sexta-feira, 6 de abril de 2018

40 times em busca do acesso – Vai começar a Segunda Divisão Paulista de 2018

Por Victor de Andrade, Giovanni Romão, Felipe Viana, Lucas Paes e Alexia Faria


Vai começar neste sábado, dia 7 de abril, a edição de 2018 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Depois de um torneio com menos de 30 equipes no ano passado, a competição deste ano chega a 40 times, com a volta de álbuns tradicionais e a estreia de quatro agremiações: Talentos 10, Catanduva FC, o novo Grêmio São-Carlense e o Mauá FC, além da mudança do Atlético Araçatuba, que agora se chama Andradina Esporte Clube. 

A competição, assim como no ano passado, começa com um imbróglio na Justiça entre o Sindicato dos Atletas Profissionais e a Federação Paulista de Futebol pela liberação ou não dos jogadores acima dos 23 anos. Porém, como aconteceu na temporada de 2017, os clubes devem optar por trabalhar apenas com os Sub-23, já que isto foi votado no arbitral da competição anterior e muitos clubes que não aceitavam a limitação atualmente mudaram de opinião. 

Vamos conhecer cada uma das 40 equipes do campeonato:

GRUPO UM
Andradina – Santacruzense – Assisense – Grêmio Prudente
Osvaldo Cruz – Talentos 10 – Tupã – Vocem

ANDRADINA Esporte Clube
Andradina

O Andradina venceu a Seleção de Lourdes por 2 a 1 na preparação
(foto: divulgação AEC)

Sem time no futebol profissional há 20 anos, a cidade de Andradina volta a figurar no mapa da modalidade no estado. Na verdade, o Andradina EC nada mais é que o antigo Atlético Araçatuba, que por medo de ficar mais um ano afastado das competições, fez todos os trâmites para mudar de cidade. Para jogar a competição, o Foguete realizou peneira com mais de 200 atletas e também fez alguns amistosos, como o contra a Seleção de Lourdes (vitória por 2 a 1) e Bandeirante de Birigui (derrota por 2 a 0).

Associação Esportiva SANTACRUZENSE
Santa Cruz do Rio Pardo

O volante Marco Aurélio é um dos destaques da Santacruzense
(foto: divulgação AES)

Depois de ficar de fora da Segunda Divisão de 2017, por problemas de estádio, a Santacruzense vem forte para a temporada 2018. O time será comandado por Claudinho Batista, que está gostando do trabalho e esperar brigar pelo acesso. Entre os reforços, destaque para André Bahia, Lukinha e Marco Aurélio, este último ex-Real Cubatense. A Santacruzense fez três jogos-treinos e venceu todos: Marília (3 a 1), Sumará (3 a 1) e Londrina Sub-20 (3 a 2).

Clube Atlético ASSISENSE
Assis

Jogadores foram avaliados pelo treinador Vitor Nardi
(foto: Luis Carlos Japonês/Assis City)

Depois de um 2017 para esquecer, o Clube Atlético Assisense esperar mudar o cenário neste ano. Para isto, começaram o trabalho cedo e trouxeram o treinador Vitor Nardi, que já teve várias passagens pelo clube. Além disso, a equipe vai contar já com 18 jogadores para a estreia, com destaques para Deivid e Hugo Almeida. No último jogo-treino, o Assisense empatou com o Time dos 11, de Cruzália, por 3 a 3.

GRÊMIO Desportivo PRUDENTE
Presidente Prudente

Paulo Silva dirige o Grêmio Prudente na competição
(foto: divulgação GDP)

Equipe que sempre passa da primeira fase na Segunda Divisão Paulista e que já chegou perto do acesso, o Grêmio Prudente espera desencantar em 2018 e finalmente conquistar a tão sonhada vaga na A-3 de 2019. Para isto, os trabalhos, comandados pelo técnico Paulo Silva, foram fortes e com vários testes, entre eles um empate em 0 a 0 contra o Tupã. O clube teve um problema de última hora: o Prudentão chegou a estar interditado, mas foi liberado nessa semana e está pronto para a competição.

OSVALDO CRUZ Futebol Clube
Osvaldo Cruz

Osvaldo Cruz venceu o Marília durante a preparação
(foto: Pedro Afonso/OCFC)

Ao contrário de muitas equipes, que preenchem o minimo possível de vagas de inscrições na primeira rodada, esperando trazer atletas da A-2 e A-3, o Osvaldo Cruz, do técnico Luciano Baiano, resolveu cadastrar 20 atletas para estreia, que será contra o Grêmio Prudente. Destaques para Baiano, remanescente da equipe do ano passado, e Michael Douglas, ex-Francana. Na preparação, a equipe venceu o Assisense (4 a 2) e o Marília (2 a 0).

TALENTOS 10 Atlético Clube S/A
Marília

Atletas em avaliação venceram a Copa Pirajuí
(foto: divulgação T10AC)

Oriundo da Liga de Futebol Nacional do Brasil, onde chegou no mata-mata no ano passado da Taça Paulista, o Talentos 10 já teve dificuldade antes do início da competição: depois de acertar o aluguel do Estádio Alfredo de Castilho, em Bauru, o Nororeste voltou atrás e desfez o acerto. Com isto, rapidamente, o clube mudou-se para Marília e vai jogar no Bento de Abreu. Comandado por Giorge Leonardo, que também é vice-presidente, disputou a Copa Pirajuí, com times semi-profissionais, e conquistou o título.

TUPÃ Futebol Clube
Tupã

Jogadores do Tupã se preparando na parte física
(foto: divulgação TFC)

Um dos mais antigos frequentadores da segundona, o Tupã acabou nem disputando a competição em 2017. Treinado por Maizena, o Tricolor do Oeste fez diversos amistosos de preparação e conta com elenco numeroso. Apesar disso, os jogos-treinos não empolgaram muito, já que foram muitos empates e vitória apenas diante do Corinthians de Presidente Prudente. Porém, o Indião do Oeste não deve ser subestimado e pode ir longe na Bezinha deste ano.

VOCEM Vila Operária Clube Esporte Mariano
Assis

Edson Vieira comanda o Vocem na temporada 2018
(foto: Luis Carlos Japonês/Assis City)

O tradicional Vocem vem para a Segunda Divisão Paulista de 2018 pensando no acesso. Para conquistar o objetivo, o clube trouxe o experiente treinador Edson Vieira, que fez diversas peneiras, inclusive uma delas em um jogo-treino entre avaliados do Vocem e do Assisense, com uma equipe ajudando a outra na preparação. O clube também contratou, sendo o último que chegou foi Erick Bahia, ex-Francana.

GRUPO DOIS
América – Internacional – Bandeirante – Catanduva FC
Taquaritinga – Fernandópolis – Grêmio Catanduvense – José Bonifácio

AMÉRICA Futebol Clube
São José do Rio Preto

Deto Pereira assumiu o América em meio a confusão na diretoria
(foto: Cidade Clube)

Time tradicional e na quarta divisão desde 2014, o América enfrentou um grande problema no início deste ano. Com os dias contados e vivendo em “pé de guerra”, um pouco mais de dois meses antes do campeonato, o time de Rio Preto não tinha ainda um presidente para comandar sua gestão. Seus jogadores só foram inscritos no dia 28 de março, data limite dada pela FPF. Na lista, constam 11 nomes e segundo o técnico Deto Pereira, mais três jogadores, incluindo um goleiro do sub-17, devem completar a listagem. O primeiro confronto do Rubro será no sábado, dia 7, às 15h30, contra o Catanduvense no estádio Benedito Teixeira, o Teixeirão.

Associação Atlética INTERNACIONAL
Bebedouro

Daniel Polezzi não terá todos os jogadores à disposição na estreia
(foto: divulgação AAI)

O tradicional time de Bebedouro teoricamente entraria como um dos favoritos na Bezinha devido a ser uma das camisas conhecidas da divisão. Porém, esse ano as coisas são um pouco diferentes. A preparação do Lobo teve alguns resultados negativos, como por exemplo, uma goleada sofrida para o Comercial, de Ribeirão Preto, dentro de casa. No último jogo-treino antes da estréia, justamente contra o time de Ribeirão Preto, a equipe do treinador Daniel Polezzi empatou. Além disso, o time possui poucos jogadores no registro da federação, o que mostra que a situação em Bebedouro não é das melhores.

BANDEIRANTE Esporte Clube
Birigui

Bandeirante venceu amistoso contra o Andradina
(foto: divulgação BFC)

Outra equipe tradicional que também tem uma preparação mais conturbada. Com boa parte dos clubes ainda sofrendo com as inscrições de atletas, após mais um imbróglio envolvendo a famosa questão da Segunda Divisão ser ou não ser sub-23, o Bandeirante é outro time que contava com poucos jogadores no registro da Federação Paulista até poucos dias da estreia. Porém, a equipe de André Luis Alves teve bom resultado diante do Andradina, em amistoso fora de casa no final do último mês, quando venceu por 2 a 0. Foi um dos únicos jogos do Leão na preparação para o campeonato deste ano.

CATANDUVA Futebol Clube 
Catanduva

Jogadores se apresentando em um dos caçulas da Segundona
(foto: divulgação CFC)

Idealizado pelo padre Osvaldo de Oliveira Rosa e presidido por Carlos André de Freitas Lopes, o Catanduva Futebol Clube é um dos quatro estreantes do futebol profissional paulista em 2018. Comandado pelo técnico Nei Júnior, a equipe, que terá como mascote São Domingos, começou os trabalhos de preparação em fevereiro, fez alguns amistosos, entre eleas a vitória sobre o Grêmio São-Carlense, por 3 a 1. O atacante Batista foi um dos jogadores que se destacaram nas avaliações realizadas pelo clube, que estreia contra o Fernandópolis.

Clube Atlético TAQUARITINGA
Taquaritinga

Carlos Alberto Seixas dirige o CAT na Segundona

Outra das equipes tradicionais jogando a segundona deste ano, o CAT bateu na trave ano passado e esse ano quer chegar na Série A-3. O treinador Carlos Alberto Seixas contará em seu elenco com alguns jogadores que estiveram ano passado e reforços que já passaram pela base de times grandes, como o volante Altair, que já passou pela base do Palmeiras. Outro dos destaques do time é o zagueiro Citta Jr, que passou pelo Noroeste. O Leão entra como um dos favoritos ao acesso.

FERNANDÓPOLIS Futebol Clube
Fernandópolis

Em jogo-treino, o Fefecê empatou com o Osvaldo Cruz
(foto: divulgação FFC)

Outro clube que ficou de fora do campeonato de 2017 por problemas com seu estádio, o Fernandópolis volta a disputar uma competição profissional. Para a Segundona de 2018, o time, que vai ser dirigido por Luiz Miller, que esteve no São Carlos na Série A-3, trouxe três atletas que jogaram no Marilia, o zagueiro Julio, o volante Hebert e o atacante Mateus, e mais o zagueiro Vitor, ex-Manthiqueira. A equipe fez alguns jogos-treinos, como a derrota para o Votuporanguense, por 2 a 0, e o empate em 1 a 1 contra o Osvaldo Cruz.a

GRÊMIO CATANDUVENSE de Futebol
Catanduva

Catanduvense fez forte preparação para o campeonato
(foto: divulgação GCF)

Um dos primeiros times que iniciaram o trabalho para a Segundona de 2018, com os treinamentos começando ainda no mês de janeiro, o Catanduvense, que foi rebaixado da Série A-3 em 2018, terá o ex-zagueiro Dininho auxiliando o treinador Jorge Saran no comando da equipe. Entre os contratados, estão os meias Felipe Menezes e Thiago Gomes, o lateral direito Diego Miguel, e o atacante Felipe Micael.

JOSÉ BONIFÁCIO Esporte Clube
José Bonifácio

Os goleiros do José Bonifácio que foram testados
(foto: divulgação JBEC)

Presidido pelo professor Irineu Alves, o José Bonifácio entra no Campeonato Paulista da Segunda Divisão de 2018 sob o comando do treinador PC Santos. Para jogar a competição, o Estádio Pereirão passou por algumas obras e foi aprovado pela Federação Paulista de Futebol. De acordo com os dirigentes do clube, a equipe conta com bons valores que devem chamar a atenção de clubes grandes e ajudar na conquista do acesso para a A-3.

GRUPO TRÊS
Francana – Brasilis – Comercial – XV de Jaú
Grêmio São-Carlense – Independente – Jaguariúna – Itapirense

Associação Atlética FRANCANA – Franca

Com dois acessos, o atacante Éric Mamer espera levar a Francana para a A-3
(foto: divulgação AAF)

Nesta pré-temporada da Segunda Divisão Paulista, muitos vêm apontando a Francana como uma das favoritas na competição. E não é a toa, já que a Feiticeira trouxe diversos jogadores com experiência no campeonato, como o zagueiro Malcom (ex-Olímpia), o volante Thiago Garça (ex-Jaguariúna) e os atacantes Éric Mamer, que conquistou o acesso nos dois últimos anos, pela Portuguesa Santista e EC São Bernardo, e Léo Ferreira, vice-artilheiro da Segundona em 2017 pelo XV de Jaú. A equipe será comandada pelo treinador Carlinhos Alves.

BRASILIS Futebol Clube Ltda
Águas de Lindóia

Time profissional do Brasilis fez jogos-treinos contra os times da base
(foto: divulgação BFCLtda)

Time que possui uma ampla estrutura, vem para a competição com base em seu time sub-20. Comandado fora de campo pelo ex-zagueiro Oscar, que administrava o “resort” do clube, o Brasilis quer surpreender em 2018. Em janeiro, duas equipes do clube, o sub-17 e sub-20, fizeram amistosos para preparação do campeonato. Na Segundona o time estreia no domingo (8), às 10h contra o Francana no estádio Municipal Dr. José Lancha Filho.

COMERCIAL Futebol Clube
Ribeirão Preto

Apresentação dos uniformes do Bafo para 2018
(foto: divulgação CFC)

Tradicional clube de Ribeirão Preto, que pela primeira vez joga o último estágio do futebol paulista, o Comercial apresentou recentemente três reforços, sendo um deles “o grande sonho” da atual gestão. Michel, de apenas 22 anos, vestira a camisa 9 alvinegra pela segunda vez. Ano passado ele teve uma passagem rápida pelo time, mas não se destacou. No Taquaritinga, ele marcou nove gols, se tornando o vice artilheiro da Segundona. A estreia do Comercial na Segunda Divisão acontece no dia 8 de abril, um domingo, às 10h, diante do XV de Jaú, no Estádio Zezinho Magalhães, em Jaú.

Esporte Clube XV DE NOVEMBRO
Jaú

Na preparação, XV venceu o Talentos 10
(foto: Tiago Pavini/XV de Novembro)

O time de Jaú também apresentou reforços nos últimos dias. Com base em jogadores nascidos em 95, o técnico Marcelo Pinheiro declarou “o time fica mais experiente. Em um campeonato como a Segunda Divisão, é de extrema importância a presença de jogadores experientes”. Vale lembrar que o Galo foi considerado um dos favoritos do ano passado, por ter montado um time forte, mas caiu na segunda fase, e que neste ano a agremiação chegou a anunciar que estaria desistindo. O time entra em campo neste domingo, 8 de abril, às 10h, diante do XV de Jaú, no Estádio Zezinho Magalhães.

GRÊMIO Desportivo SÃO-CARLENSE Ltda
São Carlos

Trabalho do São-Carlense foi intenso durante a pré-temporada
(foto: Gustavo Curvelo/GDSC)

Usando escudo similar e as mesmas cores do Grêmio Esportivo Sãocarlense, extinta equipe de São Carlos, o Desportivo São-Carlense debuta em competições da Federação Paulista de Futebol depois de ter jogado a Taça Paulista, da Liga, em 2016. A equipe será comandada por Jonathas Mendes, que contará, na estreia, com 20 atletas, com destaque para o volante Lukinhas e o goleiro Gabriel Silva, com passagens pelo Vitória de Setúbal-POR e Santos FC. Na preparação, o novo São-Carlense perdeu para o Cantanduva FC por 2 a 0.

INDEPENDENTE Futebol Clube
Limeira

O Pradão é a casa do Independente

Em 2015, o Galo da Vila Esteves esteve muito perto de subir a Série A1. Após não conseguir o acesso inédito, o Independente acabou caindo da Série A2 direto para a Segunda Divisão. Aspirando dias melhores, o alvinegro limeirense busca renascer no cenário do futebol paulista. O Independente mudou sua diretoria final do ano passado, e conta agora com Antônio Carlos Celine e Felipe Guisellini como presidente e vice, respectivamente. A base do elenco do Independente será composta por jogadores que disputaram a Copa São Paulo de Futebol Junior desse ano e outros por indicação da comissão técnica. O Independente realizou os seguintes jogos-treino: Monte Azul sub-20 (10 a 1), Paulista (1 a 0) e Palmeiras B (1 a 4). O treinador será Augusto Sobrinho, que tem uma dor de cabeça, já que por problemas de documentação, vai dar WO na estreia contra a Itapirense.

JAGUARIÚNA Futebol Clube
Jaguariúna

Jaguariúna acelerou os trabalhos na última semana
(foto: Igor Batista)

No seu debute no profissional no ano passado, o Jaguariúna fez uma campanha bem fraca, não chegando a disputar a classificação para a segunda fase. Contudo, em 2018, o clube quer rever os erros cometidos para ir longe nessa nova temporada. O Jaguariúna montou o seu elenco por meio de avaliações feita por garotos da região. O treinador será o experiente João Martins.

Sociedade Esportiva ITAPIRENSE
Itapira

A Itapirense disputa a Segundona em parceria com a DS Sports
(foto: divulgação SEI)

Apesar de ter ficado 2017 fora do profissional, o ano não foi dispensável ao clube. A Vermelhinha se sagrou campeã do sub-20 da 2ª divisão e estreou na Copa São Paulo de Futebol Junior desse ano. Na Segunda Divisão, o Coelho quer também se renovar no profissional e buscar o acesso para a Série A3. O clube fez parceria com a DS Sports, onde montou o elenco para a disputa da Segunda Divisão. A Vermelhinha se destacou na copinha e negociou os principais talentos do elenco, como o lateral-direito Felipe Santos, meia Denilson e o atacante Danilo. A Itapirense realizou os seguintes jogos-treino: Atibaia (1 a 0), Mogi Mirim (2 a 0), Desportivo Brasil e Paulista (2 a 2), Palmeiras sub-20 (1 a 0), Inter de Limeira (1 a 2) e Primavera (5 a 2). O treinador será Rogério Ferreira Pinto, também conhecido como China.

GRUPO QUATRO
Amparo – Flamengo – AD Guarulhos – Joseense
Atlético Mogi – Paulista – São José – União

AMPARO Athlético Club – Amparo

Amparo empatou com o Brasilis em 1 a 1 em jogo-treino
(foto: divulgação AAC)

De volta ao profissional desde 2015, o Leão da Montanha ainda não conseguiu engrenar uma boa sequência, ficando na 1ª fase todos esses últimos anos. Para esse ano, o Amparo que sonhar alto e fazer uma campanha bem melhor na Segundona. O Amparo realizou avaliações para compor o elenco profissional. O Amparo realizou os seguintes jogos-treino: Inter de Limeira sub-20 (1 a 1) e Brasilis (1 a 1). O treinador será o Marcos Antônio Ribeiro.

Associação Atlética FLAMENGO
Guarulhos

Flamengo venceu jogo-treino contra a AD Guarujá
(foto: divulgação AAF)

Depois de flertar com o acesso para a Série A-2 em 2016, ficando invicto por 18 jogos, o Flamengo teve um péssimo 2017 e acabou sendo rebaixado para a Segunda Divisão. Querendo voltar aos seus tempos de glória, o Corvo trouxe o treinador Marcelo Marelli e atletas como Luan, João Paulo, Juliano e Greick. Os resultados da pré-temporada foram positivos, com vitórias sobre o Água Santa (2 a 1), Barcelona Capela (5 a 0) e AD Guarujá (2 a 1).

Associação Desportiva GUARULHOS
Guarulhos

Claudio Matosinhos dirige a AD Guarulhos em 2018
(foto: divulgação ADG)

Depois de uma boa campanha em 2016 e outra ruim no ano passado, a AD Guarulhos espera brigar pelo acesso em 2018. Para concretizar o objetivo, o Índio Guaru foi buscar o técnico Cláudio Matosinhos, que ficou perto do acesso na última temporada, quando dirigiu o União Mogi em uma arrancada espetacular, caindo apenas na semifinal contra o Manthiqueira. Destaque na pré-temporada foi uma vitória contra o Juventus, por 2 a 1, e um empate em 1 a 1 contra a Itapirense.

Clube Atlético JOSEENSE
São José dos Campos

Voltando a ser chamar Joseense, clube realizou peneiras
(foto: divulgação CAJ)

Depois de criar muita confusão na cidade, por mudar de nome e cor para 'parecer' com o tradicional São José EC, o São José dos Campos FC caiu da Série A-3 em 2017 e de volta à Segunda Divisão, resolveu readotar seu nome e cores originais. Então, o Joseense, em 2018, iniciou tarde os trabalhos e terá como treinador Sandrinho, que foi jogador do São José e dirigiu o Taubaté na Copa São Paulo de Juniores de 2016. Além disso, a equipe fez nesta semana um jogo-treino contra o Santos B e foi derrotada por 4 a 1.

Clube ATLÉTICO MOGI DAS CRUZES Futebol
Mogi das Cruzes

Victor Meneses é o goleiro do Atlético Mogi

Costumeiramente lanterna dos grupos nos campeonatos em que participou, o Atlético Mogi vai começar a Segundona de 2018 sem um técnico definido. Quem vai comandar o time é o auxiliar técnico José Carlos, o Zezinho, que faz parte da comissão fixa do clube. Com relação ao elenco, apenas três jogadores do último ano permaneceram e os demais vieram por peneiras e poucas contratações, como o goleiro Victor Meneses, ex-Real Cubatense. O time teve pouco tempo para se preparar, cerca de três semanas, e só vai ter 13 jogadores à disposição para a estreia. Vale ressaltar que os treinos foram fechado para a imprensa.

PAULISTA Futebol Clube Ltda
Jundiaí

O atacante Alisson veio do Atibaia
(foto: Vinícius Scarton/Jornal de Jundiaí)

Um mês antes do início da competição, o Paulista realizou uma maratona de avaliação física para definir o seu elenco. Sergio Caetano destacou o que sera essencial para a equipe. O técnico declarou que a equipe titular seria definida a partir do adversário. No mês passado o tradicional clube apresentou alguns reforços e fez jogos-treinos. O time contou com vitórias em sua preparação, e no domingo, dia 8, às 10h entra em campo oficialmente pela primeira rodada da Segundona, contra o Amparo no estádio Dr. Jayme Cintra.

SÃO JOSÉ Esporte Clube
São José dos Campos

Vindo de um título e um vice, Ricardo Costa comanda a Águia do Vale
(foto: divulgação SJEC)

O São José, que chegou às quartas de final da Segundona no ano passado, espera esse ano conquistar o acesso. Para isto, o clube acertou a contratação do técnico Ricardo Costa, campeão em 2016 com a Portuguesa Santista e vice no ano passado com o EC São Bernardo. No elenco, nomes conhecidos na Bezinha, como Bessa, Luciano Pit, Léo Turbo, Miqueias e Erik Bessa. Além disso, a diretoria conta com o apoio da fanática torcida da Águia do Vale para voltar à Série A-3.

