1, mas empatou com a Dinamarca em 1 a 1, tinha que vencer a partida e torcer por uma vitória dos "Bleus" no outro jogo. Não aconteceu nada disso.

Logo nos primeiros minutos parecia que quem tinha alguma chance de avançar eram os peruanos, que dominavam a partida. Com um bom toque de bola, que apresentaram contra a Dinamarca, o time sul-americano envolvia o adversário. Com isto, chegaram ao primeiro gol aos 18 minutos, quando Guerrero, em posição duvidosa, foi lançado pela esquerda, dominou a bola e cruzou na medida para Carrillo pegar um belo chute de primeira, marcando um belo gol.

Quanto mais o tempo passava e na outra partida franceses e dinamarqueses ficavam no 0 a 0, os australianos se desanimavam ainda mais, deixando o time peruano tomando conta da partida. Foi uma pena que o Peru perdeu os dois jogos, principalmente o primeiro, contra a Dinamarca, quando tiveram oportunidades para sair com um resultado melhor. Se acontecesse isso, estariam comemorando a classificação nesta terça.

Carrillo marcou um belo gol na primeira etapa

O domínio peruano continuou no segundo tempo e aos 15 minutos, o placar foi ampliado. Em jogada de Trauco e Cueva, Guerrero apareceu para marcar o seu primeiro e, provavelmente, último gol em Copas do Mundo. Um jogador do quilate do centroavante não merecia passar em branco no Mundial, ainda mais por tudo o que aconteceu com ele entre o final do ano passado e este ano. Aliás, destaque para a jogada envolvendo atletas que atuam no futebol brasileiro, cena quase impossível de acontecer com o time canarinho (a não ser que o lance envolva Cássio, Fágner e Geromel).

Com 2 a 0 desfavorável no marcador, a Austrália foi tentar o gol de honra. Para isto, o treinador Bert Van Marwij colocou em campo o veterano Tim Cahill, provavelmente o melhor jogador australiano da história, mas que não havia entrado em campo nesta Copa. Nem a presença dele fez com que os "Socceroos" marcassem e o jogo terminou com o placar de 2 a 0 para o Peru e as duas equipes eliminadas.

Ao fim deste jogo, o que veio à mente foi o pênalti perdido por Cueva, no primeiro jogo, contra a Dinamarca, que Farfán, o mais experiente peruano em campo naquele momento (Guerrero estava no banco), poderia ter assumido a responsabilidade e ter batido, mas preferiu deixar a cobrança para o meia são-paulino. Em resumo, se a penalidade fosse convertida, o Peru estaria nas oitavas.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações