quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Arthur Friedenreich no Santos FC

Friendereich, durante a excursão no Rio Grande do Sul, em 1935, ao lado de adversário

O Santos FC teve a honra de ter em sua história Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, que é considerado o maior jogador de todos os tempos, e também o melhor brasileiro da atualidade, Neymar, que hoje defende o Paris Saint German. Mas o Peixe também teve muitos outros craques vestindo sua camisa, inclusive o maior nome do futebol do país na época do amadorismo: Arthur Friedenreich.

Tudo bem, foram poucas vezes que o 'El Tigre' vestiu o 'manto' do Alvinegro Praiano. Cinco, para ser mais preciso. Mas o jogador nascido em São Paulo, no dia 18 de julho de 1892, e falecido no dia 6 de setembro de 1969, passou pela história do Peixe e estamos aqui para contá-la.

Friedenreich só jogou pelo Santos em partidas amistosas e estreou pelo clube no dia 9 de fevereiro de 1930, quando tinha 37 anos. O Peixe recebeu  a equipe do Atlético Tucumán, da Argentina, na Vila Belmiro. Já naquela época, os embates entre times brasileiros e argentinos (uruguaios também) chamavam muito a atenção, até porque o futebol dos vizinhos do sul era mais desenvolvido que o daqui.

'El Tigre' é o segundo em pé, da esquerda para a direita

Neste dia, a equipe da casa levou a melhor e venceu bem, fazendo o placar de 4 a 1. Marcaram para o Santos Feitiço (duas vezes), Evangelista e Camarão. O técnico era Ramon Platero. O Peixe formou nesse encontro com: Athié; Aristides e Meira; Osvaldo, Júlio e Alfredo; Paulino, Camarão, Friedenreich, Feitiço e Evangelista. Após este jogo, o já famoso jogador foi jogar pelo São Paulo da Floresta, onde ficou por cinco anos.

'El Tigre' voltaria a defender o Santos apenas em 1935, quando já tinha 42 anos, mas ainda estava em atividade. O craque fez parte da delegação do Peixe que fez uma excursão pelo Rio Grande do Sul e participou de quatro jogos.

O destaque ficou para o embate contra o Grêmio, ganhou pelos gaúchos por 3 a 2. Porém, Friendereich marcou seu único gol pelo Alvinegro, de pênalti, em cima de Lara, o goleiro que é considerado um mito pelos torcedores do Tricolor.

Também na excursão de 1935, com companheiro de equipe

Após esta excursão, o craque foi para o Flamengo, onde encerrou a carreira no mesmo ano. Já o Santos teria uma temporada de sucesso. Depois de perder a chance de conquistar o Paulistão em três oportunidades com o grande time da segunda metade da década de 20, finalmente conquistaria o primeiro estadual em 1935.

Uma curiosidade: o Santos FC não foi o único time da cidade que 'El Tigre' defendeu. Da mesma forma que defendeu o Peixe, ele fez alguns amistosos com a camisa do Atlético Santista, que hoje mantém apenas o seu clube social, em 1929. 
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações