terça-feira, 11 de julho de 2017

Final de semana violento coloca o futebol brasileiro mais uma vez em xeque

Por Lula Terras

A briga que começou nas arquibancadas de São Januário e foi para as ruas deixou um morto
(foto: Guito Moreto / Agência O Globo)

A rodada deste final de semana dos Campeonatos Brasileiros das séries A e B mostrou que de nada tem adiantado nossas autoridades viver anunciando medidas enérgicas, muitas das quais, injustas para coibir a violência nos estádios. De prático mesmo, o que se tem visto são estádios quase vazios, mostrando que o ainda primeiro esporte no coração dos brasileiros está em xeque.

Foram três jogos, em que a violência descambou, com a prisão de torcedores e outros levados ao hospital. Porém, o mais lamentável foi a morte de um torcedor do Vasco da Gama, no Rio de Janeiro, durante confronto com policiais na saída do Estádio de São Januário, depois da derrota de seu time, por 1 x 0, para o Flamengo.

Ainda pela Série A, no empate em 1 a 1 entre Botafogo e Atlético Mineiro, no Estádio Nilton Santos, também no Rio de Janeiro, os torcedores também se enfrentaram, tendo como saldo um torcedor ferido e a detenção de 13 torcedores briguentos. Pela Série B, em Porto Alegre, mesmo com o empate conseguido pelo Internacional contra o Criciúma, por 1 a 1, no final do jogo, a violência serviu para amenizar a fúria de seus torcedores, que se agrediram entre si e depredaram o estádio, como se o patrimônio do clube tenha culpa de algo.

Resta saber a quem interessa esta situação, que vem afastando as pessoas dos estádios. Com certeza só pode ser de gente que não gosta de futebol ou tem interesses outros, que está difícil de ser identificado. Na minha opinião, é justo que os criminosos sejam identificados e punidos exemplarmente, com detenção e cumprimento de pena criminal ou de serviços comunitários, conforme a gravidade do delito.

Já não acho justo que os clubes e os torcedores comuns paguem, um alto preço de ser obrigado a se afastar dos estádios, por causa de medidas paliativas anunciadas pelas autoridades, como a interdição do estádio ou de torcida única nos jogos. E o pior que muitos desses torcedores aproveitam esses momentos como lazer e para levar familiares e amigos, para acompanhar seu time de coração.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações