sábado, 19 de maio de 2018

25 anos de J-League e o crescimento do futebol no Japão

Por Lucas Paes 

O holandês Hennie Meijer marcava o primeiro gol da história da J-League em 15 de maio de 1993

Presença carimbada nas últimas edições da Copa do Mundo e com uma crescente formação de jogadores, o Japão viu nesta semana, mais precisamente no dia 15 de maio, completarem-se 25 anos da primeira edição de sua liga nacional: a J-League, que profissionalizou oficialmente o esporte no país e mudou a realidade do futebol nipônico. 

Até então, entre 1965 e 1992, o país asiático tinha uma liga onde os times eram basicamente equipes de empresas japonesas que jogavam o nacional local. Alguns dos “funcionários”, porém, eram pagos somente para jogar futebol por essas empresas. Até que em 1992, decidiram encerrar a liga e criar um novo campeonato. Eram os mesmos times, mas havia um novo planejamento e a ideia da profissionalização, que permitiu trazer nomes de peso para o campeonato. 

A partir daí, os clubes deixaram de ter nomes de empresas e passaram a ter os nomes pelos quais são conhecidos até hoje. Naquele primeiro torneio, jogaram dez equipes. No primeiro momento, além dos jogadores japoneses, as equipes investiram em algumas contratações badaladas. Porém, o maior nome da J-League naquele momento já estava na liga quando ela começou, a lenda brasileira Zico.

Zico, no Kashima Antlers, era o grande nome na liga

Os brasileiros, por sinal, já eram figurinhas conhecidas do futebol japonês no inicio da J-League. Diversos estavam no país já antes dela. Com uma economia crescente e numa época onde o futebol europeu estava longe de ter a globalização que tem hoje, aquela ideia chamou a atenção do mundo. Nomes como Lineker, Ramon Diaz e Aleinikov figuravam no meio de diversos brasileiros. A J-League começou com um jeito parecido ao do que é a MLS hoje. 

O formato daquela primeira edição era muito parecido com o de muitos torneios estaduais do Brasil. Os 10 times jogavam em dois turnos entre si. O primeiro colocado de cada turno se classificava para a finalíssima. A decisão acontecia em dois jogos de ida e volta e a vantagem do mando era do time de melhor campanha geral. A expectativa era grande e o campeonato já foi transmitido para fora do Japão em seu primeiro ano. Por aqui, a TV Cultura passava os teipes dos jogos durante o dia (nem preciso dizer que, ao vivo, os jogos aqui foram de madrugada).

A estreia da competição, ocorrida no dia 15 de maio de 1993, aconteceu no Estádio Nacional de Tokyo, com direito a show de rock, discurso de dirigente e uma enorme festa. Em campo, o Yokohama Marinos, de Ramón Diaz, responsável pelo pontapé inicial do campeonato, enfrentava o Verdy Yomiuri Kawasaki, de Kazu, Bismarck, Amoroso e Pereira, este último um dos destaques da liga naquela temporada. Hennie Meijer, holandês do time verde, marcou o primeiro gol da história da competição.

Verdy Kawasaki foi o grande campeão

Naquela primeira edição, Kazu foi o grande craque do campeonato, desbancando Zico e sendo o destaque absoluto do Verdy Kawasaki, que sairia campeão. No primeiro turno, porém, o time da lenda do futebol japonês ficou atrás do Kashima Antlers, time do Galinho de Quintino, outro dos grandes destaques daquele torneio. No segundo turno, o Verdy, vice na primeira parte do torneio, foi campeão e classificou-se a final, ficando com melhor campanha devido ao quarto lugar do Kashima naquela fase. 

A presença das estrelas mundiais na liga japonesa deu a popularidade necessária ao futebol no país. Zico, por exemplo, é provavelmente o maior ídolo da história do Kashima, que têm uma adoração comparável a da torcida flamenguista com a lenda brasileira. Aos poucos, porém, as estrelas deram lugar a um intenso trabalho nas categorias de base. Diversos jogadores começaram a surgir nas terras nipônicas. Entre as principais revelações da liga, surgem nomes como o de Kagawa, Sakai, Uchida, Nagatomo, Okazaki e claro, talvez o melhor jogador que o país já produziu, Nakamura, mortal cobrador de falta e ídolo da torcida do Celtics, venerado até hoje no Celtic Park. 

Hoje, o futebol cresce exponencialmente no Japão. O país é referência no trabalho de categorias de base e no trabalho com o esporte em geral nas escolas. Intercâmbios e estudo tem trazido modernidade ao esporte bretão na terra dos animês e aos poucos o país cresce. Hoje, já é uma das maiores potências da Ásia no esporte. A J-League hoje é estabelecida com três divisões, vários times e constante surgimento de jogadores. Tudo isso começou naquele 15 de maio de 1993 e só o tempo dirá até onde vai.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações