quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Evaristo de Macedo - O ídolo de Barcelona e Real Madrid

Por Victor de Andrade


Evaristo de Macedo é uma das maiores lendas do futebol brasileiro. Craque dentro de campo e um grande treinador, tendo chegado, inclusive, na Seleção Brasileira em ambas as funções, o ex-atacante também é muito respeitado na Espanha, já que ele foi, simplesmente, ídolo nos dois maiores clubes e rivais do futebol de lá: Barcelona e Real Madrid.

Nascido em 22 de fevereiro de 1933, Evaristo começou a carreira no Madureira, em 1950. Dois anos depois, ele foi para o Flamengo, onde se tornou um dos maiores jogadores do futebol brasileiro, chegando à Seleção. Aliás, o recorde de gols em uma só partida com o time canarinho é dele: em 1957, Evaristo marcou cinco na goleada de 7 a 1 sobre a Colômbia, no Sul-Americano.

No mesmo ano, o Flamengo o negociou com o Barcelona e Evaristo embarcou para a Espanha. A transferência tirou dele a chance de participar da Copa do Mundo de 1958 (era raro brasileiros atuando no exterior serem convocados para a Seleção), mas trouxe outro ganho: o atacante virou ídolo no futebol espanhol.

No Barcelona, em um período onde o Real Madrid era considerado o melhor time do mundo, Evaristo de Macedo só não fazia chover na Catalunha. Com ele no comando de ataque, o Barça conquistou o bicampeonato espanhol em 1959 e 1960. Outro grande momento foi na Liga dos Campeões da Europa de 1960/1961, quando Evaristo liderou o Barcelona que eliminou o Real Madrid da competição, impedindo o hexacampeonato do time de Madrid. Tudo isto fez com queele fosse considerado um ídolo. É até hoje o brasileiro que mais gols fez com a camisa do clube catalão.

Pois bem, depois de sofrer tanto com os gols de Evaristo, o Real Madrid teve uma solução: contratá-lo! A peso de ouro, o brasileiro desembarcou no clube Merengue, onde teve também ótima passagem, conquistando um tricampeonato espanhol: 1963. 1964 e 1965. Após conquistar o seu último campeonato nacional na península Ibérica, Evaristo voltou ao Brasil para novamente defender o Flamengo, onde encerrou a carreira em 1967.

É claro que outros jogadores defenderam as duas equipes, porém poucos tiveram sucesso com as duas camisas (o português Luís Figo e o atacante Ronaldo estão entre eles). Porém, poucos foram considerados tão ídolos das duas torcidas como Evaristo de Macedo.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações