sábado, 26 de novembro de 2016

XV de Piracicaba bate Ferroviária nos pênaltis e é campeão da Copa Paulista

Comemoração do elenco do XV de Piracicaba (foto: Facebook Oficial do XV de Piracicaba)

Depois da vitória da Ferroviária em casa por 3 a 1 no tempo normal, o goleiro Mateus Pasinato defendeu duas cobranças de pênalti e garantiu o título da Copa Paulista para o XV de Piracicaba na noite deste sábado (26).

O XV de Piracicaba não havia sofrido dois gols em um mesmo jogo da Copa Paulista. A Ferroviária demorou sete minutos para derrubar a marca quinzista em casa neste sábado (26). Após perder o primeiro jogo por 2 a 0, a Ferroviária precisava pelo menos devolver o placar. O primeiro gol do time grená saiu logo no segundo minuto. Kelvy aproveitou sobra de bola na área e chutou. A bola desviou no meio do caminho e enganou o goleiro Mateus Pasinato.

Cinco minutos depois, Bruno Lopes – capitão da equipe no lugar do lesionado Luan – ganhou da marcação e bateu forte. Mateus não conseguiu fazer a defesa e a Ferroviária igualou o placar agregado.

Ferroviária chegou a estar vencendo por 3 a 0
(foto: Alexandre Battibugli / FPF)

O time da casa seguiu em cima, enquanto o visitante conseguiu melhorar e equilibrar mais o jogo. Tanto que aos 18 minutos teve sua melhor chance nos pés de Romarinho. O atacante fez jogada individual e bateu forte para o goleiro da Ferroviária fazer a defesa. O mandante também seguiu em cima e teve duas chances com Elder Santana, de cabeça, mas em ambas o goleiro quinzista conseguiu fazer a defesa. 

Buscando o gol do título, das duas equipes partiram para cima. A primeira chance foi da Ferroviária. Após jogada de Sávio, o cruzamento na área foi desviado por Cunha antes que Bruno Lopes marcasse mais um. A chance do time alvinegro veio cinco minutos mais tarde. Após cobrança de falta, foi a zaga da Ferroviária desviar e evitar o gol.

A melhor chance do segundo tempo aconteceu aos sete minutos. Elder Santana fez jogada individual e bateu forte, mas viu a bola explodir no travessão. Aos 19, Bruno Lopes teve mais uma chance, mas o cabeceio parou na mão do goleiro. O XV de Piracicaba também assustou. Aos 20, Rafael Gomes acertou a trave.

Mateus Pasinato defendeu duas penalidades
(foto: Alexandre Battibugli / FPF)

Porém, no minuto seguinte, Willian Cordeiro cobrou falta para o meio da área. O lateral quinzista Zé Mateus desviou a bola e ela entrou no canto esquerdo do goleiro Mateus Pasinato, que se esticou, mas não conseguiu evitar o gol contra.

Isto inflamou a torcida da casa que mesmo aos 24 minutos gritava ‘o campeão voltou’. O time da casa sentiu o bom momento e em mais uma cobrança de falta levou perigo. A bola sobrou para Felipe Silva dentro da área, ele chutou e o obrigou o goleiro adversário a fazer boa defesa.

Mas o XV de Piracicaba não estava morto. Em mais um lance de bola parada, a equipe piracicabana empatou o placar agregado. Rodrigo subiu mais alto que a zaga adversário e testou firme para diminuir o placar aos 28 do segundo tempo. A partir daí o jogo passou a ser disputado e embora ambos os times tenham criado algumas chances, o placar não mais foi alterado, levando a decisão para os pênaltis.

Ferroviária recebendo o troféu de vice-campeã
(foto: Alexandre Battibugli / FPF)

A Ferroviária iniciou as cobranças com Willian Cordeiro, que deslocou o goleiro e fez. Rafael Gomes deixou tudo igual. Na segunda cobrança Kelvy chutou forte, mas Mateus Pasinato caiu para o canto certo e encaixou a bola. Mateus também acertou o canto de Romarinho, mas não alcançou e o XV pulou na frente. Na terceira série, Bruno Lopes marcou e Samoel Pizzi viu sua bola ser tocada na trave antes de entrar, mantendo o time piracicabano em vantagem.

A quarta série definiu o título. João Lucas bateu e, como num replay da defesa anterior, Mateus Pasinato defendeu. Ficou nos pés do zagueiro Rodrigo o título do XV de Piracicaba. Ele bateu no canto direito do goleiro, que foi para o lado oposto e nada pôde fazer.

Jogadores do XV dando a volta olímpica
(foto: Alexandre Battibugli / FPF)

Ficha Técnica

FERROVIÁRIA 3 X 1 XV DE PIRACICABA
Nos pênaltis, 4 a 2 para o XV de Piraciaba

Data: 26 de novembro de 2016
Local: Arena Fonte Luminosa - Araraquara-SP
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo

Cartões Amarelos
Ferroviária: Fábio Souza
XV de Piracicaba: Maranhão e Clayton

Gols
Ferroviária: Kelvy, aos 2' do primeiro tempo. Bruno Lopes, aos 7', e Zé Mateus (contra), aos 22' do segundo tempo.
XV de Piracicaba: Rodrigo, aos 28' do segundo tempo.

Penalidades
Ferroviária: Willian Cordeiro (gol), Kelvy (defesa), Bruno Lopes (gol), João Lucas (defesa)
XV de Piracicaba: Rafael Gomes (gol), Romarinho (gol), Samoel Pizzi (gol), Rodrigo (gol)

Ferroviária: Matheus; Willian Cordeiro, Patrick, Raniele e Sávio; Rafael Castro, Fábio Souza e Kelvy; Elder Santana (João Lucas), Fabrício (Felipe Silva) e Bruno Lopes - Técnico: Picoli

XV de Piracicaba: Mateus Pasinato; Zé Mateus, Cunha, Rodrigo e Samuel (Pavone); Clayton, Maranhão (Bruninho) e Barreto (Gilsinho); Samoel Pizzi, Romarinho e Rafael Gomes - Técnico: Cléber Gaúcho
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Total de visualizações