UNIÃO Futebol Clube
Mogi das Cruzes

União venceu o Jabaquara em jogo-treino
(foto: Guilherme Borges/GloboEsporte.com)

Depois de bater na trave do acesso em 2018, o União esperar chegar ao objetivo em 2018. O time, comandado por Wagner Miranda, começou os treinos no fim de fevereiro e vai apostar nas categorias de base nesta temporada. São 15 jogadores formados pelo clube e mais algumas contratações. No período de preparação para a Segundona, o União realizou três jogos-treinos, com duas vitórias (equipe amadora de Osasco e Jabaquara) e uma derrota (sub-20 do Santo André).

GRUPO CINCO
Itararé – AD Guarujá – Barcelona – Elosport
Primavera – Mauaense – Jabaquara – Mauá FC

Associação Atlética ITARARÉ
Itararé

O Itararé começou os trabalhos em fevereiro
(foto: divulgação AAI)

A equipe do treinador Lierte Pastre teve uma das preparações mais adiantadas no interior. Integrante do grupo do Jabuca e da ADG, o Caçula, que voltou às competições profissionais no ano passado, tenta melhorar o desempenho depois de 2017. O time conta com alguns jogadores que estiveram na última campanha, mudando totalmente a comissão técnica. Uma curiosidade é que com uma parceria com o Verdy Tokyo chegaram dois jogadores japoneses que estão treinando e vão disputar o campeonato.

Associação Desportiva de GUARUJÁ
Guarujá

AD Guarujá promete vir forte para a competição
(foto: Fabio Gianelli/Soccer Digital)

Fora da disputa da Segunda Divisão Paulista desde 2014, quando jogou em Barueri, a AD Guarujá volta ao futebol profissional e finalmente vai poder jogar no remodelado Estádio Antônio Fernandes. O time da Pérola do Atlântico será comandado pelo treinador Wendel Freitas (ex-Flamengo de Guarulhos e União Suzano) e trouxe jogadores com experiência na competição, como Bufallo, Rabiola e Felipe Mendes. Fora de campo, a ADG conta na diretoria com o experiente Samuel Maninho, gerente de futebol nos dois últimos acessos de times da Baixada: São Vicente, em 2012, e Portuguesa Santista, em 2016.

BARCELONA Esportivo Capela Ltda
São Paulo

Barcelona empatou com Sub-20 do Juventus em jogo-treino
(foto: divulgação BEC)

Sobrevivendo economicamente graças às transferências no futebol europeu do brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa, revelado pelo clube, o Barcelona da capital espera fazer em 2018 um papel melhor do que nas últimas temporadas, onde não chegou nem a ficar próximo da classificação. A equipe, que foi montada através de peneiras realizadas no campo do Santos FC da Cidade de Dutra, fez alguns jogos-treinos com bons resultados, como o empate em 0 a 0 contra o Juventus e a vitória sobre o Sub-20 do Santo André (2 a 0).

ELOSPORT Capão Bonito
Capão Bonito

Luiz Carlos Vilela continua a frente do Elosport
(foto: O Expresso)

Mais uma vez sob o comando de Luiz Carlos Vilela, um dos treinadores mais longevos do futebol mundial, o Elosport vai para mais um ano na disputa do Paulista da Segunda Divisão buscando fazer um belo papel. O Elosport disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior e fez bonito, avançando para a segunda fase, quando foi eliminado pelo Flamengo. A base do time na Copinha deve entrar em campo novamente defendendo as cores do time de Capão Bonito.

Esporte Clube PRIMAVERA
Indaiatuba

Time que disputou a Copinha é a base do Primavera na Segundona

Apesar de impecável fora de seus domínios, o Primavera deixou a desejar dentro de casa, e isso custou o sonho do acesso na temporada passada. Em 2018, o Fantasma da Ituana busca o equilíbrio para brigar pela volta a Série A3. O Primavera terá a base do seu elenco com remanescentes da temporada passada (com algumas ausências como o meia Pedro Paulo e os atacantes Marcolino e Robinho) e a garotada que disputou a Copa São Paulo pelo Tricolor Indaiatubano esse ano. E trouxeram algumas novidades como os meias-atacantes Matheus Lu (ex-São Paulo e Guarani), Ivamar Junior (ex-América), Anderson Zacarias (ex-Iraty/PR, Ituano e Campo Mourão/PR) e Juninho (ex-Boavista/RJ). Alguns jogos-treino realizado pelo Primavera: Itapirense (2 a 5) e Paulista (2 a 0). O treinador será Paulo Pereira.

Grêmio Esportivo MAUAENSE
Mauá

Mauaense entra na competição buscando o acesso
(foto: Luciano Santoliv/MKT Esportes)

Caindo nos dois últimos anos nas quartas-de-final, o Mauaense espera, finalmente, conquistar o acesso para a Série A-3 em 2018. A Locomotiva, que será dirigida por Luiz Carlos Cavalheiro, fez diversos jogos treinos com times da A-2 e A-3, com uma vitória sobre o Taboão Serra, um empate contra o Juventus e uma derrota para o EC São Bernardo. Entre as contratações, estão Mineiro, Dejair, João, Manoel e Mutton.

JABAQUARA Atlético Clube
Santos

O volante Cleverton é um dos reforços do Jabaquara

A tradicional equipe de Santos espera fazer um papel diferente do que o do ano passado, quando caiu na primeira fase. O Jabuca, que será dirigido em campo pelo vice-presidente Ricardo Gonçalves, o Kaká, auxiliado pelo treinador do ano passado, Gilberto Costa, montou uma equipe com valores interessantes, como o atacante Guilhermão, que volta ao clube depois de uma passagem pelo Primavera, o meia Jeferson, o volante Cleverton, o zagueiro Alef e o goleiro Matheus Dellamonica, todos ex-Real Cubatense, e Higor, que estava na Portuguesa Santista.

MAUÁ Futebol Treinamentos e Esportes Eireli
Mauá

Mauá FC fez z pré-temporada em Mongaguá
(foto: divulgação MFC)

O Mauá FC é uma das quatro equipes estreantes na Segundona de 2018. Apesar disso, o clube tentou buscar pessoas com conhecimento na divisão, como o caso do treinador Fernando Rodrigo Silva, que dirigiu o Mauaense na boa campanha da equipe em 2016. A agremiação fez avaliações em várias cidades do estado e se preparou em Mongaguá, no litoral sul paulista, para jogar o campeonato. Entre os destaques, o rodado Ronaldo Júnior, provável capitão. Na preparação, o Mauá venceu o EC São Bernardo por 3 a 1, em jogo-treino.

REGULAMENTO

Na primeira fase, os 40 participantes jogam entre si, em 5 grupos de 8 equipes. Todos se enfrentam em turno e returno classificando-se para a segunda fase os 3 clubes com o maior número de pontos ganhos em cada um dos grupos e o melhor quarto colocado, independentemente do grupo ao qual pertence, considerados exclusivamente os resultados obtidos nesta fase. Os 16 classificados são divididos em 4 grupos de 4 equipes cada na segunda etapa da competição. Todos se enfrentam em turno e returno. Os dois primeiros colocados de cada grupo passam de fase.

Manthiqueira conquistou o título em 2017
(foto: Leandro Oliveira/ADM)

Ao contrário de 2017, onde já se inciava o mata-mata, os 8 classificados para a terceira fase são divididos em 2 grupos de 4 equipes cada. Todos se enfrentam em turno e returno. Os dois primeiros colocados de cada grupo, passam para a quarta fase. Os 4 classificados disputam um quadrangular final. Todos se enfrentam em turno e returno e os 2 primeiros são finalistas e estarão promovidas à Série A3 de 2019. Os 2 finalistas disputam dois jogos finais, que estabelecem o campeão da Segunda Divisão.

Confira a tabela e o regulamento completos da competição.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações