sexta-feira, 1 de setembro de 2017

O Timão campeão da Pequena Taça do Mundo em 1953

Em pé: Idário, Goiano, Gylmar, Homero, Olavo e Roberto Belangero.
Agachados: Cláudio, Luizinho, Baltazar, Carbone e Simão

O Corinthians é um clube que, nos últimos anos, conquistou todos os títulos possíveis, principalmente os internacionais, como a Copa Libertadores, Mundial Interclubes e Recopa Sul-Americana, o que era algo que a Fiel torcida tanto almejava. Porém, em sua história, o Timão tem, no passado, outras conquistas internacionais, como a Pequena Taça do Mundo, ou Copa Marcos Pérez Giménez, realizada na Venezuela, em 1953.

A Pequena Taça do Mundo de 1953 teve seus jogos disputados na cidade de Caracas e contou com quatro equipes: o Barcelona, que era o então campeão espanhol, um combinado de Caracas, a Roma, que entrou no lugar do Milan, e o Corinthians, campeão Paulista e do Rio-São Paulo. O Timão substituiu o Vasco, que não aceitou o convite de disputar a competição.

A taça do Mundialito de Caracas
(Foto: Victor Hugo)

O regulamento era simples. As quatro equipes se enfrentariam em turno e returno, com jogos entre julho e agosto de 1953. O time que somasse mais pontos seria o campeão. E, com isso, o Corinthians estreou no torneio em 14 de julho, vencendo a Roma por 1 a 0, gol de Luizinho.

Na segunda partida, o adversário foi o temido Barcelona, de Kubala, em 18 de julho. Porém, o Barça já havia sido derrotado pelo combinado de Caracas e precisava se reabilitar. Luizinho abriu o placar aos 5 minutos, mas Moreno empatou no início da segunda etapa. Carbone fez o segundo do Timão, aos 14' e Luizinho, novamente, marcou o terceiro aos 30'. Kubala diminuiu para o time catalão aos 39'. O Timão batia o Barcelona por 3 a 2.

No dia 21 de julho, o Alvinegro encarava o combinado de Caracas e conseguia sua terceira vitória: 2 a 1, com Cláudio e Carbone marcando os gols corintianos e Aguirre diminuindo para o time da casa. Já no dia 27, o Timão encarava novamente o Barcelona e Goiano, aos 17', marcava o único gol da partida, dando mais uma vitória ao Corinthians.

O 'Folha da Manhã' destacando o retorno do Corinthians

O time paulistano voltava a campo no dia 31, para jogar novamente contra o combinado de Caracas e com dois gols de Cláudio (aos 17' do primeiro tempo e aos 38' do segundo), garantia mais uma vitória. Para a consagração, o Timão venceu também o seu último jogo, contra a Roma, por 3 a 1 (com dois de Luizinho e um de Cláudio), garantindo o título de 100% de aproveitamento.

Além da taça de campeão, o Corinthians também teve um dos artilheiros do certame: Luizinho, que fez cinco gols, o mesmo número de Kubala. O Timão retornou para São Paulo em 4 de agosto, onde foi recebido por uma multidão no Aeroporto de Congonhas. Depois, a delegação foi em cortejo com uma enorme multidão até o Vale do Anhangabaú, onde as festividades atingiram o máximo, a taça ficou exposta vários dias para visita.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações