terça-feira, 25 de julho de 2017

Marcos Assunção fazendo três de falta pelo Santos em 1998

Em 1998, em um jogo em Salvador, Marcos Assunção marcou três de falta

Um grande cobrador de falta! O volante Marcos Assunção marcou época no futebol brasileiro com suas batidas na bola. Em todos os clubes onde passou, sempre quando havia uma bola parada, os torcedores tinham a esperança de bola na rede, tudo por conta do agora ex-jogador. Ele era tão preciso neste tipo de jogada que chegou a fazer três gols de falta em uma mesma partida.

O fato que contamos aconteceu no dia 24 de março de 1998, na Fonte Nova, em Salvador. Recém negociado em uma troca por empréstimo com o Flamengo, Marcos Assunção fazia seu último jogo da primeira passagem dele pelo Santos FC (ele teria mais duas). O Peixe encarava o Bahia, pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil daquele ano.

O jogo começou e o Alvinegro, que tinha um bom time, partiu para cima do adversário. Aos 13 minutos, falta para os santistas. Marcos Assunção foi para a cobrança, bateu colocado, sem chances para o goleiro Jean: Santos 1 a 0.

Mesmo em vantagem, o Peixe não sossegou e continuou em cima do Bahia, que não esboçava reação. Outra infração próxima da área, desta vez aos 36'. Novamente o volante do Alvinegro Praiano foi para a cobrança e não deu chances ao arqueiro do Tricolor: 2 a 0 para o Santos.

Veja os gols da eletrizante partida

O Bahia acertou o time para a segunda etapa, passou a evitar faltas dentro da área e buscou o empate, com gols de Branco, aos 12', e Róbson Luís (que defenderia o próprio Santos no segundo semestre daquele ano), dois minutos depois. No ritmo em que o Tricolor jogava, o Peixe parecia abatido, pronto para tomar a virada.

Porém, o panorama modificou novamente aos 30 minutos. O time baiano fez uma falta da intermediária e ninguém acreditava que Marcos Assunção acertaria um chute daquela distância, já que as outras duas cobranças fora colocadas. E não é que ele acertou um petardo, sem chances para Jean? O Santos voltava a ficar na frente do marcador.

Mas o Peixe não ganhou aquele jogo, já que Marquinhos, aos 40', deixou o placar empatado em 3 a 3. O Santos eliminaria o Bahia no jogo de volta (ganhou por 5 a 2), mas já não contava com o volante, que foi para o Flamengo, junto com Caio e Arinélson, em uma troca que envolveu Lúcio Bala e Athirson para o Alvinegro. Marcos Assunção voltaria ao clube em 1999, onde depois foi vendido para a Roma, e teria sua última passagem em 2013. Porém, aquele 24 de março de 1998 ficou marcado pela façanha.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações