domingo, 31 de julho de 2016

Em grande jogo, XV de Jaú vence Jabaquara por 2 a 0

Com colaborações de Gabriel Ferracini e Fabrício Lopes (Jabaquara AC)

Torcida comemorando o primeiro gol do jogo (foto: Gabriel Ferracini)

XV de Jaú e Jabaquara se enfrentaram na manhã deste domingo, dia 31, no Estádio Zezinho Magalhães, em Jaú, e fizeram uma grande partida, com as duas equipes marcando firme e buscando o ataque. Porém, o fator casa pesou e o Galo venceu o Leão da Caneleira por 2 a 0, com gols de Léo Barbosa e Luís Ricardo, ambos no segundo tempo.

As duas equipes chegaram embaladas para a partida. O XV de Jaú estreou na segunda fase vencendo o Taboão da Serra, fora de casa, por 2 a 1. Já o Jabaquara, que vinha em uma série de oito jogos sem perder, jogando em seus domínios, bateu o Grêmio Prudente, até então a melhor campanha de todo o campeonato, por 3 a 2. Porém, o Leão teve o desfalque do meia João Vitor, que acabou fazendo muita falta à equipe, por causa da ligação entre a meia cancha e o ataque do Rubro Amarelo.

O jogo iniciou e o XV de Jaú, sendo empurrado pelos mais de 4 mil torcedores que estavam nas arquibancadas do Estádio Zezinho Magalhães, foi para cima do Leão da Caneleira, tentando abrir o marcador, dando muito trabalho ao goleiro Thyago. O lance mais perigoso do Galo foi aos 9 minutos, quando Luiz Henrique e Luís Ricardo fizeram bela jogada, o segundo saiu na cara do gol e finalizou, mas a bola caprichosamente bateu no travessão.

O XV aproveitou as oportunidades e ganhou o jogo
(foto: Gabriel Ferracini)

Nessa pressão, jogadores, comissão técnica e torcedores do XV chegaram a reclamar, em duas oportunidades, de pênalti, mas o árbitro Anderson Faustino Cordeiro mandou seguir em ambos os lances. Aos poucos, o Jabaquara foi segurando a pressão e chegou pela primeira vez ao ataque aos 18, quando em escanteio cobrado por Caíque, Jé subiu sozinho, mas cabeceou para fora.

O Jabuca foi melhorando na partida, mostrando suas armas, e quase abriu o marcador aos 22 minutos. Luiz Tiago foi derrubado perto da área e o árbitro marcou falta. O goleiro Thyago foi para a cobrança e bateu bem, o arqueiro do XV, Willian, ainda tocou na bola antes de ela bater na trave e sair pela linha de fundo.

O jogo deu uma diminuída no ritmo após os 25 minutos. O XV até teve mais posse de bola e atacou com maior volume, mas a defesa do Leão da Caneleira, bem postada, não deixou que estes lances se tornassem perigo para o goleiro Thyago. Nos contra-ataques, o Jabaquara também chegada, mas não chegou a ameaçar o gol de Willian.

As duas equipes fizeram uma bela partida
(foto: Gabriel Ferracini)

Na segunda etapa, o XV partiu novamente para a pressão nos primeiros instantes, assim como no primeiro tempo. Jogando desta forma, a equipe da casa abriu o marcador aos 6 minutos. Após bela troca de passes, Joãozinho cruzou para Léo Barbosa, que só finalizou para o fundo das redes defendida por Thyago: XV de Jaú 1 a 0.

Após o gol, o Jabaquara, valente, foi buscar o empate e chegou com perigo em, ao menos, duas oportunidades: com Caíque, em cobrança de falta aos 17 minutos, e com Alef, aos 19, quando a defesa do XV afastou o perigo. O Galo respondeu com Joãozinho, após boa jogada de Luís Ricardo, aos 22, mas ele finalizou para fora.

Mais de 4 mil pessoas foram ao Zezinho Magalhães
(foto: Gabriel Ferracini)

Aos 28, o XV de Jaú perdeu uma grande chance de aumentar a vantagem em um contra-ataque. Após falta para o Jabuca, cobrada por Caíque, a zaga do Galo cortou e a bola sobrou para Léo Barbosa. Ele avançou, invadiu a área e viu Cabelo livre. Na dúvida entre finalizar ou passar para o companheiro, o jogador do XV demorou para fazer o lance e desperdiçou a chance.

E o XV chegou ao segundo gol aos 39 minutos. Luiz Henrique fez bela jogada pela direita, foi até a linha de fundo e cruzou para Luís Ricardo. O centroavante do galo, com muita categoria, pegou bonito na bola, no ângulo, sem chances para o goleiro Thyago. Um belo gol e XV de Jaú 2 a 0. E assim a partida foi finalizada.

Agora, o XV de Jaú foi a seis pontos no Grupo 5 da segunda fase da competição e joga no próximo domingo, dia 7, novamente no Zezinho Magalhães, às 10 horas, contra o Grêmio Prudente. Já o Jabaquara, com três pontos, vai até a grande São Paulo para enfrentar o Taboão da Serra, no sábado, dia 6, às 15 horas.


Entrevista com Darlan Sant'anna
(imagens: Fabricio Lopes / Jabaquara AC)

Ficha Técnica

XV DE JAÚ X JABAQUARA

Data: 31 de julho de 2016
Local: Estádio Zezinho Magalhães - Jaú-SP
Público: 4.475 total
Renda: R$ 55.088,00
Árbitro: Anderson Faustino Cordeiro
Assistentes: Osvaldo Apipe de Medeiros Filho e Denis Antonio Mistrelo

Cartões Amarelos
Jabaquara: Patrick, Alef e Gustavo.

Gols
XV de Jaú: Léo Barbosa, aos 6', e  Luís Ricardo, aos 39' do segundo tempo.

XV de Jaú: Willian; Willians, Vinícius, Gustavo e Léo Barbosa; Marquinhos Romão, Marcelo de Paula (Héliton) e Luiz Henrique; Joãozinho (Marcelinho), Luís Ricardo e Cabelo (Jean Carlos) - Técnico: Baroninho.

Jabaquara: Thyago, Patrick, Renan e Jé; Mancha, Gustavo, Welder (Pedro Felipe), João Luís (Frank) e Caíque; Alef e Luiz Thiago (Guilhermão) - Técnico: Darlan Sant'anna.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações